-  

Análise: Denúncias contra empresa de oxigênio hospitalar motivam pedido de CPI no Ceará

Municípios cearenses estão em alerta sobre o abastecimento de cilindros de oxigênio em suas unidades de saúde. O problema relatado por prefeitos, no entanto, não é de escassez do produto, mas de logística de distribuição. Por isso, o deputado Guilherme Landim (PDT) quer a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Assembleia para investigar queixas. Leia a coluna Inácio Aguiar.

Foto: Shutterstock
  -  

Emenda permite que municípios firmem parcerias com empresas para distribuir oxigênio no Ceará

Uma emenda aprovada na Assembleia pelo deputado Queiroz Filho (PDT), tendo Augusta Brito (PCdoB) como coautora, permite a parceria de municípios com empresas privadas para distribuir de oxigênio no Ceará, através da Aprece. A emenda foi incorporada no projeto do Executivo, que autoriza medidas para normalizar o abastecimento do gás no combate à Covid-19.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Em meio à crise, Assembleia deve aprovar compra de oxigênio para hospitais municipais pelo Estado

A Assembleia Legislativa do Ceará analisa, ainda na sessão desta terça-feira (23), o projeto de lei enviado pelo Executivo Estadual sobre compra de cilindros de oxigênio para o sistema de saúde. A intenção da matéria é abastecer as unidades municipais de atenção, que têm enfrentado risco de desabastecimento de oxigênio hospitalar.

  -  

FNP cobra providências imediatas do Governo Federal sobre oxigênio e medicamentos

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) enviou hoje (18) ofício ao presidente Jair Bolsonaro e ao Ministério da Saúde cobrando providências em relação à falta de oxigênio e de medicamentos para sedação de pacientes intubados por Covid-19. A FNP sugere remanejar oxigênio da indústria metalúrgica para hospitais e aponta “cenário potencialmente ainda mais trágico nos próximos dias”.

  -  

Senado discute distribuição de oxigênio a estados, e Anvisa cobra repasse de dados por empresas

Edital da Anvisa determina que empresas da cadeia de oxigênio repassem dados sobre demanda e produção às quartas-feiras. Até a manhã desta quinta, 32 das 47 empresas oficiadas cumpriram a determinação. A distribuição de oxigênio a alguns estados, dentre eles o Ceará, foi discutida na Comissão da Covid-19 no Senado.  A instalação de miniusinas nos hospitais é alternativa, disse Meiruze Freitas, diretora da Anvisa.

Foto: Reprodução
  -  

Com risco de desabastecimento de oxigênio, Aprece se reúne com MP e fornecedores

Após vários prefeitos serem notificados sobre a provável falta do oxigênio hospitalar nos próximos dias, a Associação dos Municípios do Ceará (Aprece) vai se reunir, na segunda (8), às 14h, de forma virtual, como Ministério Público do Estado com fornecedores do insumo para tratar sobre o assunto. Diante dos alertas, os prefeitos querem evitar desabastecimento.

Foto: Shutterstock