Foto: Agência Brasil

“Não podemos permitir que surja uma enorme quantidade de analfabetos digitais”, diz Bernardinho

“A transformação já vinha acontecendo, mas a crise trouxe uma aceleração enorme. Não podemos permitir que surja uma enorme quantidade de analfabetos digitais, precisamos rapidamente incluí-los, seja com ferramentas básicas, seja com a chegada da tecnologia nos diferentes rincões”.

Ex-técnico da Seleção Brasileira de Vôlei, Bernardinho, no Seminário de Gestores Públicos.

Foto: CBV

“A coisa mais importante na crise é que seu time não deixe de acreditar em você”, diz Bernardinho

“Em muitos momentos de crise, eu não sabia exatamente o que fazer, o que iria dizer ao pessoal, você não tem fórmula mágica, mas a primeira coisa que os liderados querem de um líder é se sentirem amparados”

Ressaltou Bernardinho, ao lembrar sua experiência como técnico, durante o Seminário de Gestores Públicos.

“O que gera perpetuidade é a força da cultura daquele lugar”, diz Bernadinho, citando educação em Sobral

O ex-técnico Bernandinho, durante o Seminário de Gestores Públicos, fez um paralelo entre a gestão do esporte e a gestão pública e ressaltou a necessidade de um trabalho em prol da população e com sentimento conjunto de missão. Ele citou a educação em Sobral “que foi nossa primeira grande referência”, para exemplificar um bom resultado coletivo.