Concurso da Assembleia deve ocorrer em março de 2020, diz presidente da Casa

O presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto, prevê, para março, a realização do concurso da Casa, divulgado com exclusividade pelo Ponto Poder. O edital sai até dezembro. o Certame deve ter 100 vagas, 70 para nível superior, mais 30 de nível médio, distribuído em 18 áreas. Sarto comandou a sessão itinerante da Casa, hoje, em Juazeiro.

Juazeiro: Camilo cobra de secretário prazo menor para obra do Teleférico do Horto

O Teleférico do Horto do Padre Cícero terá investimento de R$ 70 milhões em parceria do Estado com o Governo Federal. O prazo de conclusão da obra é no segundo semestre de 2022. Ao assinar a ordem de serviço e observar o prazo, o governador disse ao secretário Quintino Vieira: “Isso tudo? Vamos encurtar esse prazo”.

Juazeiro: lideranças fazem fila para assinar ordem de serviço do Teleférico do Horto

Não será por falta de assinatura que o teleférico do Horto do Padre Cícero, em Juazeiro, deixará de ser inaugurado. Não precisa nem rezar! Nesta manhã, o governador Camilo Santana assinou a ordem de serviço da obra acompanhado de tanta gente que nem coube na foto. Cerca de 15 assinatura entre secretários, parlamentares, prefeito e vice-prefeito.

Em meio a reclamações de deputados, Dr. Cabeto se reúne com presidente da Assembleia

Após reunião com os prefeitos, ontem (5), o secretário de Saúde do Estado Dr. Cabeto se reúne hoje (6), à tarde, com o presidente da Assembleia, deputado José Sarto (PDT). Deputados têm reclamado com ele sobre dificuldades na indicação de emendas parlamentares para a Saúde. Sarto vai mediar esse diálogo com os deputados.

Foto: Divulgação

Estado mandará projeto à Assembleia para regulamentar Autoridade de Saúde

O Estado irá enviar, semana que vem, à Assembleia, um projeto de lei para regulamentar a autoridade de Saúde no Ceará. A matéria faz parte do plano de modernização a Saúde do Estado, apresentado pelo secretário de Saúde, Dr. Cabeto. A medida visa estabelecer ranking das unidades de saúde, públicas e privadas, para um melhor serviço.

Deputados reclamam de restrições do Dr. Cabeto em emendas na Saúde

Cinco deputados da base aliada se reuniram hoje (5), na Assembleia, para falar sobre as dificuldades na destinação de emendas ao Orçamento do Estado para Saúde. Segundo um parlamentar, eles estão começando a se “zangar” com as restrições do secretário de Saúde, Dr. Cabeto, para a escolha das emendas. O presidente da Assembleia, José Sarto (PDT), convidou Cabeto para uma reunião hoje.

Dra. Silvana e Apóstolo Luiz Henrique “correm” para votar contra projeto da Festa de Iemanjá

Chamou atenção na sessão de hoje (31), da Assembleia, o fato de os deputados Dra. Silvana (PL) e Apóstolo Luiz Henrique (PP) terem corrido, no meio da sessão, pra registarem voto contrário ao projeto de lei do deputado Elmano de Freitas (PT), para incluir a Festa de Iemanjá no calendário de eventos do Estado. A proposta foi aprovada.

Deputados reclamam de assédio do PSD a prefeitos e falam de suposta “venda” de emendas

Após reportagem no Diario do Nordeste da última terça (29) sobre o avanço do PSD no Estado, deputados do MDB, SD e do PDT reclamaram hoje (31) do “assédio” aos prefeitos aliados. Audic Mota (PSB), adversário de Domingos Filho, puxou o assunto. Ele e Danniel Oliveira (MDB) acusaram a suposta “venda” de emendas, em troca de filiação.

Edital de concurso da Assembleia deve ser lançado em novembro, diz Sarto

O presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), anunciou que o edital do concurso público para a Casa deve ser lançado em novembro. O projeto de resolução, que prevê a realização do concurso e reestruturação de cargos e carreiras da Casa, foi votado e aprovado hoje (31) em plenário.

Oposição na Assembleia entra na cobrança pela liberação de emendas parlamentares

Se os deputados da base aliada reclamam do atraso na liberação das suas emendas ao Orçamento do Estado, imagina quem é oposição. Heitor Ferrer (SD) mostrava à Fernanda Pessoa (PSDB), na Assembleia, a lista das emendas que ele encaminhou ao Governo do Estado desde 2015. Segundo ele, muitas ainda não foram pagas.