Títulos cancelados podem ter impacto entre 20% e 25% no quociente eleitoral, projeta TRE-CE

O presidente do TRE-CE, Haroldo Máximo, visitou a Câmara Municipal de Fortaleza nesta quarta-feira (12) para pedir ajuda aos vereadores no incentivo ao cadastro biométrico. Em conversa na sala da Presidência da Casa, chegou a ser levantado por representantes do órgão que o cancelamento dos títulos pode resultar em um aumento entre 20% e 25% do quociente eleitoral na Capital.

TRE-CE: novo mutirão deve ser realizado dez dias antes do prazo para regularização

O TRE-CE deve realizar novo mutirão antes do prazo final para regularização dos títulos de eleitor que é dia 6 de maio. Contudo, no mutirão, serão atendidos além do cadastro biométrico, como mudança de domicílio eleitoral e reversão de cancelamento de títulos. Atualmente, 15 postos estão realizando cadastro biométrico para fortalezenses.

Capital: títulos de eleitores que não fizeram a biometria começam a ser cancelados em março

Eleitores de Fortaleza que ainda não realizaram o cadastro biométrico devem ficar atentos para o cancelamento do título de eleitor. Mais de 350 mil eleitores estão nessa situação. Segundo a coordenadora de atendimento ao eleitor do TRE-CE, Lorena Belo, até o dia 22 de março os títulos devem ser cancelados. Ainda é possível agendar atendimento pela web.

Foto: Divulgação/TRE

Juíza cearense será chefe da Missão de Transparência Eleitoral no Peru

A juíza do TRE-CE, Kamile Moreira Castro, será observadora eleitoral internacional da Missão de Observação no Peru, até 27 de janeiro, e chefe da Missão da Transparência Eleitoral da Conferencia Americana de Organismos Electorales Subnacionales por la Transparencia Electoral (Caoeste). As eleições extraordinárias no Congresso do Peru acontecem dia 26.

Foto: Divulgação/TRE

TRE-CE empossa primeira juíza no cargo de membro efetivo na classe jurista

Será empossada no cargo de juíza titular do TRE-CE, na categoria jurista, a advogada Kamile Moreira Castro. A posse acontece na terça-feira (21), às 16h, no órgão. Kamile é ouvidora substituta do TRE desde 2016. Ela será a primeira mulher a ocupar o cargo de membro efetivo na classe jurista do Tribunal, desde sua instituição em 1932.

Advogada Kamile Castro é nomeada juíza titular do TRE-CE pelo presidente Bolsonaro

Foi publicado no Diário Oficial da União desta sexta (27) a nomeação da advogada Kamile Castro como juíza titular do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará. Kamile estava no 2º mandato como juíza substituta da Corte e irá substituir Tiago Asfor Rocha. Ela coordena o núcleo de estudos em Direito Eleitoral da Escola Superior de Advocacia no Ceará (ESA).

Foto: Flávio Rovere

Após fim do mutirão da biometria, atendimento é tranquilo nos postos do TRE-CE na Capital

Quem vai a um dos postos do TRE-CE em Fortaleza se dá conta de que ter madrugado e enfrentado enormes filas no mutirão da biometria não foi mesmo um bom negócio. Os títulos de eleitores inadimplentes só começam a ser cancelados em março, e o cadastro pode ser feito com agendamento, sem filas, até o dia 6 de maio, em 15 locais Capital.

Foto: Alessandra Castro

Gestor de órgão federal é multado por abuso de poder durante eleição no Interior do Ceará

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) decidiu aplicar multa de R$ 10 mil a Otacílio José Macedo, atual superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) no Ceará, por abuso de poder nas eleições municipais de 2016. À época, Otacílio disputava o cargo de prefeito de Milhã, mas não foi eleito.

Foto: José Leomar

TRE-CE mantém multa de R$ 30 mil a Naumi e Érika Amorim por perseguir servidor público

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) manteve a aplicação de multa de R$ 30 mil ao prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PMB), e a sua mulher, Érika Amorim (PSD), por conduta vedada, ao coagir e perseguir servidor público para apoiar a candidatura da parlamentar em 2018. A decisão foi mantida nesta segunda, durante o julgamento de embargo de declaração, considerado parcialmente procedente.

Foto: JL Rosa

TRE-CE passa a receber processos judiciais exclusivamente por meio eletrônico

O TRE-CE, a partir desta terça-feira (26), passa a utilizar obrigatoriamente o Sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe), ou seja, o sistema informatizado, em todas as Zonas Eleitorais do Ceará, na primeira e segunda instância. Os processos que correm no meio físico permanecem até a conclusão. A Corte quer garantir maior celeridade aos casos.