Foto: Thiago Gadelha

Camilo chama de “irresponsável e inconsequente” sugestão de recontagem de mortos por Covid-19 no Ministério da Saúde

O governador Camilo Santana (PT) chamou de “irresponsável e inconsequente” fala de cotado para o Ministério da Saúde, Carlos Wizard, ao sugerir recontagem dos mortos por Covid-19. “Essas vidas têm rosto, têm história e famílias que hoje choram as perdas. Negar essa realidade é, além de desumano, criminoso“, escreveu o governador nas redes sociais.

Foto: PR

“Oremos”, comenta Mandetta sobre a saída de Teich do Ministério da Saúde

“Oremos. Força SUS. Ciência. Paciência, Fé!”

Escreveu hoje no Twitter o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta após o pedido de demissão do seu sucessor na pasta, Nelson Teich. A troca entre eles no Governo Bolsonaro aconteceu há menos de um mês. O secretário executivo, general Eduardo Pazuello, assume interinamente.

‘Ministro, seja firme e claro sobre manter isolamento social’, cobra Tasso do Nelson Teich

“Aqui no Ceará, de ontem para hoje, foram 50 mortos. No Brasil, 449. E vossa excelência disse: a única maneira que nós temos (para combater a Covid-19) é o distanciamento social. Ministro, seja firme e claro nessa posição. Não pode haver dubiedade, principalmente quando o presidente dá sinais contrários”.

Senador Tasso Jereissati (PSDB), sobre posicionamento do ministro Nelson Teich (Saúde) diante do avanço da pandemia no País.

Foto: Agência Brasil

Ainda sem habilitar UTIs, Nelson Teich deve ser cobrado em reunião com governadores

A habilitação de UTIs para pacientes de Covid-19 deve ser a principal cobrança dos governadores do Nordeste em reunião com o ministro da Saúde, Nelson Teich, que acontece na tarde desta quarta-feira (29). No Ceará, Estado e prefeituras têm arcado com os valores, que giram em torno de R$ 2.500/dia por paciente, custos que incluem equipamento e pessoal.

Tasso pede apoio do Ministério da Saúde para conter avanço de Covid-19 no Ceará

O senador Tasso Jereissati (PSDB) solicitou, na noite desta terça (7), no Senado, apoio do Ministério da Saúde para ajudar o Ceará a conter o avanço da Covid-19. O Ministério divulgou hoje que Fortaleza é a cidade com maior incidência da doença. “Se nós não tivermos apoio do Ministério da Saúde, nos próximos dias, iremos ter problemas seríssimos”, disse.

Foto: Camila Lima

Dr. Cabeto participa de reunião que define a estratégia brasileira contra o coronavírus

O secretário da Saúde do Ceará, Dr. Cabeto, participou, hoje, de reunião, em Brasília, com todos os secretários dos estados na área. No encontro, o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, apresentou detalhes do plano de contingência dos estados para possíveis casos e a estratégia do Brasil no caso. Único caso suspeito no Ceará já foi descartado.