Foto: Junior Pio

Augusta Brito chama de “misoginia” ataque de deputado do PSL à jornalista e pede nota de repúdio da Assembleia

“A gente não pode se calar diante de tanta misoginia, de tanto machismo que existe, atacando as nossas jornalistas que merecem nosso respeito e consideração. Já quero pedir uma nota de repúdio à Procuradoria desta Casa em relação a este deputado”.

Augusta Brito, deputada estadual do PCdoB, sobre ataque do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) à jornalista da Folha de São Paulo.

Em passagem pelo Ceará, pré-candidato a prefeito de São Paulo toma café no Becco do Cotovelo em Sobral

De passagem pelo Ceará, para reuniões partidárias, o deputado federal Orlando Silva (PCdoB/SP) aproveita para conhecer o sistema de Educação Pública do Estado. Em passagem por Sobral, ele tomou o tradicional café no Becco do Cotovelo a convite do deputado Leônidas Cristino (PDT). Orlando é pré-candidato a prefeito de São Paulo em outubro.

Deputado Carlos Felipe vive relação estremecida com o Governo do Estado dentro da base

A relação do deputado Carlos Felipe (PCdoB) com o Governo do Estado ficou meio estremecida depois de ter votado contra a reforma da Previdência do Estado no ano passado. Ele diz que seguiu a orientação do partido. A pergunta é: Carlos Felipe vai ser isolado na base aliada? Isso só o tempo dirá.

Ex-ministro Orlando Silva vem lançar movimento 65 do PCdoB no Ceará

O ex-ministro do Esporte, deputado federal Orlando Silva (PCdoB), vem lançar no Ceará, na próxima sexta (7), o movimento 65. Esse é um programa eleitoral criado para filiar pessoas que se identificam com o partido para disputar as eleições neste ano. Orlando também deve ir a Sobral, conhecer a experiência em educação e ter uma reunião com o prefeito Ivo Gomes (PDT).

Foto: Kid Junior

Augusta Brito é sondada para mudar de partido após votação da reforma da Previdência na AL

PT e PDT sondam a deputa Augusta Brito, do PCdoB, para trocar de partido. O clima entre ela e o partido não é mais o mesmo depois da reforma da Previdência na Assembleia, aprovada no fim do ano passado. O PCdoB a pressionou muito para votar contra, só que Augusta é vice-líder do governador Camilo e isso tem um peso.

Deputados do PCdoB na mira da militância do partido na reforma da Previdência

Além do PT, os deputados estaduais do PCdoB também estão na mira da militância do partido para votarem contra a reforma da Previdência Estadual. Nos bastidores, Augusta Brito vem sendo bastante pressionada. Já Já Carlos Felipe tem sido crítico da proposta, um dos poucos dentro da base aliada.

PCdoB nacional ensaia candidato próprio em Fortaleza, mas partido tem sido aliado dócil da gestão

A presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, foi clara aos correligionários do Ceará, durante reunião, ontem (11), em Pernambuco: quer candidatura do partido à Prefeitura de Fortaleza em 2020. Os deputados Carlos Felipe, Augusta Brito e o secretário de Ciência e Tecnologia Inácio Arruda desconversam. O PCdoB é aliado dócil de Roberto Cláudio.

Foto: Kiko Silva

Luís Carlos Paes, o Patinhas, é reconduzido ao comando do PCdoB cearense durante a 24° conferência estadual

O PCdoB cearense elegeu, neste domingo (24), o novo Comitê Estadual que estará à frente do partido no biênio 2020-2021. Luís Carlos Paes, o Patinhas, atual dirigente do PCdoB, foi reconduzido ao cargo. Para a vice-presidência, o escolhido foi André Ramos. A diretoria eleita teve renovação em quase 40% dos cargos. A participação feminina na equipe soma 36%.

TAGS RELACIONADAS:
0
Foto: Divulgação

De olho em alianças, Cid Gomes participa de convenção estadual do PCdoB

O senador Cid Gomes (PDT) participou, hoje, da conferência estadual do PCdoB, na Assembleia Legislativa, em um aceno aberto a alianças com o partido nas eleições de 2020. Amanhã, os filiados da legenda escolherão novos dirigentes estaduais. A expectativa é que o atual presidente da sigla no Ceará, Luís Carlos Paes, seja reconduzido ao cargo.

Flávio Dino aponta ‘grave ilicitude’ em fala de Eduardo Bolsonaro e defende sanção

“Na medida que um parlamentar utiliza do seu mandato para defender a destruição da democracia, a começar no âmbito interno do Parlamento, deve receber algum tipo de sanção, porque a imunidade não protege quebra de decoro”

Flávio Dino (PCdoB), governador do Maranhão, em Fortaleza, ao responder sobre declaração de Eduardo Bolsonaro (PSL) sobre o AI-5.