-  

FNP cobra providências imediatas do Governo Federal sobre oxigênio e medicamentos

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) enviou hoje (18) ofício ao presidente Jair Bolsonaro e ao Ministério da Saúde cobrando providências em relação à falta de oxigênio e de medicamentos para sedação de pacientes intubados por Covid-19. A FNP sugere remanejar oxigênio da indústria metalúrgica para hospitais e aponta “cenário potencialmente ainda mais trágico nos próximos dias”.

  -  

Prefeitura de Aquiraz envia projeto de lei à Câmara Municipal para criar auxílio municipal de R$ 250

O prefeito Bruno Gonçalves (PL), do município de Aquiraz, enviou um projeto de lei à Câmara Municipal, em caráter de urgência, para a criação de um auxílio emergencial de R$ 250 para pessoas em vulnerabilidade social. O reforço de renda será válido por dois meses ou enquanto durarem as medidas restritivas causadas pela pandemia.

Foto: Reprodução
  -  

“Ignora a aflição do nosso povo”, diz Cid sobre aglomeração em visita de Bolsonaro ao Ceará

“A situação da pandemia é gravíssima (…). Enquanto isso, o irresponsável, despreparado e inconsequente presidente da República se cerca de outros tantos irresponsáveis e promovem aglomerações no Ceará. Ignora a aflição do nosso povo”.

Senador Cid Gomes (PDT), em reação à visita presidencial ao Ceará.

  -  

MPCE recomenda que Prefeitura de Caucaia não flexibilize normas no decreto de Carnaval

O Ministério Público do Ceará (MPCE) recomendou nesta segunda (15) que o prefeito de Caucaia, Vitor Valim (Pros), “se abstenha, imediatamente, de praticar qualquer ato de flexibilização das normas de isolamento social impostas pelo Estado do Ceará”. Foi aberto um procedimento para apurar notícias de barracas funcionando além do horário permitido.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Senador Eduardo Girão elogia condução do ministro Pazuello na pandemia

O senador Eduardo Girão (Podemos) elogiou, em sessão nesta quinta (11), a condução do Ministério da Saúde no combate à pandemia no Brasil. Ele se dirigiu ao ministro Eduardo Pazuello – presencialmente na Casa –, e destacou que a pasta “tem colocado com muita verdade todos os dados necessários”. Girão pontuou que é um “parlamentar independente” no Senado.

  -  

“De jeito nenhum”, diz prefeito Bismarck Maia sobre Carnaval em Aracati

Bismarck Maia (PDT) foi duro ao tratar de possíveis aglomerações em Aracati no Carnaval. “De jeito nenhum. Nós vamos tomar todas as medidas cabíveis. Governador já está tomando lá, aqui não vai entrar ônibus, não vai entrar topic, não vai entrar nenhum carro que não comprove estar hospedado“, disse o prefeito em “live” nas redes sociais.

  -  

Sindicato acumula denúncias e faz levantamento de médicos sem salários no Ceará

O Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec) tem atuado na articulação da categoria com os municípios para assegurar a remuneração diante da troca de gestões. A entidade está recebendo denúncias e montando levantamento das principais cidades. “A situação é problemática, prejudica tanto os profissionais como a população”, diz o presidente do órgão, Dr. Edmar Fernandes.

  -  

Análise: redução de desigualdades e dos efeitos da pandemia será desafio na gestão Sarto

Empossado prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT) sinalizou, no dia 1º, suas prioridades para os próximos anos na Capital. Para ele, essencial, agora, é garantir o retorno seguro às aulas presenciais na rede municipal, a vacinação para os fortalezenses e a recuperação econômica. A longo prazo é a redução das desigualdades. Leia análise de Inácio Aguiar.

  -  

“Há um índice de imunização coletiva diferente”, diz Roberto Cláudio sobre aumento dos casos da Covid-19 em Fortaleza

“A gente está vivendo uma recrudescência do Covid, obviamente em uma escala menor do que a primeira vez porque já há um índice de imunização coletiva diferente”

Roberto Cláudio nesta sexta (11). O Prefeito disse ainda que a taxa de letalidade atual está diferente da vivenciada no primeiro pico da doença, devido ao uso de máscaras, da prevenção e o conhecimento da pandemia.

Foto: José Leomar
  -  

Eleitor leva a filha recém-nascida para votar por não ter com quem deixá-la

Frederico Miranda Marques, 30, levou a filha Maria Geovana, de apenas cinco meses de idade, para o colégio Rubens Vaz da Costa, maior zona eleitoral de Caucaia, neste domingo (29). “Não tinha ninguém que pudesse ficar com ela em casa”, justificou o eleitor. Contudo, sem fila para enfrentar, a votação foi rápida. Devido à pandemia de Covid-19, a Justiça Eleitoral recomenda evitar levar crianças para os locais de votação.

Foto: André Costa