-  

Eduardo Girão assina requerimento por suspensão do recesso parlamentar no Congresso

O senador Eduardo Girão (Podemos) assinou requerimento que suspende o recesso no Congresso. A movimentação do parlamento é no sentido de atuar diante da crise da covid-19. Até esta sexta (15), Girão havia sido o único senador cearense a assinar. Além dele, assinaram os deputados Célio Studart (PV), Denis Bezerra (PSB) e Eduardo Bismarck (PDT).

Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado
  -  

Cearenses participam de lançamento de campanha em prol da vacinação de profissionais da Educação

O governador Camilo Santana (PT) e o deputado federal Idilvan Alencar (PDT) participaram, nesta quinta-feira (14), do lançamento da campanha “Profissionais da Educação: vacina já!”. O movimento, encabeçado por parlamentares federais, tem como objetivo defender a priorização da vacinação dos profissionais de Educação contra a Covid-19.

  -  

Tasso Jereissati e Eduardo Girão assinam nota em defesa da não reeleição de presidentes da Câmara e do Senado

Dois dos três senadores cearenses – Tasso Jereissati (PSDB) e Eduardo Girão (Podemos) – são signatários de nota de congressistas em reação às movimentações de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) visando reeleição. A nota diz que “a Constituição é clara” e sustenta que “não há espaço para reeleição dos presidentes das casas do Congresso Nacional na mesma legislatura”.

  -  

Delegados do Ceará integram nova composição da Adepol BR; entidade defende prisão em 2ª instância

Dois delegados de Polícia Civil do Ceará vão integrar a Associação dos Delegados de Polícia do Brasil (Adepol BR). Gustavo Pernambuco (foto) será 1º diretor redator, e, Diego Barreto, suplente no Conselho Fiscal. A Adepol BR representa a categoria nacionalmente, e junto ao STF. A entidade tem como uma das pauta a defesa da prisão em 2ª Instância, em debate no Congresso.

  -  

Com licença de Domingos Neto, Eduardo Bismarck assume coordenação da bancada federal cearense

Com a licença do deputado Domingos Neto (PSD) para tratar de articulações eleitorais, o deputado Eduardo Bismarck (PDT) assumiu hoje (17) a liderança da bancada cearense no Congresso. Ele deve ficar até o fim do ano na coordenação da bancada, quando haverá uma nova eleição entre os representantes cearenses para decidir outra liderança.

  -  

Alcolumbre promete urgência na aprovação do auxílio emergencial, diz Camilo

O presidente me garantiu que o Senado vota o projeto ainda hoje e manda para publicação imediata no Diário Oficial, para que possa entrar em vigor o mais rápido possível. Pelo projeto, as mães que são chefes de família podem receber até duas cotas do auxílio, totalizando R$ 1,2 mil.

Camilo Santana, governador (PT), sobre a votação, no Senado, do projeto que cria o auxílio emergencial de R$ 600 por três meses para pessoas que estão com renda comprometida, por causa do coronavírus.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Cearense, secretário do Tesouro Nacional se destaca no diálogo político com o Congresso Nacional

Ponderado e resolutivo, o secretário do Tesouro Nacional, cearense Mansueto Almeida, tem se destacado na articulação política de medidas econômicas. Ele tem canal direto com parlamentares no Congresso Nacional, inclusive com Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre, os que mandam na pauta, para fazer avançar projetos.

Foto: Helene Santos
  -  

Maioria dos parlamentares cearenses a favor do aumento do Fundo Eleitoral

Os congressistas derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro que permitia aumentar o fundo eleitoral. O valor será estipulado na Lei Orçamentária Anual 2020 e pode chegar a R$ 4 bilhões. Cid Gomes (PDT) e Tasso Jereissati (PSDB) votaram pela derrubada, enquanto Eduardo Girão (Pode) se posicionou a favor do veto. Entre os deputados federais, apenas Capitão Wagner (PROS), Roberto Pessoa (PSDB) e Célio Studart (PV) mantiveram o veto.

 

Foto: Agência Senado
  -  

Encontro de vereadores com bancada federal cearense sobre inspeção predial é adiado

O encontro da Comissão de Acompanhamento de Inspeção Predial da Câmara de Fortaleza com a bancada federal cearense, em Brasília, previsto para hoje (26), foi adiado para a próxima terça (3) devido a atrasos de voos para a capital federal. Os vereadores tentam viabilizar um financiamento específico junto a instituições financeiras para os condomínios fazerem reparos estruturais.

Foto: Divulgação
  -  

Vereadores de Fortaleza vão a Brasília discutir proposta sobre inspeção predial

A Comissão de Acompanhamento de Inspeção Predial da Câmara de Fortaleza vai a Brasília, no dia 26 de novembro, articular apoio junto à bancada federal cearense. A expectativa, segundo o presidente da Casa, Antônio Henrique, é viabilizar um financiamento específico para reparos estruturais junto a instituições financeiras.

