-  

Decano do STF libera ação contra Aníbal Gomes para julgamento na Segunda Turma

O decano do STF, Celso de Mello, liberou para julgamento uma ação penal aberta contra o deputado cearense Aníbal Gomes (DEM) no âmbito da Lava Jato. Ainda não há data marcada para a Segunda Turma decidir se absolve ou se condena Aníbal. O parlamentar declarou esperar que o julgamento seja marcado rapidamente. “Tenho a consciência da minha inocência”.

  -  

“Eu tô louco que julgue”, diz Aníbal sobre ação no STF

“Eu tô louco que julgue porque é ruim a gente saber que é inocente, ter consciência, e ficar nessa dependência. Eu quero que julgue o mais rápido possível”, afirmou o deputado federal Aníbal Gomes (DEM) ao PontoPoder. A fala diz respeito à liberação para julgamento, no STF, da acusação que envolve suposto favorecimento político na Petrobras.

Foto: fortaleza, 01 de janeiro de 2019- posse do governador camilo santana, na assembleia legislativa do ceara assumi o seu segudo mandato no governo do ceara. deputado federal anibal ferreira GOMES.
  -  

Operação da Polícia Federal investiga propina de R$ 25 milhões para campanhas eleitorais

A Polícia Federal deflagrou um desdobramento da Operação Lava Jato Eleitoral, inclusive no Ceará. Os agente cumprem 17 mandados de busca e apreensão em Fortaleza, Salvador e São Paulo. A ação busca elementos para investigação de desvio de recursos para campanhas eleitorais, totalizando um montante de R$ 25 milhões. A PF não citou nomes e, por determinação judicial, não dará entrevista coletiva sobre o assunto.

  -  

Em ‘live’ com empresários cearenses, Moro diz que decisões da Lava Jato tiveram base “na lei e nas provas”

Convidado da transmissão ao vivo de hoje (13) do Lide Ceará, o ex-ministro e ex-juiz Sérgio Moro respondeu sobre a retirada da delação de Antônio Palocci do processo contra Lula e sobre o julgamento do pedido de suspeição que o Supremo deve analisar até outubro. Moro negou intenções políticas na operação. “Decidi a Lava Jato com base na lei e nas provas”, garantiu.

  -  

Lewandowski reafirma defesa de tese que pode anular decisões da Lava Jato

“Na medida em que não se dá a oportunidade do delatado falar depois do delator, está se ferindo um valor importante da Constituição: o direito à ampla defesa e ao contraditório”, disse o ministro Ricardo Lewandowski, sobre decisão do STF que pode afetar condenados da Lava Jato.

Ele participa hoje (4) do I Seminário de Direito Constitucional, na AL-CE.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), testa positivo para Covid-19 e cumpre isolamento

O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou, na noite desta terça-feira (13), que o ministro Dias Toffoli está com Covid-19. A Corte informou que ele apresentou sintomas leves e está cumprindo isolamento em casa. O tribunal comunicou, ainda, que Toffoli participará da sessão dessa quarta-feira (14).

Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF
  -  

STF: Kassio Nunes tem “as digitais do Centrão”, afirma Eduardo Girão

O senador Eduardo Girão (Podemos) criticou a escolha do desembargador Kassio Nunes para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Ao que tudo indica, tal indicação parece mesmo ter as digitais do Centrão”. O parlamentar disse que esperava que o indicado do presidente Jair Bolsonaro tivesse um perfil mais conservador. A indicação ao STF deve ser votada no Senado.

  -  

Cassação: decisões judiciais geram impasse sobre volta de Flanky Chaves à Prefeitura de Pacajus

O ex-prefeito de Pacajus, Flanky Chaves (PP), pode retornar ao cargo, após ser cassado em julho de 2018. Decisão do ministro do STJ, Napoleão Nunes Maia, suspendeu a cassação do ex-prefeito. Mo mesmo dia, decisão do STF havia negado a reintegração de Chaves ao cargo. Assessoria da atual gestão afirmou que não foi informada da decisão do STJ. 

  -  

Após troca de farpas entre Camilo e Capitão Wagner, Eduardo Girão critica governador

“O Ceará detém o vergonhoso título de campeão de mortes violentas. O governador diz que o aumento de assassinatos não é responsabilidade dele. Em quem ele vai colocar a culpa por sermos também o campeão mundial de mortes por milhão da Covid-19?”

Senador Eduardo Girão (Podemos), no Twitter, nesta terça-feira, criticando o governador Camilo Santana (PT) após o gestor trocar farpas com Capitão Wagner (Pros).

