-  

Prefeito de Barbalha se defende de ação do MP Eleitoral: “Não existe fato nem pra multa”

Argemiro Sampaio negou as condutas apontadas pelo MP. Disse ter feito uma “mediação de conflito” na ocupação de um loteamento, que o material gráfico com suposta promoção da gestão presente em um kit entregue à população foi de iniciativa de um servidor e negou ter feito doação anunciada em uma “live”. “Houve um exagero, não existe fato nem pra multa”, se defendeu.

 

  -  

MP Eleitoral entra com ação contra prefeito de Barbalha por abuso de poder político e econômico

O Ministério Público Eleitoral entrou com ação contra o prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio (PSDB), e o vice, Ernandes Garcia (MDB), candidatos à reeleição, por abuso de poder político e econômico e uso indevido de meios de comunicação. A promotoria aponta atos ilegais de promoção da gestão e requer inelegibilidade por oito anos e cassação do registro de candidatura.

 

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Assista em tempo real ao PontoPoder Eleições

O programa PontoPoder Eleições desta sexta-feira (23) entrevista a candidata da UP à Prefeitura de Fortaleza, Paula Colares. A atração, que vai ao ar na TV Diário, às 21h55, também explica a obrigatoriedade do voto no Brasil no quadro “Descomplicando” e apresenta as propostas dos candidatos na Capital para a primeira infância.

 

  -  

Sarto Nogueira promete gerar 50 mil vagas de emprego por meio do programa Juventude Digital

Em reunião sobre políticas públicas voltadas à juventude no comitê de campanha, Sarto Nogueira (PDT), candidato a prefeito, defendeu a criação do programa Juventude Digital. “A ideia é gerar, em quatro anos, 50 mil novos empregos na área de tecnologia, da informação e da inovação”, disse. Este foi o primeiro ato de campanha presencial do pedetista após receber resultado negativo para Covid-19.

  -  

“Assuma seus atos”, diz Camilo a Capitão Wagner sobre motim da PM no Ceará

“Fake News? As imagens de seus discursos inflamados para os grupos de encapuzados e amotinados? Sua luta pública para dar anistia aos envolvidos nos atos criminosos do motim contra a população? Capitão Wagner, se não se arrepende do que fez, pelo menos assuma os seus atos”

Camilo Santana, no Twitter, nesta terça (20), após rebater uma das afirmações do site de Capitão Wagner que considera “fakenews” a fala do governador que aponta o candidato como líder do motim da PM.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Carreata com mulheres seminuas causa polêmica em Sobral

Chamou atenção na carreata do candidato a prefeito de Sobral, Oscar Rodrigues (MDB), na manhã deste domingo (18), a presença de duas mulheres seminuas. Se exibindo janela fora de um carro dirigido por um motorista usando capacete, elas usavam apenas uma pintura corporal. O Ministério Público disse estar “analisando as imagens”.

  -  

Em meio a aglomerações. Justiça determina que candidatos cumpram protocolo sanitário no Sertão Central

A Justiça Eleitoral determinou, na última segunda (12), o cumprimento das regras sanitárias para prevenção da Covid-19 pelos candidatos a prefeito dos municípios de Quixadá, Choró, Banabuiú e Ibaretama, no Sertão Central. A medida foi acatada após pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) no momento em que aglomerações se multiplicam no Interior.

  -  

MP ingressa com representação contra partidos de Juazeiro do Norte por violação de normas sanitárias

O Ministério Público Eleitoral ingressou com uma representação contra partidos e coligações em Juazeiro do Norte por propaganda irregular e violação às normas sanitárias de combate à pandemia da Covid-19. A Promotoria sugere a aplicação de multa no valor de R$ 5 mil em caso de atos de campanha tendentes a aglomerar o público de maneira descontrolada.

Foto: Toni Sousa
  -  

Polícia Federal simula fiscalização de ilegalidades nas eleições com uso de drones

A Polícia Federal vai testar na manhã de terça-feira (27) drones que serão utilizados na fiscalização das eleições municipais do Ceará. Os equipamentos devem servir para impedir práticas ilegais e registrar irregularidades no dia da votação. De acordo com a PF, os equipamentos têm zoom capaz de identificar atividades suspeitas e placas de carro com nitidez.