Foto: Divulgação
  -  

Relatório do Orçamento da União 2020 será finalizado neste mês, informa Domingos Neto

O relator da Lei Orçamentária Anual 2020, deputado cearense Domingos Neto (PSD), informa que a proposta será finalizada na próxima semana. Ele aguarda o governo enviar “mensagem modificativa” ao texto depois da realização do leilão do pré-sal. O parlamentar espera um maior volume de investimentos, com novas receitas.

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
  -  

Proposta de extinção de municípios divide opinião dos cearenses

A proposta do governo de extinguir municípios sem capacidade financeira mal chegou ao Congresso e já tem dividido a opinião da bancada cearense. O deputado Roberto Pessoa (PSDB) criticou a medida e saiu em defesa dos municípios, enquanto que Dr. Jaziel (PL) alegou que alguns municípios pequenos “criam um peso para o país”.

  -  

Mauro Filho denuncia “fim do Fundeb” em PEC econômica do governo

Em discurso no Plenário ontem (5), o deputado federal Mauro Filho (PDT) fez críticas a uma das propostas emendas constitucionais que foram encaminhadas pelo governo ao Congresso. Segundo ele, existe um artigo que pode eliminar o Fundeb em 2021. “Precisamos ficar em alerta para não regredir, acabando com passos fundamentais para o desenvolvimento da educação”, ressaltou.

Foto: José Leomar
  -  

Deputados federais cearenses já divergem sobre pacote econômico do governo Bolsonaro

Ao passo que o presidente Jair Bolsonaro entregava ao Congresso Nacional, o pacote de medidas econômicas do governo, com o objetivo de aliviar as contas públicas, deputados cearenses, já divergiam sobre o assunto. Heitor Freire (PSL) defende as novas medidas, enquanto Idilvan Alencar (PDT) critica a proposta de derrubar gastos com Saúde e Educação.

Foto: Roque de Sá/Agênciia Senado
  -  

Com a presença de cearenses, bancadas de centro-esquerda buscam aproximação em Brasília

Parlamentares e lideranças de quatro partidos de centro-esquerda – PDT, PV, PSB e Rede – se reuniram na noite de terça (29), em Brasília. Quatro cearenses participaram do encontro: Cid e Ciro Gomes, além de André Figueiredo, do PDT, e Célio Studart, do PV. Na pauta, questões nacionais, mas também uma aproximação que mira um horizonte eleitoral. Foi a primeira reunião formal do grupo da qual participou o PV. A próxima deve ocorrer em dezembro.

  -  

Após vazamento de áudios, deputado cearense quer punição a parlamentares que gravarem sem permissão

Após divulgação de áudios de gravações que vieram à tona na crise do PSL, o deputado federal cearense Domingos Neto (PSD) trabalha em um projeto para que o Câmara possa punir parlamentares que se utilizarem do artifício sem o conhecimento de quem está falando. Domingos vai tratar do assunto neste sábado com Rodrigo Maia (DEM), o presidente da Casa.

  -  

Coordenador da bancada acredita em consenso nas emendas; reunião com Camilo é amanhã

Coordenador da bancada cearense no Congresso Nacional, o deputado Domingos Neto (PSD) acredita na formação de um consenso amanhã (14) na reunião dos parlamentares com o governador Camilo Santana sobre as emendas de bancada. São R$ 248 milhões em jogo. Domingos quer manter a metade com o Estado, mas os parlamentares indicando a prioridade.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

André Costa quer que Congresso Nacional aprove lei bloqueando sinal de celular nos presídios

O secretário de segurança do Estado, André Costa, defende a aprovação de um projeto de lei no Congresso Nacional que determine o bloqueio do sinal de celular nos presídios do País. A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou em 2016 uma lei semelhante para os presídios cearenses, mas foi derrubada pelo STF.

  -  

Emendas: líder da bancada diz que acordo está perto e que deputados querem mais diálogo com o governo

Coordenador da Bancada Cearense no Congresso, o deputado Domingos Neto (PSD) diz que está próximo um acordo para a destinação dos recursos das emendas de bancada. A reunião com o governador na terça (15) é para aparar as arestas. A ideia do governo é sensibilizar para a necessidade de recursos para construção do hospital universitário.

  -  

Governador vai a Brasília tentar acalmar os ânimos e resolver impasse sobre emendas

Na próxima terça (15), o governador Camilo Santana (PT) vai, pessoalmente, à reunião da bancada cearense em Brasília desatar os nós das emendas de bancada, que têm gerado divergências. O impasse é se o valor de R$ 248 milhões será reteado entre os 25 parlamentares ou se dividido a metade com o Estado, tese do governador. Há insatisfação na base.

Foto: Natinho Rodrigues