-  

Senadores não comparecem a reunião da bancada cearense

Os três senadores cearenses Cid Gomes (PDT), Tasso Jereissati (PSDB) e Eduardo Girão (PODE) não compareceram a segunda reunião da bancada federal para definir as emendas ao Orçamento. A única  mulher da bancada, deputada Luizianne Lins (PT), também esteve ausente nas negociações.

  -  

Deputados destinam emendas para a Saúde e atendem pedido do governador, diz Danilo Forte

Após discussão na Câmara, a bancada cearense atendeu ao pedido do governador Camilo Santana (PT), e destinou cerca de 90% da emenda parlamentar para custeio da Saúde no Ceará.  A informação é do deputado Danilo Forte (PSDB). Mais de R$ 100 milhões serão de administração direta do governo. Há também a verba enviada diretamente para as prefeituras.

  -  

Divisão de emendas provoca divergência entre deputados na bancada cearense

O clima é de divergência na bancada cearense para definição das emendas de bancada – recursos no Orçamento Federal para Estado e municípios – marcada para hoje (24). O governador Camilo quer metade da verba para Saúde, mas, principalmente, deputados da oposição estão resistentes. O coordenador da bancada, Genecias Noronha (SD), tenta convencê-los.

Foto: Carol Curvello
  -  

Moses Rodrigues quer direcionar R$ 5 mi em emenda para compras de vacinas no Ceará

O deputado federal Moses Rodrigues (MDB-CE) anunciou que pretende destinar R$ 5 milhões de sua cota nas emendas de bancada para a compra de vacinas contra a Covid-19 pelo Estado. Por falta de imunizantes, a campanha de vacinação havia sido suspensa, em Fortaleza, no último fim de semana. O Brasil tem sofrido com a falta de doses da vacina.

Foto: Câmara dos Deputados
  -  

Moses Rodrigues declara apoio à candidatura de Baleia Rossi à presidência da Câmara

O deputado federal Moses Rodrigues (MDB) declarou apoio à eleição de Baleia Rossi (MDB-SP) à presidência da Câmara. O cearense participou do lançamento da candidatura do indicado por Rodrigo Maia (DEM-RJ) nesta quarta-feira (6), em Brasília. “A Câmara precisa ser livre para que possamos manter viva a democracia”, disse. O bloco de apoio é formado por 11 partidos atualmente.

Foto: Reprodução
  -  

Lideradas por cearenses, bancadas da Oposição e da Minoria propõem programa emergencial de renda básica

José Guimarães (PT), líder da Minoria na Câmara, e André Figueiredo (PDT), líder da Oposição, protocolaram, em nome das bancadas, projeto que cria Programa de Renda Cidadã Emergencial. É proposto repasse de R$ 300 per capita, sendo pelo menos um salário mínimo por família em condição de vulnerabilidade social em períodos de emergência e de calamidade.

Abuso de autoridade
  -  

Comissão da Câmara Federal visita Instituto Auri Moura Costa; cearense participa da diligência

Deputados da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal devem visitar o Instituto Penal Feminino Auri Moura Costa nesta quinta-feira (5). A cearense Luizianne Lins (PT) é autora do requerimento à comissão, que também deve incluir diligências a presídios no Pará. Além da petista, participam da visita Helder Salomão (PT-ES) e Talíria Petrone (Psol-RJ).

  -  

Com novas emendas, proposta de mudanças na Previdência de Fortaleza retorna à Comissão Especial

Após reunião entre vereadores e membros de entidades sindicais, novas emendas foram apresentadas à proposta de mudanças na Previdência de Fortaleza. Com isso, a sessão extraordinária convocada para esta quarta-feira (3), que iria votar o texto em primeiro turno, foi levantada e a matéria retornou à Comissão Especial.

  -  

Análise: Sarto atende a queixas de trabalhadores e retira emendas que mudariam previdência

Após reunião com sindicatos, ontem (22), o prefeito José Sarto (PDT) anunciou que vai retirar de tramitação na Câmara Municipal os dois projetos de emenda à Lei Orgânica que alterariam a previdência dos servidores municipais. Um deles já havia sido aprovado, mas foi derrubado na Justiça. O recuo mostra que a discussão foi açodada. Leia análise de Inácio Aguiar.

