Tasso Jereissati aponta irresponsabilidade de pronunciamento de Bolsonaro

O senador Tasso Jereissati (PSDB) afirmou que orientações para uma flexibilização do isolamento “não devem ser levadas a sério” mesmo que “venham do presidente da República”, em uma referência ao pronunciamento de Bolsonaro. Tasso afirmou ainda que está “quase impossível” manter harmonia entre poderes  com o “comportamento beligerante” de Bolsonaro.

Foto: Camila Lima

Adail Júnior provoca oposição a pedir desculpas à população: “tem humildade pra isso?”

“(Eu falaria) ‘seguidores, me perdoem. Aquele negócio que falei da operação, o prefeito tinha razão. A verba não era federal. Não tinha nada que ter aquela operação’. (Se eu fosse da oposição) tinha humildade pra reconhecer, chegar nessa tribuna e pedir desculpa”

Adail Júnior (PDT) ao ironizar a oposição, após o TCU concluir não houve verba federal na compra de respiradores em Fortaleza.

Após impasse, lançamento de ato da oposição é adiado para segunda-feira (3)

O lançamento de um movimento puxado pela oposição denominado “campanha limpa” foi adiado para a próxima segunda-feira (3). O ato, puxado por membros da oposição, foi remarcado por conta dos protocolos sanitários que estão sendo cumpridos pela Assembleia, local para onde estava marcado o lançamento do ato.

Entusiasta da campanha, Heitor Férrer discute com a Presidência uma alternativa para o ato

O deputado Heitor Férrer (SD), um dos entusiastas da iniciativa de “campanhas limpas”, reconhece que o fato de não ter havido o controle do protocolo sanitário dificulta a realização do ato. Ele conversa com o presidente da Casa, Sarto Nogueira, sobre o assunto.

Apoiadores do presidente Bolsonaro marcam presença em convenção de Capitão Wagner

Parlamentares aliados e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro no Ceará, como os deputados estaduais André Fernandes (Republicanos) – que está temporariamente com o mandato suspenso – e Delegado Cavalcante (PSL) marcam presença na convenção do Pros, hoje (7), que oficializa a candidatura do deputado Capitao Wagner à Prefeitura de Fortaleza.

Foto: Agência Senado

“Acho que foi um tiro no pé”, diz Tasso sobre vetos do presidente Bolsonaro a novo marco legal do saneamento básico

“Acho que é um tiro no pé que o governo está dando, porque um projeto que estava sendo aplaudido, até com aplausos entusiasmados de boa parte da sociedade brasileira, vai virar uma polêmica inteiramente sem sentido. Foi uma extrema surpresa para mim.

Tasso Jereissati (PSDB) sobre vetos do presidente Jair Bolsonaro a lei que define o novo marco legal do saneamento básico.

Após ser cobrado por seguidor, presidente posta foto com camisa do Fortaleza

Após publicar foto com a camisa do Ceará Sporting Club, o presidente Jair Bolsonaro foi cobrado por seguidor: “Depois veste uma do Fortaleza, talkey?”, disse o usuário nos comentários da publicação do presidente. Em resposta, Bolsonaro enviou uma foto vestindo a camisa do Fortaleza Esporte Clube. “A pedido. Um abraço”, escreveu Bolsonaro.

Novo Plano Mansueto deve oferecer bônus para estados e municípios com boa gestão fiscal

“É um Plano que possa reestruturar de forma definitiva a questão fiscal dos estados e municípios. Não poderemos cair no mesmo erro do regime de recuperação fiscal que o Rio já entrou e não fez sua reestruturação”

Pontuou Mauro Filho, destacando que o RJ recebeu, desde 2017, R$ 52 bilhões da União. No novo Plano Mansueto, estados com boa gestão fiscal, como o Ceará, terão tratamento diferenciado, afirma.

Foto: José Leomar

Mauro Filho quer concluir parecer do novo Plano Mansueto em 30 dias na Câmara

Relator do novo Plano Mansueto, o deputado Mauro Filho (PDT) quer entregar, em 30 dias, o relatório sobre o plano, pronto para ser votado em Plenário. Segundo ele, serão feitos debates com governadores, secretários estaduais da Fazenda, especialistas e Tribunais de Contas para discutir a proposta. A meta é torná-lo mais rigoroso, com avaliações e multas já no primeiro ano.

Foto: José Leomar

PDT decide lançar José Sarto à disputa pela Prefeitura de Fortaleza

A dois dias da convenção partidária marcada para este sábado (12), o PDT bateu o martelo e decidiu lançar o deputado estadual José Sarto, presidente da Assembleia Legislativa, à disputa pela Prefeitura de Fortaleza. A decisão será anunciada em ‘live’ nas redes sociais na noite desta quinta-feira (10). A cúpula pedetista optou pelo mais experiente dentre cinco pré-candidatos.

Foto: Reprodução

“Tenho uma longa ligação histórica com toda a família Ferreira Gomes”, diz Tasso, em apoio a Ivo Gomes

“Tenho uma longa ligação histórica com toda a família Ferreira Gomes, a começar pelo Dr. José Euclides, por quem eu tinha um grande respeito e admiração”.

Disse o senador Tasso Jereissati (PSDB), ao declarar apoio à campanha de Ivo Gomes (PDT) em Sobral. Em vídeo exibido no evento, ele afirmou que o respeito e a admiração pelo patriarca da família se estende aos filhos.

