Um mês após morte de prefeito, secretariado da nova gestão de Granjeiro ainda não está completo

Um mês após o assassinato do então prefeito de Granjeiro, João Gregório Neto, a nova equipe administração municipal, sob o comando de Ticiano Tomé (foto), ainda não está completa. De acordo com o portal da Prefeitura de Granjeiro, das dez secretarias, em apenas seis houve a nomeação dos titulares: Administração, Agricultura, Assistência Social, Desenvolvimento Econômico, Educação e Esporte. Já nas secretarias de Cultura, Obras e Serviços Públicos, Pesca, Planejamento e Finanças, Meio-Ambiente, além da Procuradoria Geral do Município, não há titulares nomeados.

Foto: José Leomar

‘Ô coisa antiga vice mandar matar prefeito’, diz Ivo Gomes sobre morte de ex-prefeito de Granjeiro

“Ô coisa antiga vice mandar matar prefeito. Do tempo do arco da velha”

Ivo Gomes (PDT), prefeito de Sobral, sobre Ticiano Tomé, atual prefeito de Granjeiro, e seu pai, Vicente Tomé, serem apontados pela Secretaria de Segurança Pública como principais suspeitos de mandar matar o antecessor, João Gregório Neto.

Foto: Instagram/Prefeitura de Granjeiro

Mais secretários de Granjeiro devem deixar os cargos até a posse de Ticiano Tomé

Mais secretários da Prefeitura de Granjeiro devem deixar os cargos até a posse do vice-prefeito, Ticiano Tomé (PSDB), no comando do Executivo municipal. O motivo? Divergências políticas. O que circula nos bastidores é que, com a morte do prefeito João Gregório Neto (PL), o João do Povo, aliados dele não são bem vistos pelo grupo comandado por Vicente Tomé, pai de Ticiano.

Posse de vice-prefeito de Granjeiro é marcada para esta sexta-feira (27)

A posse do vice-prefeito de Granjeiro, Ticiano Tomé (PSDB), como chefe da Prefeitura foi marcada para esta sexta (27), às 15h. Segundo o presidente da Câmara Municipal, Luiz Márcio Pereira, a cerimônia iria ocorrer na segunda (30), mas foi antecipada devido à “necessidade”. Tomé assume após o prefeito da cidade do Cariri, João Gregório Neto, ser assassinado.