-  

Após reunião com prefeitos, Camilo discute volta às aulas com Izolda e secretários

Após se reunir virtualmente com 130 prefeitos para tratar de volta híbrida às aulas, o governador Camilo Santana (PT) abordou o tema mais uma vez nesta quarta-feira (13). Ele se reuniu com a vice-governadora Izolda Cela (PDT) e os secretários da Casa Civil, Chagas Vieira, e da Educação, Eliana Estrela. “Tudo será feito com muita responsabilidade”, escreveu nas redes sociais.

Foto: Reprodução
  -  

Em reunião com prefeitos, Camilo Santana trata de volta às aulas e vacinação

O gov. Camilo Santana (PT) se reuniu virtualmente nesta terça (12) com 130 dos 184 prefeitos do Ceará. Além de apresentar o secretariado, ele pediu que os gestores comecem a se preparar para um retorno híbrido das aulas, ainda sem data definida. Os prefeitos também deverão se organizar para o início da vacinação, que também  não tem calendário divulgado.

Foto: Carlos Gibaja
  -  

Fortaleza já está pronta para voltar às aulas e aguarda aval de autoridades, diz prefeito eleito de Fortaleza

Fortaleza está preparada para voltar as aulas na rede municipal. Segundo Sarto Nogueira (PDT), um plano de contingenciamento já foi concluído, e o município aguarda o aval das autoridades sanitárias para o retorno híbrido – presencial e virtual. As escolas foram adaptadas para início imediato, e há licitação para compra de tablets.

Foto: Gustavo Pellizzon
  -  

Luizianne Lins propõe retomar conselhos escolares para discutir a reposição dos conteúdos

Em entrevista ao PontoPoder na Verdinha AM 810, Luizianne Lins afirmou que pretende retomar a atuação dos conselhos escolares para discutir a reposição dos conteúdos que não foram satisfatórios para os alunos da rede municipal em 2020. A petista também apontou a realização de aulas complementares para reduzir o prejuízo proporcionado pelo ensino remoto.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Ensino híbrido é ideia trabalhada para retorno das aulas, diz secretária da Educação do Estado

A secretária de Educação do Estado, Eliana Estrela, disse, hoje (20), em reunião virtual da Comissão de Educação da Assembleia, que a ideia é implementar o ensino híbrido na rede pública, uma mistura entre ensino presencial e online, com revezamento dos alunos nas salas de aula. Segundo ela, o plano da volta às aulas está sendo construído, mas não existem datas.