Foto: Ricardo Mota

Ministério Público dá parecer contrário a novo habeas corpus do ex-presidente da Câmara de Maracanaú

A Procuradoria Geral de Justiça do Ceará deu parecer contrário ao pedido de habeas corpus em favor do ex-presidente da Câmara de Maracanaú, Carlos Alberto Gomes de Matos. O TJCE deve avaliar o parecer na quarta (11). O STJ já negou pedido de soltura. O vereador foi denunciado por peculato, lavagem de dinheiro e associação criminosa.

Foto: Ricardo Mota

STJ nega habeas corpus a ex-presidente da Câmara Municipal de Maracanaú

O ministro Jorge Mussi, do STJ, negou pedido de habeas corpus da defesa do ex-presidente da Câmara Municipal de Maracanaú, Carlos Alberto Gomes de Matos Mota, no último 11 de novembro. O STJ reiterou que há “fundadas razões para ter como certa a capacidade de reiteração criminosa” e a possibilidade de interferência na investigação do Ministério Público.

Foto: Ricardo Mota

De cabelo raspado, presidente afastado da Câmara de Maracanaú está preso com outros vereadores

O presidente afastado da Câmara Municipal de Maracanaú, Carlos Alberto Gomes de Matos (DEM), está preso no Centro de Triagem e Observação Criminológica, em Aquiraz. Sem qualquer regalia. De uniforme e cabelo raspado. Segundo o seu advogado, José Raimundo, ele está bem e divide espaço com outros vereadores detidos.

Foto: Ricardo Mota

Presidente da Câmara Municipal de Maracanaú está preso em Fortaleza

Está preso na Delegacia de Capturas, em Fortaleza, o presidente da Câmara Municipal de Maracanaú, vereador Carlos Alberto Gomes de Matos Mota. Alvo de operação da Polícia Civil e do Ministério Público, ele se apresentou à Justiça na quarta (11). Segundo o advogado José Raimundo Andrade, ele passou por audiência de custódia e cumpre prisão preventiva.