-  

Em nota, campanha de Naumi Amorim diz estar “tranquila” e afirma que irá “colaborar com investigações”

A coordenação de campanha de Naumi Amorim (PSD) divulgou nota sobre detenção de aliados pela Polícia Federal. No texto, a equipe afirma que está aguardando “o resultado dos procedimentos”, mas que se mantém “absolutamente tranquila e disposta a colaborar com as investigações”. Aliados do prefeito foram encontrados com R$ 600 mil e são suspeitos de crime eleitoral.

Foto: José Leomar
  -  

Polícia Federal confirma três apreensões por suspeita de crimes eleitorais em Caucaia

A Polícia Federal (PF) confirmou três apreensões de dinheiro em Caucaia em dois dias. Neste sábado (28), cinco pessoas foram levadas à sede da PF no Ceará após serem flagradas com R$ 600 mil, além de material de campanha de Naumi Amorim. Um servidor público do município foi encontrado com R$ 3,5 mil. Na sexta, o assessor de uma deputada estadual teve celular e R$ 2 mil apreendidos.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Segundo a PF, homens presos em Caucaia estavam com R$ 600 mil em dinheiro

Na entrevista coletiva para tratar das prisões de cinco pessoas em Caucaia, na manhã deste sábado, a Polícia Federal informou que os detidos estavam com cerca de R$ 600 mil em dinheiro. Os valores ainda estão sendo contabilizados. Os cinco são ligados à campanha do prefeito do Município, Naumi Amorim (PSD), que concorre à reeleição.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

“Não vamos desanimar com as perseguições”, diz Naumi sem citar apoiadores presos

Candidato a reeleição em Caucaia, Naumi Amorim fez primeira publicação após detenção de apoiadores por suspeita de crime eleitoral. “Não vamos desanimar com as perseguições. Vocês querem ganhar no tapetão, mas quem vai vencer é o povo de Caucaia”, afirmou sem citar prisões de aliados. Entre os detidos, está o irmão do prefeito, Miguel Amorim, e secretários.

  -  

Polícia Civil prende cinco pessoas por suspeita de crime eleitoral em Caucaia

A Polícia Civil do Ceará prendeu cinco pessoas na manhã deste sábado (28), no Parque Potira, em Caucaia. Foram apreendidos dinheiro e outros indícios de crime eleitoral. Os detidos foram levadas para depor na sede da Polícia Federal, em Fortaleza. As pessoas são ligadas à campanha do candidato Naumi Amorim (PSD).

Foto: Fabiane de Paula