Foto: Helene Santos

Nova Plataforma deve ter impacto de 36% no custeio da Saúde, mas Dr. Cabeto ainda não está satisfeito

Embora a Plataforma da Saúde traga boas projeções financeiras, Dr. Cabeto traça como desafios para 2020 pressionar o Governo Federal por repasses e ampliar a metodologia de financiamento. “Nos últimos quatro anos, o Ceará saiu de um gasto per capita de R$ 600 para R$1.100. É muito? Não, é pouco”, afirmou o secretário após reunião com Camilo.

Foto: Reprodução/Facebook

Governador sanciona leis que modificam gestão da Saúde no Ceará

Camilo Santana (PT) assinou, hoje (30), no Palácio da Abolição, as leis que criam as cinco regionais de Saúde no Estado e definem a nova estrutura organizacional da Secretaria da Saúde. A ideia, pensada pelo secretário Dr. Cabeto, é criar um novo modelo de gestão pública na Saúde. Deputados estaduais acompanharam o evento.

Foto: José Leomar

Deputados já apresentaram 16 emendas ao projeto de reestruturação da Saúde

Os deputados estaduais protocolaram até agora 16 emendas – sugestões de mudanças – a um dos dois projetos de lei que regulamentam a Plataforma de Modernização da Saúde, em tramitação na Assembleia Legislativa. O complexo projeto, patrocinado pelo secretário de saúde Dr. Cabeto, é alvo de questionamentos dos parlamentares, que querem dar a sua “cara”.