Câmara de Fortaleza retira de pauta projeto sobre liberdade de cátedra após confusão

Em votação simbólica, os vereadores retiraram de pauta projeto que trata da liberdade de cátedra. O autor, ver. Evaldo Lima (PCdoB), pediu a retirada, após acordo com professores, diante da articulação da bancada religiosa para rejeitar o projeto em Plenário. Houve tumulto e bate-boca entre manifestantes. A Guarda Municipal precisou bloquear acessos.

Foto: José Leomar

Em meio a polêmicas, projeto sobre liberdade de cátedra deve ser votado na Câmara nesta quinta (31)

O projeto de lei de autoria do vereador Evaldo Lima (PCdoB), que dispõe sobre liberdade de cátedra para professores, está na pauta desta quinta-feira (31) da Câmara Municipal de Fortaleza. Após gerar reações da bancada religiosa, vereadores, nos bastidores, acreditam que a matéria tende a ser rejeitada, inclusive com abstenções.

“Autor sabe que sairá derrotado”, diz Jorge Pinheiro ao defender Priscila

O vereador Jorge Pinheiro se solidarizou com Priscila Costa e, na tribuna, discursou contra o projeto de liberdade de cátedra, de autoria de Evaldo Lima. Ele afirmou que o projeto pode ser utilizado para o ensino de “ideologia de gênero” e que não veio para votação porque o autor sabe que sairá derrotado.

Foto: Érika Fonseca/CMFor

Embate entre vereadores é em projeto que está em discussão na Câmara

No direito de resposta, Evaldo Lima rebateu Priscila Costa e afirmou que o projeto em nenhum momento trata da pauta de costumes. O vereador também afirmou não tratar de maneira diferente os colegas por questões de gênero. Priscila Costa pediu para falar e os dois discutiram.

Foto: Érika Fonseca/CMFor

Priscila Costa e Evaldo Lima batem boca em debate sobre projeto da liberdade de cátedra

A vereadora Priscila Costa (PRTB) criticou o colega Evaldo Lima (PCdoB) a respeito sobre um folheto do mandato do parlamentar. “Como baixou o nível de vereador nesta Casa”, afirmou Priscila. Ela acusa Evaldo de repercutir “fake news” sobre ela e o acusou de tratá-la de maneira diferente por ser mulher.

 

Foto: Érika Fonseca

Evaldo Lima quer votação de projeto sobre liberdade de cátedra para esta semana

“O projeto objetiva respeitar o professor, dar liberdade para que produza arte e ciência sem que sofra chantagem e pressões de segmentos da extrema direita que têm discurso obscurantista, que são inimigos da educação”.

Evaldo Lima (PCdoB), vereador de Fortaleza, tenta levar para votação no Plenário, nesta semana, o projeto que trata da liberdade de expressão e da proteção de professores.