Foto: Natinho Rodrigues

Por recomendação da Sesa, TJCE adia primeira fase de retorno das atividades presenciais para 14 de julho

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) adiou para 14 de julho o início da primeira fase do plano de retomada gradual das atividades presenciais em comarcas com processos físicos no Ceará. A decisão segue recomendações da Secretaria da Saúde, que apontou ajustes a serem feitos no plano. Antes, a primeira fase estava prevista para iniciar amanhã.

Foto: Arquivo

Tribunal de Justiça deve definir nesta terça (30) comarcas que irão retomar trabalho presencial

O TJCE deve definir amanhã (30) quais comarcas serão contempladas pela primeira fase do plano de retomada da Corte, que inicia em 1º de julho. Nessa fase, apenas comarcas que possuem processos físicos devem voltar a funcionar, sem atendimento e com no máximo 50% dos funcionários, para dar andamento às ações. Elas serão definidas de acordo com a incidência de Covid-19 nos municípios.

Foto: Natinho Rodrigues

Retorno das atividades do Tribunal de Justiça do Ceará está previsto para julho

O Poder Judiciário do Estado definiu nesta semana um plano de retorno às atividades presenciais, previstas, de forma gradual, a partir do mês de julho. Ontem, o TJCE iniciou série de reuniões com instituições parceiras, como MPCE, OAB e Defensoria, para definir protocolos adequados. A previsão é que as atividades sejam restabelecidas em 90 dias.

Foto: Arquivo

Tribunal de Justiça do Ceará prorroga trabalho remoto obrigatório até 31 de maio

O TJCE prorrogou até 31 de maio o regime de teletrabalho para magistrados, servidores, estagiários e demais colaboradores devido à pandemia. A nova portaria foi publicada no Diário Oficial de Justiça ontem. Desde o início do regime extraordinário até 10 de maio, o Judiciário cearense produziu mais de 2 milhões de movimentações processuais e 67 mil julgamentos.

Justiça nega pedido para suspender lei que reduz mensalidades escolares no Ceará

A desembargadora Francisca Adelineide Viana do TJCE indeferiu mandado de segurança do deputado Delegado Cavalcante (PSL) contra o projeto aprovado na Assembleia que reduz as mensalidades escolares. Ela afirma que os contratos e prestação de serviço durante a pandemia não foram tratados pela legislação federal e, portanto, os estados podem normatizar.

Foto: Reprodução

Camilo Santana se reúne com deputados para discutir enfrentamento à Covid-19

O governador Camilo Santana (PT) irá se reunir, nesta quarta-feira (15), com deputados estaduais para discutir ações desenvolvidas pelo Governo do Estado para o enfrentamento ao coronavírus. A expectativa é de que, nos próximos dias, os parlamentares devem analisar projetos do Governo e do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) com medidas de contenção de gastos.

Foto: Natinho Rodrigues

Cerca de 700 servidores devem ser impactados por adiamento de ascensão funcional do TJCE

Cerca de 700 servidores do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) devem ser impactados pelo adiamento da ascensão funcional prevista para este ano para 2021. A medida foi aprovada nesta segunda pelo Pleno do TJCE e deve ser enviada ainda na terça para a Assembleia Legislativa. Para valer, o projeto precisa ser aprovado pelos deputados.

TJCE aprova suspensão de ascensão funcional e de nomeação de servidores neste ano

O Pleno do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE) decidiu, nesta segunda-feira (13), adiar a concessão de promoção a servidores e suspender a nomeação de aprovados em concursos público enquanto durar o estado de calamidade pública – que vai até 31 de dezembro deste ano. Os servidores devem ser beneficiados com progressão salarial apenas em 2021.

CNJ confirma decisão do TJCE e condena juiz à aposentadoria compulsória por desvio funcional

O pleno do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) manteve decisão do Tribunal de Justiça do Ceará de punir com aposentadoria compulsória o juiz Lúcio Alves Cavalcante. O magistrado havia sido alvo de processo disciplinar em 2017 por baixa produtividade e desvio funcional, quando era juiz de Ipu. Ele havia sido afastado das funções pleno do TJCE.

Foto: Waleska Santiago

TJCE extingue ação de inconstitucionalidade contra lei sobre pulverização de agrotóxicos

O TJCE extinguiu, nesta quinta (23), a Ação Direta de Inconstitucionalidade movida pelo PSL contra a lei estadual que proíbe pulverização aérea de agrotóxicos na agricultura. O PSL alegou que a norma violou regras ao tratar de tema de competência nacional. A AL-CE, ao prestar informações, disse que o caso deve ser julgado pelo STF, pois envolve a Constituição brasileira.