Foto: Isanelle Nascimento

Após representação do Pros, André Fernandes cobra punição a Osmar Baquit e Leonardo Araújo

Alvo de processo na Conselho de Ética da Assembleia Legislativa, o deputado André Fernandes (PSL) defendeu, nas redes sociais, que Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB) sejam punidos por suposta quebra de decoro parlamentar. “Caso essa punição seja aprovada somente para mim, ficará claro que não se trata de ‘quebra de decoro’, e sim perseguição política”, afirmou.

Foto: José Leomar

Pros pede que Osmar Baquit e Leonardo Araújo sejam processados na Assembleia por quebra de decoro

O Pros, comandado pelo deputado federal Capitão Wagner, ingressou hoje (18) com uma representação no Conselho de Ética da Assembleia contra os deputados Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB) por quebra de decoro, após troca de insulto entre eles, em março. O gesto é uma ofensiva de aliados de André Fernandes (PSL) contra o processo que ele enfrenta na AL.

“Eu citei algo que é fato público”, diz André Fernandes sobre acusação a Osmar Baquit

“Eu citei algo que é fato público. Está no Tribunal de Justiça, MP, portais de notícia, fotos do deputado Osmar Baquit com gente ligada aos pipocas em Quixadá. Não estou criando fake news. Não importa quantos estão dizendo que eu tenho que sair (da AL). 109 mil pessoas votaram em mim”

André Fernandes (PSL) sobre acusações de ligação de Baquit com uma quadrilha

Osmar Baquit nega acusações e diz que vai acionar a Justiça contra André Fernandes

“Deputado das fake news, você disse que eu tinha ligações com facções criminosas. É mentira. Não respondo a nenhum processo na minha vida. Estou entrando com um processo (na Justiça) pra você provar. Falo para a presidência da Casa, temos que marcar (votação de punição a André), a sociedade cobra”.

Osmar Baquit (PDT) ao rebater André Fernandes (PSL)

Foto: José Leomar

PDT prepara nova representação contra André Fernandes no Conselho de Ética

O PDT no Ceará está preparando nova representação contra o deputado André Fernandes (PSL) na Assembleia por quebra de decoro parlamentar, após ter acusado o deputado do PDT, Osmar Baquit, de integrar uma quadrilha criminosa no Estado e mandar tocar fogo em uma rádio. E aumenta a pressão sobre o presidente da AL, José Sarto, para uma punição a André.

Foto: Reprodução

Deputado Osmar Baquit usa máscara com “fora, Bolsonaro” em sessão virtual da Assembleia

As sessões da AL-CE têm sido palco de manifestações pró e contra Bolsonaro. Primeiro, o aliado Delegado Cavalcante (PSL) posicionou, atrás dele, livros do guru da Família Bolsonaro, Olavo de Carvalho. Depois, um fundo falso com a foto do presidente. Hoje, Osmar Baquit (PDT) revidou com uma mensagem de “fora, Bolsonaro” escrita na máscara de proteção.

Osmar Baquit também pede desculpas por bate-boca e diz que o episódio não combina com sua “história política”

Depois de Leonardo Araújo (MDB), o deputado Osmar Baquit (PDT) também pediu desculpas na tribuna pelo bate-boca na Assembleia. Ele disse que o “nível” do episódio “não condiz com o Parlamento nem com a minha história política”. “Já estive com o Leonardo e ficou zerado esse pedido de desculpas”.

Mesa Diretora e líderes se reúnem para debater conduta de deputados no plenário em ano de eleição

Foi marcada uma reunião hoje (11), às 17h, reunião da Mesa Diretora da Assembleia com os líderes dos partidos após bate-boca entre Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB). A partir do caso, eles devem debater uma espécie de manual de conduta dos deputados no plenário em ano de eleição. O líder do Governo, Júlio César Filho, disse que vai sugerir advertência aos dois.

Foto: José Leomar

Após intervenção de Sarto, deputados se retratam por bate-boca na Assembleia

Após bate-boca, o presidente Assembleia Legislativa, José Sarto (PDT), entrou em campo para repreender as condutas de Leonardo Araújo (MDB) e Osmar Baquit (PDT) na sessão desta terça-feira (10). Ao concordarem, os dois se retrataram na sala da Presidência. Sarto reafirmou apelo para que, com a proximidade das eleições, debates não sejam levados para trocas de ofensas pessoais. Leia mais.

Foto: José Leomar

Osmar Baquit e Leonardo Araújo batem boca na mesa diretora da Assembleia

Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB) bateram boca, hoje (10), no plenário da Assembleia. Trocaram acusações como “vagabundo” e “comprador de voto”. O desentendimento começou quando Leonardo criticou Domingos Filho por supostamente usar a relatoria do filho, deputado federal Domingos Neto, para fins eleitorais. Baquit saiu em defesa dos aliados. Leia mais.