-  

Análise do Orçamento do Estado fica para última sessão do ano na próxima terça (22)

A base governista na Assembleia Legislativa adiou para a próxima terça (22) a análise do Orçamento Estadual 2021, de R$ 29,5 bilhões. Além disso, ficou para a última sessão do ano a análise de um dos projetos do Estado que buscam prorrogar o contrato de professores temporários. A expectativa é que o presidente Sarto faça balanço das atividades.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Câmara aprova orçamento de R$ 9 bilhões para o Município de Fortaleza em 2021

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta terça (16), em primeira discussão o projeto da LOA de 2021 da Capital com 412 emendas. Ainda nesta terça, foi convocada sessão extraordinária para votar a matéria em segunda discussão, para deixar para quinta apenas a redação final. A expectativa dos parlamentares é que o trabalho na Casa possa ser encerrado na quinta (17).

  -  

Câmara Municipal deve votar nesta quarta (16) Orçamento da Prefeitura de Fortaleza para 2021

A Câmara Municipal deve votar, nesta quarta (16), a Lei Orçamentária Anual de 2021 da Prefeitura de Fortaleza. Com o plenário ainda esvaziado, a matéria foi colocada na Ordem do Dia da Casa com a expectativa de que os vereadores da base governista que não estão presentes votem a partir de seus gabinetes. O Orçamento recebeu 470 emendas dos vereadores.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Análise: Assembleia com pauta cheia e discussões importantes esta semana

Esta semana pode ser a última antes do recesso parlamentar na Assembleia Legislativa, e deve envolver debates importantes no plenário. Questões como o orçamento do Estado para 2021 e ações para o controle da pandemia são algumas das pautas que estarão presentes. Comissões temáticas avaliam mensagens do Executivo a serem votadas nesta semana. Leia análise de Inácio Aguiar.

Foto: José Leomar
  -  

Líder do prefeito na Câmara propõe emenda para redistribuir Orçamento para sete regionais de Fortaleza

O líder da Prefeitura na Câmara Municipal, vereador Ésio Feitosa (PSB), apresentou uma emenda à Lei Orçamentária de 2021, em tramitação, para redistribuir o Orçamento às sete regionais de Fortaleza. A ideia inicial era centralizar os recursos em uma secretaria, que abrigará 12 regionais, mas a mudança na organização das regionais foi adiada.

  -  

Lei Orçamentária de Fortaleza para 2021 será lida nesta terça-feira na Câmara Municipal

A Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021 para Fortaleza será lida na terça (7), na Câmara Municipal. O texto será votado ainda neste mês. A LOA do próximo ano tem recursos estimados em R$ 9,1 bilhões. O texto recebeu parecer favorável do vereador Renan Colares (PDT), relator da comissão de Orçamento. A prioridade será a Saúde, com R$ 2,7 bilhões.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Vereadores de Fortaleza devem votar ajustes no orçamento do município para ações de combate à Covid-19

Os vereadores de Fortaleza devem votar, nesta quarta-feira (6), projeto de lei que prevê ajustes no orçamento público para o enfrentamento à Covid-19 na Capital. A mensagem, vinda do Executivo municipal, quer autorização para transferir ou antecipar recursos dos fundos públicos municipais para o Tesouro Municipal, além de prever medidas de contingenciamento.

  -  

Em meio ao impasse no orçamento impositivo, Domingos Neto diz a Bolsonaro que defende o diálogo

Em meio a impasse sobre o controle de R$ 30 bi do “orçamento impositivo“, o relator, dep. Domingos Neto, defendeu “bom trabalho” do Congresso em reunião da bancada do PSD com o presidente Bolsonaro, hoje. A tentativa não esconde, porém, que tal esforço por “mais autonomia ao Legislativo” é vista como problema pelo Executivo. A tensão persiste.

Foto: Divulgação
  -  

Após divergência, AJ destina boa parte das emendas ao Estado e discutirá alocação com o governador

O deputado federal AJ Albuquerque (PP) decidiu colocar R$ 2 milhões de sua quota nas emendas de bancada, metade pro Dnocs, outra parte para Funasa, além de R$100 mil para Embrapa. O restante das emendas dele irá para o Estado. “Vou definir com o governador onde irei colocar”, disse, ao mostrar que ficou superada a divergência no assunto.

  -  

Bancada cearense se reúne pela terceira vez para fechar emendas ao Orçamento

A bancada cearense voltou a se reunir novamente, na noite desta terça-feira (15), em Brasília, para buscar um acordo em torno das emendas ao Orçamento 2020. Dois dos três senadores do Estado marcaram presença: Eduardo Girão (PODE) e Cid Gomes (PDT).

  -  

Senadores não comparecem a reunião da bancada cearense

Os três senadores cearenses Cid Gomes (PDT), Tasso Jereissati (PSDB) e Eduardo Girão (PODE) não compareceram a segunda reunião da bancada federal para definir as emendas ao Orçamento. A única  mulher da bancada, deputada Luizianne Lins (PT), também esteve ausente nas negociações.

  -  

Sem consenso, coordenador anuncia nova reunião da bancada federal para próxima terça

Depois de divergências nas prioridades das emendas, o coordenador da bancada cearense, deputado Domingos Neto (PSD), decidiu marcar nova reunião para próxima terça (8). “Estamos avaliando os critérios e faremos outra reunião pra definir quais serão as áreas, municípios e instituições. Temos até o dia 24 para definir”, disse.

  -  

Bancada cearense se reúne para definir emendas ao Orçamento 2020

A bancada federal do Ceará, coordenada pelo deputado Domingos Neto (PSD), se reuniu hoje (2) pela manhã para definir as 18 emendas de bancada que serão destinadas ao Orçamento 2020. Os parlamentares tentam entrar em consenso sobre as prioridades e a divisão dos R$ 248 milhões. Uma das prioridades será a recuperação de rodovias.

  -  

Domingos aguarda votação da LDO para iniciar relatório do Orçamento para 2020

O deputado cearense Domingos Neto (PSD), relator do Orçamento da União, aguarda a aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para definir a Lei Orçamentária Anual (LOA). O Congresso deve votar a LDO nesta terça (27). Pelo texto aprovado na Comissão, o salário mínimo em 2020 será de R$ 1.040 e a meta fiscal será de R$ 124,1 bilhões.