“Pesquisadores podem ficar tranquilos”, diz assessor do governo sobre pagamento de bolsas do CNPQ

Essa situação foi normalizada, os recursos foram liberados e com as bolsas de CNPQ não deve haver problema até o fim do ano. Houve uma complementação de R$ 330 milhões. Os pesquisadores podem ficam tranquilos que não vão sofrer nenhum tipo de redução

Aristides Pavani, assessor especial do Ministério da Ciência e Tecnologia, sobre o bloqueio de verbas federais nas universidades.

Foto: Saulo Roberto

Deputado cearense critica corte de bolsas no CNPq

“O país sem pesquisa é um país sem futuro. Estou tentando buscar uma solução”.

Em audiência pública, nesta quarta (28), o deputado cearense Idilvan Alencar (PDT) criticou a suspensão de mais de 4 mil bolsas de estudo no CNPq. O órgão tem, atualmente, um déficit de R$ 330 milhões.