-  

Capitão Wagner diz que, se eleito, espera parceria do governador Camilo Santana

Enquanto PT e PDT buscam se aproximar da imagem do governador Camilo Santana (PT), o candidato do Pros, Capitão Wagner, disse que espera do petista parceria, caso seja eleito. “Ele tem que demonstrar que é estadista e ajudar, seja quem for o prefeito”, disse. Wagner disse ainda que a relação que tem com o governador não é de “animosidade“.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Capitão Wagner diz que vai revogar Lei dos Alvarás e tornar taxa definitiva, mas precisará de apoio na Câmara

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), fez uma caminhada, nesta segunda (26), pela Granja Portugal. Ele disse que uma de suas primeiras medidas em uma futura gestão será revogar a Lei dos alvarás, que hoje é pago anualmente, e tornar a taxa definitiva. Para isso, precisará de apoio da Câmara, formada hoje por maioria governista.

  -  

Capitão Wagner quer “flexibilizar” regularização de empresas em Fortaleza e criar conselho econômico

Em visita à Granja Portugal, o candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) disse que quer “flexibilizar” a regularização de empresas e estabelecer novas regras para a abertura de negócios. Questionado sobre as medidas, Wagner disse que vai criar um conselho econômico no gabinete para discutir medidas com o setor produtivo.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Em caminhada na Varjota, Heitor Freire propõe incentivo a pequenos comerciantes

Heitor Freire (PSL) participou de caminhada no bairro Varjota neste domingo (25). O candidato defendeu o incentivo a pequenos negócios na região, principalmente aqueles ligados ao polo gastronômico do bairro. “Temos que valorizar e pensar também nos menores, nas pequenas lanchonetes e quiosques nas esquinas, no vendedor de espetinho”, disse.

  -  

Filiado ao PP, deputado Apóstolo Luiz Henrique anuncia apoio a candidatura de Capitão Wagner

O deputado estadual Apóstolo Luiz Henrique (PP) anunciou apoio à candidatura de Capitão Wagner (Pros) para a Prefeitura de Fortaleza. O PP, partido de Luiz Henrique, integra a coligação de Sarto Nogueira (PDT). O parlamentar, segundo sua assessoria, comunicou a decisão ao partido, que compreendeu a posição. Apóstolo é líder de uma igreja na Capital.

Foto: José Leomar
  -  

Justiça Eleitoral suspende propaganda de Sarto que acusa Capitão Wagner de participação em “motim da PM”

A Justiça Eleitoral suspendeu a propaganda da coligação de Sarto Nogueira (PDT) em que Capitão Wagner (Pros) é acusado de participação em “motim de um grupo de policias”. A decisão que determina a suspensão da peça publicitária ocorreu após pedido da coligação de Wagner, que alegou que a propaganda é “ofensiva à honra do seu candidato”.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Capitão Wagner conversa com trabalhadores no Montese e promete revitalizar corredor comercial do bairro

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), ouviu demandas de trabalhadores da Avenida Gomes de Matos e prometeu revitalizar o comércio da área. “Temos a missão de fazer com que todos esses corredores possam gerar emprego, renda e fazer com que novas empresas sejam abertas aqui”, disse.

Foto: Divulgação
  -  

PontoPoder Cafezinho: Podcast entrevista candidato Samuel Braga

O podcast PontoPoder Cafezinho iniciou, nesta segunda-feira (26), ciclo de entrevistas com os candidatos à Prefeitura de Fortaleza. O primeiro entrevistado foi Samuel Braga (Patriota). O conteúdo é feito em parceria com a Verdinha AM 810. As entrevistas serão divulgadas de segunda à sexta. Confira aqui:

  -  

Candidatos à Prefeitura de Fortaleza assinam documento que estabelece 30 compromissos pela criança e pela adolescência

Cinco candidatos à Prefeitura de Fortaleza e dois vices marcaram presença no Ministério Público Estadual, nesta segunda (26), para assinatura do documento “30 compromissos pela criança e pela adolescência“. O texto aponta políticas públicas na questão social, educação, saúde, família, entre outras áreas, que devem ser prioridade na gestão municipal.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Prazo para substituir candidatos a prefeito e vereador termina hoje

Partidos têm até o fim desta segunda-feira (26) para substituir candidatos a prefeito e vereador. Podem ser trocados aqueles considerados inelegíveis, além de quem renunciou ou faleceu após o termo final do prazo ou, ainda, tiver seu registro indeferido ou cancelado. A exceção são os falecimentos, em que a substituição poderá ser feita após essa data.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Capitão Wagner apresenta plano de governo atualizado à Justiça Eleitoral

Capitão Wagner (Pros) apresentou novo plano de governo nessa quinta-feira (22) à Justiça Eleitoral. O texto tem 29 páginas e é dividido em “pactos“. O primeiro inclui saúde, educação e desenvolvimento; o segundo tem economia, inovação e emprego; o terceiro, meio ambiente, mobilidade e infraestrutura; e o quarto tem governança, transparência e participação.

Foto: José Leomar
  -  

Candidato Capitão Wagner (Pros) propõe criação de clínicas para hipertensos e diabéticos

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), propôs a criação de clínicas para hipertensos e diabéticos. “Além das clínicas, vamos garantir que não vai faltar medicamentos para estas doenças”, disse. O candidato participou, nesta quinta-feira (22), de uma reunião com agentes comunitários de saúde e agentes de endemias.