  -  

Mais de 2 mil emendas apresentadas pelos deputados são aprovadas à LOA 2021 na Assembleia

Ao todo 2.423 emendas apresentados por deputados estaduais foram aprovadas à Lei Orçamentária Anual (LOA) do Estado de 2021, que deve ser votado, nesta quinta (17), na Assembleia Legislativa. Mais de R$ 6 milhões foram distribuídos entre os parlamentares. Eles destinaram boa parte dos recursos para obras de infraestrutura, rodovias e perfuração de poços.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Análise do Orçamento do Estado fica para última sessão do ano na próxima terça (22)

A base governista na Assembleia Legislativa adiou para a próxima terça (22) a análise do Orçamento Estadual 2021, de R$ 29,5 bilhões. Além disso, ficou para a última sessão do ano a análise de um dos projetos do Estado que buscam prorrogar o contrato de professores temporários. A expectativa é que o presidente Sarto faça balanço das atividades.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Câmara aprova orçamento de R$ 9 bilhões para o Município de Fortaleza em 2021

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta terça (16), em primeira discussão o projeto da LOA de 2021 da Capital com 412 emendas. Ainda nesta terça, foi convocada sessão extraordinária para votar a matéria em segunda discussão, para deixar para quinta apenas a redação final. A expectativa dos parlamentares é que o trabalho na Casa possa ser encerrado na quinta (17).

  -  

Câmara Municipal deve votar nesta quarta (16) Orçamento da Prefeitura de Fortaleza para 2021

A Câmara Municipal deve votar, nesta quarta (16), a Lei Orçamentária Anual de 2021 da Prefeitura de Fortaleza. Com o plenário ainda esvaziado, a matéria foi colocada na Ordem do Dia da Casa com a expectativa de que os vereadores da base governista que não estão presentes votem a partir de seus gabinetes. O Orçamento recebeu 470 emendas dos vereadores.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Cid cobra instalação da CPI da Covid-19 e ataca Bolsonaro: “inconsequente, irresponsável, despreparado”

O senador Cid Gomes (PDT) pediu, nesta terça-feira (2), urgência na instauração da CPI da Covid-19, que deve investigar irregularidades no combate à pandemia. Ele fez críticas ao presidente Jair Bolsonaro. “Esse presidente inconsequente, irresponsável, despreparado precisa ter um alerta para que não cometa mais tais absurdos e fique negando um mal que o mundo inteiro teme”, disse.

Foto: Senado
  -  

Eduardo Girão mobiliza senadores para ampliar CPI da Covid-19 aos estados e municípios

Em meio às articulações para a implantação da CPI da Covid-19, o senador Eduardo Girão (Podemos) tem buscado assinaturas de colegas para estender as investigações do colegiado, caso ele seja criado, também a estados e municípios. Até agora, os nove senadores do Podemos apoiaram a iniciativa. “Estamos querendo mais amplitude nessa investigação”, defende Girão.

  -  

Após aglomerações em visita de Bolsonaro ao Ceará, Tasso quer instalação da CPI da Covid-19 no Senado

O senador Tasso Jereissati (PSDB) disse ao jornalista Gerson Camarotti (G1) que cobrará do presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a instalação da CPI da Covid-19 no Senado. “Bolsonaro cometeu crime de responsabilidade ao mandar as pessoas à morte, estimulando aglomeração”, disse, após visita do presidente ao Ceará. Ao todo, 30 senadores assinaram o requerimento da CPI.

Foto: Moreira Mariz/Agência Senado
  -  

Comitiva de senadores se reúne com general Cunha Matos nesta sexta-feira

Os senadores Major Olímpio (PSL-SP), Eduardo Girão (Podemos) e Elmano Férrer (Podemos-PI) continuam no Ceará na tentativa de diálogo em meio a crise na Segurança. A comitiva participará de uma nova reunião às 14h desta sexta-feira (21) na 10ª Região Militar com o general Cunha Matos, que assumiu o comando do policiamento no Estado com a GLO.

  -  

Governador pede a deputados e senadores que “comprem” ideia do plano da Saúde

O governador Camilo Santana (PT) pediu, hoje, a um grupo de 11 deputados federais e dois senadores que “abracem a causa” da Plataforma de Modernização da Saúde, que está em discussão na Assembleia Legislativa. Segundo Camilo, a ideia é dar mais agilidade e eficiência ao atendimento para a população nas unidades. O encontro ocorreu em Brasília.

Foto: Carol Curvello
  -  

Governador reúne deputados federais para tratar do projeto de reestruturação da Saúde

O governador Camilo Santana (PT) e o secretário de Saúde, Dr. Cabeto, está reunido, neste momento, em Brasília, com um grupo de 12 deputados federais e dois senadores cearenses em busca de apoio ao projeto de reestruturação da Saúde Pública no Estado. A matéria está em discussão na Assembleia. O presidente da Casa, José Sarto, também participa.

  -  

Novo programa de emendas que permite transferências diretas entra na pauta da Assembleia

Está na pauta desta quinta-feira (4) na AL-CE a votação da mensagem que altera o Programa de Cooperação Federativa (PCF), pelo qual os deputados destinam emendas aos municípios. Entre as mudanças, a criação da “modalidade especial”, com transferência direta fundo a fundo sem necessidade de convênio. A operação seria chancelada por um Conselho Gestor.

