-  

Lewandowski estabelece prazo de 30 dias para a Anvisa decidir sobre Sputnik V; vacina foi comprada pelo Ceará

Atendendo a um pedido do governador do MA, Flávio Dino (PCdoB), Ricardo Lewandowski, do STF, estabeleceu um prazo de 30 dias para que a Anvisa decida sobre a “importação excepcional e temporária” da Sputnik V. Caso o prazo não seja cumprido, a vacina poderá ser aplicada na população. O governador Camilo Santana (PT) também ajuizou ação semelhante na Corte.

Foto: José Leomar
  -  

Em reunião com diretores da Anvisa, Camilo Santana pressiona pela liberação da vacina Sputnik V

Em encontro entre governadores e a diretoria da Anvisa, nesta terça-feira (6), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), fez apelo à agência para que acelere a aprovação da vacina russa Sputnik V. O Ceará comprou 5,87 milhões de doses. “É inadmissível essa demora para aprovar a vacina, que já está sendo aplicada em dezenas de países”, disse.

Foto: Reprodução
  -  

Camilo Santana encaminha projeto de lei sobre a compra de vacina russa e a isenção da conta de energia

O governador Camilo Santana anunciou nesta segunda (15) que encaminhou à Assembleia Legislativa um Projeto de Lei que autoriza o Ceará a comprar, de forma direta, 5,87 milhões da vacina russa, Sputnik V. O Legislativo se reúne nesta terça (16) para avaliar a compra das vacinas e também a isenção da conta de energia para restaurantes.

 

  -  

Em Brasília, Roberto Pessoa discute possível compra de vacina russa para Maracanaú

O prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PSDB), já está em Brasília para participar, nesta terça-feira (2), de reunião com o laboratório que representa a vacina russa Sputnik V no Brasil. “Quero fazer de tudo para que Maracanaú possa adquirir vacinas de forma direta“, disse o tucano. O governador Camilo Santana (PT)  e outros prefeitos também estarão em Brasília.

Foto: Fabiane de Paula