Foto: CMFOR

Câmara de Fortaleza aprova projeto de indicação para auxílio emergencial para profissionais da cultura

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou na sessão remota desta quinta-feira (2) o projeto de indicação da vereadora Larissa Gaspar (PT) que garante o pagamento de auxílio emergencial de R$ 600 mensais para profissionais do setor cultural da Capital. Caso a Prefeitura adote a medida, o texto pode voltar como mensagem do Governo para votação na Casa.

Foto: Junior Pio

Filha da deputada Augusta Brito recebeu indevidamente auxílio emergencial

A filha da deputada Augusta Brito (PCdoB), a estudante Eduarda Brito de Paula Rodrigues, de 21 anos, está na lista de beneficiários do auxílio emergencial do Governo Federal. Em nota, a deputada pediu desculpas em nome da filha a qual disse estar “profundamente arrependida“. “Para mim foi uma triste surpresa”, afirmou. O dinheiro foi devolvido integralmente.

Foto: Agência Brasil

MPF sugere desconto em folha para servidor que recebeu auxílio irregularmente

O MPF recomendou hoje, ao presidente do TCE, Valdomiro Távora, que o órgão determine o desconto no contracheque dos servidores que receberam indevidamente o auxílio emergencial de R$ 600,00 e que não fizerem a devolução através de Guia de Recolhimento da União (GRU) até o fechamento da folha de junho. O TCE tem 72h para se manifestar.

TRE-CE informa que negativa de auxílio para suplentes não é responsabilidade da Justiça Eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará explicou que a negativa de auxílio emergencial para suplentes não foi responsabilidade da Justiça Eleitoral. O Ministério da Cidadania havia realizado a consulta ao sites dos tribunais eleitorais, mas deve alterar as regras para não atribuir inelegibilidade aos eleitos suplentes, já que estes não exercem mandato.

Líder da Minoria quer convocar Onyx para explicar demora no pagamento do auxílio emergencial

O deputado federal José Guimarães (PT) protocolou requerimento nesta segunda-feira (4), no qual pede a convocação do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, para explicar a demora no pagamento do auxílio emergencial. O líder da Minoria na Câmara dos Deputados também solicitou, na semana passada, a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Foto: Agência Senado

Senado aprova ampliação do auxílio emergencial a trabalhadores; emenda de Tasso inclui taxistas

“Com essa ampliação, estamos atendendo os taxistas e outros trabalhadores que se encontram em situação difícil nesse momento de crise no Brasil”.

Senador Tasso Jereissati (PSDB), ao comentar aprovação no Senado da proposta que amplia a outras categorias o auxílio emergencial pago a trabalhadores informas na pandemia. O texto segue para sanção presidencial.

Foto: divulgação

Prefeitos pedem pagamento imediato de auxílio emergencial de R$ 600 às famílias de baixa renda

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) enviou,nesta segunda-feira (6), ofício ao presidente Jair Bolsonaro pedindo o pagamento imediato do auxílio emergencial de R$ 600 às famílias de baixa renda e a trabalhadores informais. Eles dizem que o Governo já tem à disposição os dados das pessoas cadastradas no CadÚnico e oferecem os dados dos cidadãos cadastrados em programas sociais municipais.

 

Coronavírus: Emenda de Tasso Jereissati estende auxílio emergencial de R$ 600 para taxistas

Os taxistas brasileiros também terão direito ao auxílio emergencial de R$ 600 aprovado no Congresso Nacional. O benefício para a categoria foi proposto pelo senador Tasso Jereissati (PSDB), por meio de emenda parlamentar. A emenda foi aprovada na tarde desta quarta durante sessão virtual no Senado.

Foto: Thiago Gadelha

Alcolumbre promete urgência na aprovação do auxílio emergencial, diz Camilo

O presidente me garantiu que o Senado vota o projeto ainda hoje e manda para publicação imediata no Diário Oficial, para que possa entrar em vigor o mais rápido possível. Pelo projeto, as mães que são chefes de família podem receber até duas cotas do auxílio, totalizando R$ 1,2 mil.

Camilo Santana, governador (PT), sobre a votação, no Senado, do projeto que cria o auxílio emergencial de R$ 600 por três meses para pessoas que estão com renda comprometida, por causa do coronavírus.