  -  

Licença de petista abria caminho para posse do suplente, mas o parlamentar recuou

Uma das alternativas que viabilizaria a “engenharia política” para a posse de George Lima seria a licença do deputado Elmano Freitas (PT) pedida na semana passada. Na pauta do plenário da sessão desta quinta (4), o parlamentar petista recua do pedido de licença. Como são muitas costuras na mesma jogada, algo pode ter travado, temporariamente, a ideia.

Foto: José Leomar
  -  

Cúpula governista articula acordo para posse do 4º suplente de coligação na Assembleia

Está em curso, no grupo governista, uma engenharia política para possibilitar a posse do 4º suplente de deputado estadual da coligação PV-PT-PSB na Eleição 2018. Trata-se de George Lima (PV). A costura envolve licença de um deputado titular e a desistência de três suplentes. George atua no segmento de carros de luxo e teve 8,3 mil votos. O pedido vem do alto.

  -  

“Através de articulações e sensibilidade conseguimos um consenso”, diz vereadora sobre mudanças na Previdência

“Estamos há dias vivendo momento difíceis, em que está em jogo a vida dos servidores, mas, através de articulações sensibilidade conseguimos um consenso. Tenho certeza de que, daqui a pouco, teremos a finalização dessa situação. Tudo foi (…) pactuado com as frentes sindicais”.

Vereadora Enfermeira Ana Paula (PDT), sobre projeto com mudanças na Previdência dos servidores reapresentado pela Prefeitura.

Foto: Reprodução
  -  

Câmara de Fortaleza aprova proposta que autoriza vice-prefeito a ocupar cargo de secretário

Em sessão extraordinária, nesta quarta-feira (3), vereadores de Fortaleza aprovaram emenda que autoriza o vice-prefeito a acumular cargo de secretário ou de comissão da administração indireta, mas sem ser remunerado por isso. “Sendo a atribuição considerada missão especial”, define o texto. A aprovação abre caminho para que Élcio Batista (PSB) assuma a chefia do Iplanfor.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Após reunião com vereadores, entidades garantem avanços em negociação sobre reforma da Previdência

Após reunião com a Comissão Especial que analisa o projeto com mudanças na Previdência de Fortaleza, sindicatos dos servidores garantiram avanços nas negociações. Reajustes salariais, cinco anos a menos de tempo de serviços para professores se aposentarem e outros pontos devem ser mantidos. Licença prêmio, anuênios e outras regras serão discutidas na próxima semana.

  -  

Mudanças na Previdência de Fortaleza são aprovadas pela Comissão Especial; texto segue para o plenário

A Comissão Especial que avalia as primeiras mudanças na Previdência dos servidores da Capital aprovou o texto do projeto. O relator da matéria no colegiado, o vereador Gardel Rolim (PDT), que é o líder do prefeito, deu parecer favorável à proposta.  Guilherme Sampaio (PT) e Pedro Matos (Pros) votaram contra. Proposta, agora, deverá ser apreciada no plenário da Casa

Foto: José Leomar
  -  

Com críticas e recusa a emendas, Dr. Jaziel e Silvana têm se afastado do governador

A relação dos deputados Dr. Jaziel e Dra. Silvana, ambos do PL, com o Governo do Estado está estremecida. Publicamente, o Palácio da Abolição considera os dois da base aliada, mas a aliança é instável. Evangélicos e bolsonaristas, eles têm criticado o governador por decisões na pandemia e questões ideológicas. Jaziel não enviou emendas para o Governo.

Foto: José Leomar
  -  

Grupo de servidores faz novo ato em frente à Câmara de Fortaleza; Comissão recebe representantes

Um grupo de servidores realiza, na manhã desta quarta-feira (3), um novo ato em frente à Câmara Municipal de Fortaleza contra o projeto com mudanças na Previdência da Capital. Representantes da categoria foram recebidos pela Comissão Especial para tentar chegar a um consenso. Eles querem a retirada dos pontos que tratam sobre anuênios e licença prêmio.

  -  

“Que obrigação eu tenho de destinar dinheiro para hospital de Camilo?”, rebate Capitão Wagner sobre emendas de bancada

“Que obrigação eu tenho de destinar dinheiro para hospital de Camilo? Ele arrume o dinheiro e construa. Dos 9,6 milhões da emenda de bancada botei todo pra Saúde. Não sou contra a construção, mas nesse momento a prioridade não é cimento”.

Capitão Wagner (Pros), um dos 4 deputados federais cearenses que não destinou emendas de bancada para constrrução do hospital da Uece.

 

 

Foto: Divulgação