  -  

Geraldo Luciano e Marcos Holanda entram para a coordenação de campanha de Capitão Wagner

A coordenação de campanha de Capitão Wagner (Pros), que já tinha a frente o senador Eduardo Girão (Podemos), teve mais dois acréscimos. O ex-presidente do Banco do Nordeste, Marcos Holanda, e o executivo Geraldo Luciano assumiram como coordenadores estratégicos. Geraldo Luciano chegou, inclusive, a ser pré-candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo Novo.

  -  

Fim de semana tem troca de farpas entre chapas do PDT e do PT em Fortaleza

Após veiculação de inserção da coligação liderada por Sarto Nogueira (PDT) listando avaliações negativas sobre a gestão da ex-prefeita Luizianne Lins (PT), a chapa petista reagiu. “Uma campanha sem propostas reais. As pessoas esperam ser cuidadas pelo poder público e não ataques mentirosos”, disse Luizianne nas redes sociais.

Foto: Isanelle Nascimento/Agência Diário
  -  

PontoPoder Análise: MP investiga candidatos ‘fake’

Apesar do esforço em promover mudanças para equilibrar a disputa, há uma estrutura política que se ocupa em burlar as regras com o objetivo de se perpetuar no poder. Alguns destes casos, inclusive, consistem em candidaturas fantasmas e outros apenas com o objetivo de liberar recursos do fundo eleitoral. Leia aqui.

  -  

Em parceria com a Verdinha, PontoPoder inicia série de entrevistas no rádio e em podcast

Em parceria com a Verdinha AM 810, o PontoPoder iniciou, nesta segunda-feira (26), um ciclo de entrevistas com os candidatos a prefeito de Fortaleza no rádio. O primeiro entrevistado foi Samuel Braga (Patri). A conversa tem duração de 15 minutos e vai ao ar de segunda à sexta às 8h, na Verdinha. Os conteúdos estarão disponíveis também em Podcast. Confira a primeira entrevista:

  -  

Após questionamentos, Justiça Eleitoral libera candidatura de Arnon Bezerra à reeleição

O prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB), teve a sua candidatura liberada pela Justiça Eleitoral neste domingo (25), mesmo após questionamentos do Ministério Público e da oposição sobre a aptidão para a disputa. Eles pediam a impugnação da candidatura de Arnon sob a justificativa de que esse seria o terceiro mandato na mesma família.

  -  

Anízio Melo propõe criação de 12 restaurantes populares durante feijoada no Jardim Iracema

O candidato do PCdoB à prefeitura, Anízio Melo, participou de uma feijoada no bairro Jardim Iracema neste domingo (25). Ele defendeu a criação de 12 restaurantes com preços populares para pessoas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Investir na segurança alimentar, para o candidato, influencia na redução de desigualdades na cidade.

Foto: Divulgação
  -  

De volta a atos na rua, Sarto participa de carreata e afirma que não faz “críticas pessoais” a adversários

Sarto Nogueira (PDT) voltou a atos de campanha na rua neste domingo (25), após duas semanas em isolamento ao ser diagnosticado com Covid-19. Recuperado, ele participou de carreata percorrendo vários bairros da Capital. Ele negou que esteja atacando adversários, como têm alegado alguns candidatos. “Eu não faço crítica pessoal, faço um debate políticos”, diz.

  -  

Em carreata pelo Vicente Pinzon, Heitor Férrer defende pavimentação das ruas

O candidato Heitor Férrer (SD) participou de carreata no bairro Vicente Pinzon, neste domingo (25). No local, o candidato lançou como proposta o programa “Minha Rua Pavimentada”, prometendo colocar asfalto em todas as vias da cidade. Ele também conversou com moradores da comunidade dos Canos, no Mucuripe, ao percorrer as ruas da localidade.

Foto: Divulgação
  -  

Renato Roseno defende rearborização de Fortaleza a partir de matas nativas

Renato Roseno (Psol) participou de caminhada no bairro Guajiru, na manhã deste domingo (25). O candidato aproveitou para visitar a Floresta do Curió, onde defendeu a rearborização da cidade. “Iremos fazer a arborização a partir de matas nativas”, explicou. Além disso, ele reforçou a necessidade de investimento em saneamento básico na Capital.

  -  

Propagandas eleitorais dos principais candidatos são alvo de decisões judiciais

Capitão Wagner (Pros), Luizianne Lins (PT) e Sarto Nogueira (PDT) tiveram de retirar propagandas irregulares do ar após decisões judiciais. Todas as sentenças expõem como motivo do pedido de retirada o uso de informações duvidosas, capazes de confundir o eleitor. A coluna PontoPoder Análise traz detalhes sobre as decisões. Leia aqui.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Após ter candidatura indeferida, vereador Marcelo Lemos entra com recurso e segue com campanha

O vereador Marcelo Lemos (PSL) entrou com recurso na Justiça Eleitoral após ter a candidatura indeferida. O motivo da decisão foi a Lei da Ficha Limpa. O parlamentar não respondeu a um questionamento do Tribunal de Contas do Estado sobre o período que esteve a frente da Regional V, o que “não leva ao crime de improbidade administrativa”, acrescenta Lemos.

Foto: José Leomar