Foto: Divulgação/PF
  -  

Em primeiro ato público após se recuperar da Covid-19, Camilo volta a criticar Capitão Wagner

Em sua primeira aparição pública após se recuperar da Covid-19, o governador Camilo Santana (PT) reforçou críticas ao candidato do Pros, Capitão Wagner. “Ele andou dizendo que eu só estava falando nas redes, mas quero dizer em bom tom: que ele assuma a responsabilidade enquanto um dos líderes dos motins que desestabilizaram a segurança e geraram pânico à população”.

Foto: José Leomar
  -  

PontoPoder Cafezinho: Podcast entrevista candidato Samuel Braga

O podcast PontoPoder Cafezinho iniciou, nesta segunda-feira (26), ciclo de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza. O primeiro entrevistado foi Samuel Braga (Patriota). O conteúdo é feito em parceria com a Verdinha AM 810. As entrevistas serão divulgadas de segunda à sexta. Confira aqui:

  -  

Candidatos à Prefeitura de Fortaleza assinam documento que estabelece 30 compromissos pela criança e pela adolescência

Cinco candidatos à Prefeitura de Fortaleza e dois vices marcaram presença no Ministério Público Estadual, nesta segunda (26), para assinatura do documento “30 compromissos pela criança e pela adolescência“. O texto aponta políticas públicas na questão social, educação, saúde, família, entre outras áreas, que devem ser prioridade na gestão municipal.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Fim de semana tem troca de farpas entre chapas do PDT e do PT em Fortaleza

Após veiculação de inserção da coligação liderada por Sarto Nogueira (PDT) listando avaliações negativas sobre a gestão da ex-prefeita Luizianne Lins (PT), a chapa petista reagiu. “Uma campanha sem propostas reais. As pessoas esperam ser cuidadas pelo poder público e não ataques mentirosos”, disse Luizianne nas redes sociais.

Foto: Isanelle Nascimento/Agência Diário
  -  

Filiado ao PP, deputado Apóstolo Luiz Henrique anuncia apoio a candidatura de Capitão Wagner

O deputado estadual Apóstolo Luiz Henrique (PP) anunciou apoio à candidatura de Capitão Wagner (Pros) para a Prefeitura de Fortaleza. O PP, partido de Luiz Henrique, integra a coligação de Sarto Nogueira (PDT). O parlamentar, segundo sua assessoria, comunicou a decisão ao partido, que compreendeu a posição. Apóstolo é líder de uma igreja na Capital.

Foto: José Leomar
  -  

Capitão Wagner diz que vai revogar Lei dos Alvarás e tornar taxa definitiva, mas precisará de apoio na Câmara

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), fez uma caminhada, nesta segunda (26), pela Granja Portugal. Ele disse que uma de suas primeiras medidas em uma futura gestão será revogar a Lei dos alvarás, que hoje é pago anualmente, e tornar a taxa definitiva. Para isso, precisará de apoio da Câmara, formada hoje por maioria governista.

  -  

Capitão Wagner quer “flexibilizar” regularização de empresas em Fortaleza e criar conselho econômico

Em visita à Granja Portugal, o candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) disse que quer “flexibilizar” a regularização de empresas e estabelecer novas regras para a abertura de negócios. Questionado sobre as medidas, Wagner disse que vai criar um conselho econômico no gabinete para discutir medidas com o setor produtivo.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

PontoPoder Análise: MP investiga candidatos ‘fake’

Apesar do esforço em promover mudanças para equilibrar a disputa, há uma estrutura política que se ocupa em burlar as regras com o objetivo de se perpetuar no poder. Alguns destes casos, inclusive, consistem em candidaturas fantasmas e outros apenas com o objetivo de liberar recursos do fundo eleitoral. Leia aqui.

  -  

Prazo para substituir candidatos a prefeito e vereador termina hoje

Partidos têm até o fim desta segunda-feira (26) para substituir candidatos a prefeito e vereador. Podem ser trocados aqueles considerados inelegíveis, além de quem renunciou ou faleceu após o termo final do prazo ou, ainda, tiver seu registro indeferido ou cancelado. A exceção são os falecimentos, em que a substituição poderá ser feita após essa data.

Foto: Fabiane de Paula