Foto: Érika Fonseca

Vereadora Priscila Costa assume a presidência de PSC em Fortaleza

A vereadora Priscila Costa assumiu a presidência do diretório municipal do PSC em Fortaleza. Na janela partidária, a parlamentar deixou o PRTB e filiou-se ao partido cristão, juntando-se aos aliados ao deputado Capitão Wagner e indo para a oposição ao prefeito Roberto Cláudio (PDT). A sigla quer fazer, pelo menos, quatro vereadores.

Deputada Carla Zambelli virá a Fortaleza para evento de filiação do Aliança Pelo Brasil

A deputada federal Carla Zambelli deve vir a Fortaleza, neste sábado (4), para participar de evento de apoio ao registro do Aliança pelo Brasil, partido idealizado pelo presidente Jair Bolsonaro. Ela estará com os deputados estaduais André Fernandes e Delegado Cavalcante e da vereadora Priscila Costa, além da advogada de Bolsonaro, Karina Kufa.

Foto: Érika Fonseca/Divulgação

Fortaleza tem nova vereadora: Ana Aracapé assume cadeira na Câmara Municipal

Ana Aracapé (DC) tomou posse nesta quinta (12) na Câmara Municipal de Fortaleza para os próximos 4 meses. Ela irá ocupar a cadeira de Priscila Costa (PRTB), após pedido de licença para assuntos particulares. Oficialmente, as razões para licença não foram divulgadas, mas nos bastidores, a informação é de que seria para cumprir acordo da coligação.

Foto: Reprodução/Instagram

Priscila Costa e André Fernandes participam da convenção nacional do Aliança pelo Brasil

A vereadora Priscila Costa (PRTB) e o deputado André Fernandes (PSL) estão em Brasília, na convenção do projeto de partido de Jair Bolsonaro. Do Ceará, Fernandes e o deputado Delegado Cavalcante (PSL) já prometeram seguir Bolsonaro. Priscila diz ter o “desejo natural” de se filiar ao Aliança e vai se empenhar na coleta de assinaturas para criá-lo.

Foto: Alessandra Castro

“Vitória nossa”, comemora vereadora Priscila Costa após projeto de liberdade cátedra ser retirado de pauta na Câmara

“Vitória nossa. É um projeto que prega a liberdade de expressão do professor. Mas ele, enquanto indivíduo, tem direito a liberdade de expressão assim como nós. Agora dentro da sala de aula o professor dizer o que quer? Não!”

Vereadora Priscila Costa (PRTB), alegando que a medida permitiria que “ideologia de gênero” fosse aplicada em salas de aula.

“Autor sabe que sairá derrotado”, diz Jorge Pinheiro ao defender Priscila

O vereador Jorge Pinheiro se solidarizou com Priscila Costa e, na tribuna, discursou contra o projeto de liberdade de cátedra, de autoria de Evaldo Lima. Ele afirmou que o projeto pode ser utilizado para o ensino de “ideologia de gênero” e que não veio para votação porque o autor sabe que sairá derrotado.

Foto: Érika Fonseca/CMFor

Embate entre vereadores é em projeto que está em discussão na Câmara

No direito de resposta, Evaldo Lima rebateu Priscila Costa e afirmou que o projeto em nenhum momento trata da pauta de costumes. O vereador também afirmou não tratar de maneira diferente os colegas por questões de gênero. Priscila Costa pediu para falar e os dois discutiram.

Foto: Érika Fonseca/CMFor

Priscila Costa e Evaldo Lima batem boca em debate sobre projeto da liberdade de cátedra

A vereadora Priscila Costa (PRTB) criticou o colega Evaldo Lima (PCdoB) a respeito sobre um folheto do mandato do parlamentar. “Como baixou o nível de vereador nesta Casa”, afirmou Priscila. Ela acusa Evaldo de repercutir “fake news” sobre ela e o acusou de tratá-la de maneira diferente por ser mulher.

 

Foto: CMFor

Bancada religiosa na Câmara articula apoio à rejeição de projeto sobre liberdade de cátedra

“Embora muita gente tenha nos atacado, serviu para que esse projeto fosse precocemente avaliado pelos vereadores que não fazem parte da comissão. Alguns estão se articulando a nosso favor”.

Priscila Costa, vereadora de Fortaleza (PRTB). Após derrota na CCJ, a bancada tem pedido aos eleitores que pressionem seus vereadores para votarem contra o projeto que trata da liberdade dos professores.

Foto: José Leomar

Tomaz Holanda se articula para assumir vaga na Câmara Federal, mas não está sendo fácil

O ex-deputado estadual Tomaz Holanda, segundo suplente de deputado federal nas Eleições de 2018, se articula para assumir a vaga na Câmara. Pra isso, o deputado Junior Mano (PL), eleito na coligação de Tomaz, tem que se licenciar e a vereadora Priscila Costa, primeira suplente, abrir mão da vaga. Esse é o desafio: convencer os dois.