Com presenças de autoridades, PDT oficializa candidatura de Ivo Gomes em Sobral

O PDT oficializou, nesta sexta-feira (11), a candidatura do prefeito Ivo Gomes e da vice-prefeita Christianne Coelho (PT) à reeleição em Sobral, num evento híbrido que contou com a presença de autoridades – virtual e presencialmente. Entre os que declararam apoio a Ivo, estão o senador Tasso Jereissati (PSDB), o governador Camilo Santana (PT), além do irmãos Cid e Ciro Gomes (PDT).

Capitão Wagner
Foto: Fabiane de Paula

Capitão Wagner busca apoio de outros partidos para eleição em Fortaleza e vai atrás de PSDB

O deputado Capitão Wagner (Pros) intensifica as conversas com lideranças de outros partidos, para fechar novas alianças e ganhar musculatura na disputa pela Prefeitura de Fortaleza. Nesta semana, ele diz que deve dialogar com o senador Tasso Jereissati, que comanda o PSDB no Ceará. A sigla tucana ainda não definiu os rumo na Capital.

Foto: Divulgação

Candidato do Patriota, Samuel Braga não tem bens declarados à Justiça Eleitoral

Dos três candidatos à Prefeitura de Fortaleza registrados até agora no Divulgacand, Samuel Braga (Patriota) é o único que não teve bens declarados na Justiça Eleitoral. Nem ele e nem a candidata a vice da chapa Roberlene Rodrigues (Patriota) têm bens registrados.

Foto: José Leomar

Sarto declara 1,5 mi em bens à Justiça Eleitoral

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Sarto Nogueira (PDT) declarou à Justiça Eleitoral R$ 1,5 milhão em bens. Na lista dos patrimônios que constam no Divulgacand, estão apartamentos e carros, além de aplicações em investimentos. Em 2018, na campanha para deputado estadual, Sarto declarou patrimônio de R$ 2,1 milhões, maior do que o atual.

Foto: José Leomar

Capitão Wagner declara patrimônio de R$ 1,2 mi à Justiça Eleitoral

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) declarou à Justiça Eleitoral um patrimônio de R$1,2 milhão. O valor está no sistema de divulgação de candidaturas (Divulgacand). O maior bem declarado por ele é um apartamento de R$ 380 mil. Na última eleição que disputou, em 2018, para deputado federal, Wagner declarou patrimônio menor, de R$ 908 mil.

Foto: José Leomar

Heitor Férrer tenta, sem sucesso, recuperar conta hackeada no Instagram

Candidato a prefeito de Fortaleza pelo Solidariedade, o deputado Heitor Férrer teve o perfil no Instagram invadido na terça-feira (15). Ele segue tentando recuperar a conta. “Estou nessa peleja. Foi hackeado, mudou a senha, o e-mail, está com um nome esquisito e outra foto. Entrei em contato com o Instagram e estou esperando”, lamentou o parlamentar.

 

Foto: Fabiane Paula

Suspensão de André Fernandes da Assembleia termina na próxima semana e ele retomará o mandato

A suspensão de 30 dias do deputado André Fernandes (Republicanos) da Assembleia Legislativa termina na próxima semana e ele poderá voltar às discussões e votações. O parlamentar foi processado por quebra de decoro por acusar um deputado de integrar facção criminosa. Resta saber se André continuará atendendo na calçada da Assembleia, ainda que não tenha sido proibido o acesso dele ao gabinete.

Foto: Fabiane de Paula

PTB Nacional proíbe alianças com partidos de esquerda, mas não há mudanças no Ceará

O PTB Nacional divulgou hoje, no site do partido, resolução que proíbe alianças com “partidos de esquerda”, dentro os quais estão, segundo a nota, DEM, PSDB, PT, Psol, PDT, PCdoB, REDE, PSB, PCB, PSTU e PCO. Fortaleza estaria inclusa nas proibições. O presidente estadual do PTB, Arnon Bezerra, diz que não recebeu orientações e as alianças seguem como estão.

Presidente estadual do PT, Conin será o coordenador de campanha de Luizianne Lins

O presidente do diretório estadual do PT, Antônio Filho, mais conhecido como ‘Conim’, assumiu a coordenação de campanha de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza. Indo para a quarta disputa na Capital, a ex-prefeita tem como vice Vladyson Viana, secretário de Finanças e Planejamento da Executiva Estadual petista. A campanha da ex-prefeita será petista de ponta a ponta.

Parlamentares do PT se reúnem com Luizianne Lins em sinal de união em torno de candidatura

Parlamentares petistas almoçaram, nesta sexta-feira (18), com Luizianne Lins (PT), que é o nome do partido na disputa pela Prefeitura de Fortaleza. A intenção é consolidar a união em torno da candidatura da ex-prefeita. Entre os presentes, alguns parlamentares que tentaram viabilizar, até o fim do prazo, uma aliança entre PT e PDT.

Justiça bloqueia bens de ex-prefeito e secretário da Prefeitura de Juazeiro do Norte

O ex-prefeito de Juazeiro, Raimundo Macêdo, o ‘Raimundão’, e o secretário de Meio Ambiente, Luiz Ivan Bezerra de Menezes, tiveram os bens bloqueados pela Justiça. A decisão também se estende à empresa Proex, responsável pela limpeza urbana, e atingiu cerca de R$ 2,1 mihões em bens. O Ministério Público do Ceará (MPCE) denunciou o caso após constatar irregularidade em decretos de emergência.

Foto: José Leomar

Fora da eleição, Nelson Martins é reintegrado ao Governo de Camilo Santana

Após se desincompatibilizar para colocar seu nome à disposição do governador Camilo Santana (PT) para a eleição em Fortaleza, o ex-assessor de Relações Institucionais do Governo Estadual Nelson Martins foi reintegrado ao cargo. Ele era apontado como um possível aglutinador de forças entre PT-PDT na Capital, mas não quis disputar por motivos pessoais.