Senador Eduardo Gião
Foto: Pedro França/Agência Senado
  -  

“Votei nele e tenho orgulho de ter apoiado”, afirma Heitor Freire sobre ruptura com Bolsonaro

“Eu sou um apoiador de Jair Bolsonaro. Votei nele e tenho orgulho de ter apoiado. (…) Ele mesmo disse que não estava apoiando ninguém. E, até mesmo quando ele citou Fortaleza, disse ‘ah, tem um capitão lá’. O Capitão (também) não utiliza o nome dele”.

Heitor Freire (PSL), em entrevista ao PontoPoder Eleições, falou da relação com o presidente Jair Bolsonaro e aproveitou para minimizar o apoio dele a Capitão Wagner.

Foto: Kid Júnior
  -  

Heitor Freire propõe oferecimento de crédito como ajuda financeira para pequenos negócios

Entrevistado pelo PontoPoder Eleições, Heitor Freire (PSL) detalhou o programa “Fortaleza agora vai”, em que pretende fornecer ajuda financeira para pequenos negócios. “Vai ajudar o comerciante a ter dinheiro no bolso”, ressaltou. Ele sustentou que a arrecadação do Município fornece verba suficiente, mas acrescentou que pretende diminuir impostos municipais.

Foto: Kid Júnior
  -  

Assista na íntegra ao PontoPoder Eleições desta terça (20)

O programa PontoPoder Eleições desta terça-feira (20) vai levar ao ar o quadro “O eleitor é quem manda”, além do dia de campanha dos candidatos na Capital, destaque dos embates na campanha na plataforma PontoPoder, e a entrevista com o candidato à Prefeitura de Fortaleza, Heitor Freire (PSL).

 

  -  

Entrevistado do PontoPoder Eleições, Heitor Freire associa indecisão à “decepção” do eleitor com a política

Heitor Freire (PSL) associou o alto número de eleitores ainda indecisos quanto ao voto em novembro à decepção com a atual política. “O fortalezense está muito decepcionado”. Freire é o entrevistado desta terça (20) do PontoPoder Eleições, a partir das 21h55. O candidato aproveitou para ressaltar que  “é o único candidato conservador” em Fortaleza.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Em site de campanha lançado nesta terça, Capitão Wagner (Pros) nega liderar motim no Ceará

Em site lançado nesta terça-feira (20), Capitão Wagner (Pros) rebateu posição do governador sobre a participação dele no motim da PM. Na semana passada, o governador afirmou que o ex-capitão liderou a paralisação. “Capitão Wagner não tinha nenhum motivo para desejar uma paralisação de policiais, especialmente em ano eleitoral”, diz a nota do site.

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
  -  

“Quando os índices de violência caem, mérito dele. Quando sobem, culpa dos outros”, responde Wagner a críticas do governador

“Interessante o governador falar em assumir. Quando os índices de violência caem, mérito dele. Quando sobem, culpa dos outros. E o Ceará segue no topo do ranking da violência. Ele não dialogou. O cacique do seu grupo jogou uma retroescavadeira nas pessoas. No meu mandato, vamos escutar todos”

Capitão Wagner (Pros), comentou no Twitter, crítica do governador Camilo Santana (PT) sobre a participação do candidato no motim da Polícia Militar neste ano.

  -  

Aglomerações de campanha: Justiça Eleitoral multa candidatos em R$ 100 mil em Viçosa do Ceará

Em Viçosa do Ceará, dois candidatos a Prefeitura foram multados em R$ 100 mil por não descumprimento das regras sanitárias. Divaldo Soares (PDT) e Zé Firmino (MDB) foram denunciados pelo Ministério Público Eleitoral após promoverem aglomerações em atos de campanha. Além da multa, a Justiça determinou nova penalidade de R$ 250 mil em caso de reincidência.

  -  

“Assuma seus atos”, diz Camilo a Capitão Wagner sobre motim da PM no Ceará

“Fake News? As imagens de seus discursos inflamados para os grupos de encapuzados e amotinados? Sua luta pública para dar anistia aos envolvidos nos atos criminosos do motim contra a população? Capitão Wagner, se não se arrepende do que fez, pelo menos assuma os seus atos”

Camilo Santana, no Twitter, nesta terça (20), após rebater uma das afirmações do site de Capitão Wagner que considera “fakenews” a fala do governador que aponta o candidato como líder do motim da PM.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Capitão Wagner lança site para desmentir “fake news” contra a campanha dele à Prefeitura

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), lançou, nesta terça-feira (20), um site que promete desmentir informação falsa atrelada à candidatura dele. “Nada melhor que a verdade para combater o ódio e a mentira”, diz nota da assessoria do deputado federal.

Foto: Thiago Gadelha