-  

Com mais dois vereadores na gestão, trabalhos na Câmara de Fortaleza devem iniciar com três suplentes

Com mais vereadores na gestão da Capital, os trabalhos na Câmara de Fortaleza devem iniciar, em fevereiro, com três suplentes no exercício dos mandatos. Saem Elpídio Nogueira (PDT), na Cultura; Raimundo Filho (PDT), na Regional 11; e Michel Lins (Cidadania), na Regional 3. Com isso, entram Carlos Mesquita (PDT), Iraguassú Filho (PDT) e Pedro França (Cidadania).

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Vereadores apostam em saídas do Legislativo para regionais e coordenadorias da gestão Sarto

Com cargos ainda vagos no primeiro e segundo escalões do Executivo, vereadores da Capital apostam nas saídas de mais dois colegas do Legislativo, um titular e outro suplente, para ocupar uma das 12 regionais de Fortaleza ou coordenadorias. Os nomes mais cotados são o vereador Raimundo Filho (PDT) e do 2º suplente do partido na Câmara, Iraguassú Filho.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Busca de espaços estratégicos por oposição e aliados agita a Câmara Municipal de Fortaleza

As negociações entre oposição e base aliada na Câmara já acontecem. Se não foram contemplados, devem lançar o ver. Julierme Sena para a disputa. A expectativa também é alta entre os vereadores para as conversas sobre acomodação de parlamentares com Sarto. Nomes como Iraguassu Filho (PDT), Didi Mangueira (PDT) e Ésio Feitosa (PSB), devem ser contemplados.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Proibição de uso dos canudos plásticos entra em vigor no domingo (31); punição será discutida

A proibição da venda e fornecimento de canudos plásticos em Fortaleza começa a valer no próximo domingo (31), segundo a assessoria do vereador Iraguassú Filho (PDT), autor da lei sancionada em 2019, que deu prazo de 6 meses para entrar em vigor. A punição pelo descumprimento da medida será discutida na Câmara Municipal e regulamentada pela Prefeitura.

Foto: Camila Lima
  -  

Após proibição de canudo, vereador que proibir copos descartáveis em comércios de Fortaleza

O vereador Iraguassú Filho (PDT) apresentou projeto de lei para impedir a confecção e venda, em estabelecimentos comerciais, de copos descartáveis em Fortaleza. O parlamentar também foi autor da proibição da venda e distribuição de canudos plásticos, em 2019. As penalidades, contudo, foram vetadas pelo prefeito Roberto Cláudio.

  -  

Iraguassú Filho critica veto a multas na lei que proíbe canudos plásticos em Fortaleza

Apesar de comemorar a sanção da lei que proíbe canudos plásticos em estabelecimentos de Fortaleza, o vereador Iraguassú Filho (PDT) disse estar preocupado com o veto do prefeito Roberto Cláudio (PDT) ao trecho que tratava das penalidades. Autor da lei, ele quer conversar com a Prefeitura sobre a possibilidade de derrubar o veto no plenário da Câmara Municipal.

Foto: André Lima/CMFor
  -  

Roberto Cláudio sanciona lei que proíbe distribuição de canudos plásticos em Fortaleza

O prefeito Roberto Cláudio (PDT) sancionou, com seis vetos, a lei que proíbe a venda e o fornecimento de canudos plásticos em estabelecimentos de Fortaleza. A medida entra em vigor em 180 dias. Autor da proposta, o vereador Iraguassú Filho (PDT) irá conversar com a assessoria jurídica da Prefeitura sobre os vetos, que ainda podem ser derrubados pelo plenário da Câmara.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Câmara Municipal aprova proibição de canudo plástico em Fortaleza

Vereadores de Fortaleza aprovaram hoje (11) projeto que proíbe venda e fornecimento de canudo plástico na Capital. Apenas Odécio Carneiro (SD) foi contra, e Jorge Pinheiro (DC) se absteve. O projeto, de autoria de Iraguassú Filho (PDT), ainda deve voltar à Comissão de Constituição para redação final. Quando sancionada, a lei terá vigência em 180 dias.

Foto: José Leomar