Relator da CPI contra Naumi Amorim pede licença de 120 dias; oposição aponta manobra política

Relator da CPI contra o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD), o vereador Jorge Luís (Pros) apresentou pedido de licença, de 120 dias, à Câmara Municipal. A medida é apontada por integrantes da CPI como manobra política para esvaziar a Comissão, que ainda não concluiu a investigação após quatro meses. A licença só deve ser validada no dia 2 de fevereiro.

Foto: José Leomar

‘Não chegou e nem vai chegar a lugar nenhum’, diz Naumi Amorim sobre CPI na Câmara de Caucaia

“A CPI até hoje não chegou e nem vai chegar a lugar nenhum, porque não tem nada que me incrimine. Foi um decreto que fiz para contratar médicos e enfermeiros, porque a cidade estava precisando.  Eu quero é que eles apurem para que seja tudo esclarecido”

Naumi Amorim (PSD), prefeito de Caucaia, sobre CPI aberta na Câmara do município para investigá-lo.

Foto: Arquivo Sistema Verdes Mares

Briga política: Justiça bloqueia contas da Prefeitura de Caucaia até pagamento à Câmara Municipal

A briga política entre a Prefeitura de Caucaia e a Câmara municipal tem novo capítulo. O juiz José Coutinho Filho, da 1ª Vara Cível do município, determinou bloqueio das contas da Prefeitura até que o prefeito Naumi Amorim (PSD) pague parte do duodécimo devido ao Legislativo. O valor está atrasado há ano de atraso. O bloqueio é até a quitação.

Foto: José Leomar

TRE-CE mantém multa de R$ 30 mil a Naumi e Érika Amorim por perseguir servidor público

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) manteve a aplicação de multa de R$ 30 mil ao prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PMB), e a sua mulher, Érika Amorim (PSD), por conduta vedada, ao coagir e perseguir servidor público para apoiar a candidatura da parlamentar em 2018. A decisão foi mantida nesta segunda, durante o julgamento de embargo de declaração, considerado parcialmente procedente.

Foto: Helene Santos

CPI em Caucaia tem primeira reunião após saída de vereadores governistas

A CPI da Câmara Municipal de Caucaia que investiga decretos de emergência do prefeito Naumi Amorim (PSD) volta a se reunir nesta segunda-feira (18). É a primeira reunião depois da saída de dois vereadores governistas, por decisão judicial. A mudança tende a enfraquecer Amorim, já que o vereador Mickauê (PL), líder da oposição, volta a compor a Comissão.

Foto: Helene Santos

Vereadores da base de Naumi Amorim são afastados de CPI que investiga o prefeito de Caucaia

Os vereadores Fábio Herlândio (SD) e Priscila Menezes (Patriota) foram afastados da CPI, instalada na Câmara de Caucaia, para investigar o prefeito Naumi Amorim (PSD). O gestor perde dois aliados que acompanhavam a investigação. Decisão do TJCE derrubou mandado de segurança ajuizado pelos dois para que fizessem parte da CPI. Com a decisão, o vereador Mickauê (PL), líder da oposição, volta a compor a Comissão.

‘Estamos trabalhando para ter um posicionamento até dezembro’, diz Natécia Campos sobre CPI em Caucaia

Ainda presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos (PMB) quer garantir que o parecer da CPI que investiga decretos de emergência do prefeito Naumi Amorim (PSD) saia até dezembro, apesar de, segundo ela, vereadores da base governista tentarem “atrapalhar” o andamento dos trabalhos. “Estamos trabalhando para ter um posicionamento até dezembro”, diz.

Reviravolta: aliado do prefeito vence eleição na Câmara de Caucaia

Em votação que terminou com diferença de um voto, 12 a 11, a atual presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos (PMB), perdeu o posto para Eneas Goes (PTC), que é aliado do prefeito Naumi Amorim (PSD), que retomou o controle do Legislativo. A Casa está em pé de guerra com o prefeito e abriu uma CPI contra a gestão.

Justiça nega, mais uma vez, recurso de Naumi Amorim para suspender CPI

O TJCE negou, nesta quarta-feira (25), mais um vez, recurso do prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD), para suspender CPI da Câmara Municipal, que investiga decreto de “Calamidade Administrativa” interposto pelo prefeito no início do mandato. No despacho, o desembargador Abelardo Benevides diz não poder acatar o pedido antes de ouvir a Câmara, a qual pede esclarecimentos.

Veja os membros da CPI que vai investigar atos do prefeito Naumi Amorim

Sete vereadores compõem a CPI, instaurada na Câmara Municipal de Caucaia, para investigar supostas irregularidades do prefeito Naumi Amorim (PSD). São eles: Emília Pessoa, a presidente; Jorge Luís, o relator; Germana Sales; Eneas Góis; Evandro Maracujá; Mickauê e Dimas Matias. Oposição é maioria na comissão e tem a presidência e a relatoria.