Foto: José Leomar

“Desconhecimento ou má fé”, diz Camilo sobre críticas à adesão do Ceará às escolas cívico-militares

O governador Camilo Santana rebateu críticas após a adesão do Estado ao projeto das escolas cívico-militares do governo federal. Segundo Camilo, não se trata de adesão a um “modelo de educação”, mas sim a recursos para construção de duas unidades de ensino. Quem propaga a informação, diz ele, “ou desconhece a educação do Estado ou age de má fé”.