-  

AL deve votar projeto que autoriza Estado a reorganizar metas do PPA para Segurança, Saneamento e outras áreas

A Assembleia Legislativa deve votar, nesta quinta-feira (22), projeto de lei enviado pelo governador Camilo Santana (PT) que autoriza o Poder Executivo a reorganizar metas previstas no Plano Plurianual (2020-2023) para Segurança Pública, Saneamento Básico e Assistência Social, além de outras áreas. Também estão na pauta outros projetos do Governo e de parlamentares.

Foto: Camila Lima
  -  

Com plenário esvaziado, sessão da Assembleia Legislativa não tem pauta de votação

Com o plenário esvaziado, apesar do telão registrar 25 deputados presentes ‘fisicamente’, a sessão da Assembleia desta quinta-feira (8) foi mais uma vez morna, sem ter sequer votação prevista na pauta. No expediente, há apenas a leitura de projetos do Executivo e de deputados.

Foto: Nilton Cezar
  -  

STF: Kassio Nunes tem “as digitais do Centrão”, afirma Eduardo Girão

O senador Eduardo Girão (Podemos) criticou a escolha do desembargador Kassio Nunes para o Supremo Tribunal Federal (STF). “Ao que tudo indica, tal indicação parece mesmo ter as digitais do Centrão”. O parlamentar disse que esperava que o indicado do presidente Jair Bolsonaro tivesse um perfil mais conservador. A indicação ao STF deve ser votada no Senado.

  -  

Novo Plano Mansueto deve oferecer bônus para estados e municípios com boa gestão fiscal

“É um Plano que possa reestruturar de forma definitiva a questão fiscal dos estados e municípios. Não poderemos cair no mesmo erro do regime de recuperação fiscal que o Rio já entrou e não fez sua reestruturação”

Pontuou Mauro Filho, destacando que o RJ recebeu, desde 2017, R$ 52 bilhões da União. No novo Plano Mansueto, estados com boa gestão fiscal, como o Ceará, terão tratamento diferenciado, afirma.

  -  

Mauro Filho quer concluir parecer do novo Plano Mansueto em 30 dias na Câmara

Relator do novo Plano Mansueto, o deputado Mauro Filho (PDT) quer entregar, em 30 dias, o relatório sobre o plano, pronto para ser votado em Plenário. Segundo ele, serão feitos debates com governadores, secretários estaduais da Fazenda, especialistas e Tribunais de Contas para discutir a proposta. A meta é torná-lo mais rigoroso, com avaliações e multas já no primeiro ano.

Foto: José Leomar
  -  

PDT decide lançar José Sarto à disputa pela Prefeitura de Fortaleza

A dois dias da convenção partidária marcada para este sábado (12), o PDT bateu o martelo e decidiu lançar o deputado estadual José Sarto, presidente da Assembleia Legislativa, à disputa pela Prefeitura de Fortaleza. A decisão será anunciada em ‘live’ nas redes sociais na noite desta quinta-feira (10). A cúpula pedetista optou pelo mais experiente dentre cinco pré-candidatos.

Foto: José Leomar
  -  

Sem nome para a Prefeitura de Fortaleza, Novo realiza convenção nesta quinta-feira

O Novo realiza nesta quinta-feira (10) convenção em Fortaleza para homologar dez candidaturas para vereador na Capital. O partido, que chegou a ventilar o nome do empresário Geraldo Luciano para a disputa pela Prefeitura de Fortaleza, decidiu não lançar candidato para o Executivo. A convenção ocorre a partir das 19h30 e será realizada virtualmente.

  -  

Em manifesto, bancada do PDT defende que cores da Bandeira Nacional são independentes de ideologias políticas

Deputados do PDT publicaram, nesta segunda (7), manifesto em alusão ao Dia da Independência, defendendo a reapropriação das cores e dos símbolos nacionais. Parlamentares usaram as redes para afirmar que as cores da nossa bandeira são a expressão de toda a diversidade cultural, ambiental, étnica, religiosa e política da nação e são independentes de ideologia.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Vereador é cassado em Camocim após 17 denúncias, entre elas a de entrar armado no plenário

Por 13 votos a 2, o vereador Erasmo Gomes (PSL) foi cassado pela Câmara Municipal de Camocim por quebra de decoro parlamentar. Erasmo acumulava 17 denúncias na Casa, como a de semear informações falsas e até de permanecer armado nas sessões plenárias. Em outra situação denunciada, afirmou que protestos contra cortes na educação eram feitos por “meia dúzia de maconheiros”.

Foto: Câmara Municipal de Camocim
  -  

“O dinheiro continua sumido”, diz líder da oposição na Câmara sobre compra de respiradores

“Cadê os R$ 17 milhões? Quem até agora foi incriminado? O que o TCU disse é que o dinheiro dos respiradores não é federal. (…) O dinheiro continua sumido”

Disse o líder da oposição, Márcio Martins (Pros), ao rebater o governista Adail Júnior (PDT) que pediu que a oposição se desculpasse por críticas à compra de respiradores pela Prefeitura de Fortaleza.

Foto: Camila Lima