-  

Justiça acata denúncia contra o ex-deputado federal Adail Carneiro

A Justiça acatou nesta sexta (22) denúncia do Ministério Público Federal contra o ex-deputado Adail Carneiro. Ele foi denunciado em 2020, após ser preso na segunda fase da Operação Km Livre. Adail é acusado de liderar esquema que movimentou cerca de R$ 600 milhões em 20 anos na Prefeitura de Fortaleza. Desde o caso, ele não atende tentativas de entrevista.

Foto: Alex Costa
  -  

MPF denuncia ex-deputado cearense Adail Carneiro

O Ministério Público Federal denunciou à Justiça Federal o ex-deputado cearense Adail Carneiro por lavagem de dinheiro. Ele foi flagrado, em novembro, com R$ 2 milhões em espécie durante a 2ª fase da Operação Km Livre. Adail está preso desde então. A defesa argumentou que “todas as medidas cabíveis foram e permanecem sendo adotadas” em sigilo.

Foto: Agência Câmara
  -  

MPF sugere desconto em folha para servidor que recebeu auxílio irregularmente

O MPF recomendou hoje, ao presidente do TCE, Valdomiro Távora, que o órgão determine o desconto no contracheque dos servidores que receberam indevidamente o auxílio emergencial de R$ 600,00 e que não fizerem a devolução através de Guia de Recolhimento da União (GRU) até o fechamento da folha de junho. O TCE tem 72h para se manifestar.

Foto: Agência Brasil
  -  

Deputado cearense entra com representação no MPF para tentar barra uso de cloroquina em casos leves

Líder da Minoria na Câmara dos Deputados, José Guimarães (PT) protocolou, nesta terça-feira (27), representação no Ministério Público Federal (MPF) para tantar suspender o uso da cloroquina no Sistema Único de Saúde (SUS) em casos leves da Covid-19. Ele também solicita investigação para apurar possíveis atos de improbidade na liberação do medicamento.

  -  

Parlamentares cearenses assinam representação contra ministro do Meio Ambiente

A deputada federal Luizianne Lins (PT), a vereadora Larissa Gaspar (PT) e o deputados estadual Renato Roseno (Psol) assinaram representação feita ao Ministério Público Federal contra o ministro Ricardo Salles. O documento quer a apuração de possível cometimento de crimes comuns, ambientais e de responsabilidade pelo titular da pasta de Meio Ambiente.

  -  

MPF abre inquérito contra Tiririca por gastar mais de R$ 70 mil em voos

O Ministério Público Federal (MPF) abriu, no dia 18 deste mês, investigação contra o deputado federal Tiririca (PL) para investigar o uso irregular de verba de gabinete para realizar viagens particulares. Tiririca gastou, neste ano, mais de R$ 70 mil em viagens de Brasília para o Ceará, mesmo sendo eleito pelo estado de São Paulo. As informações são da Época.

 

Foto: Nilson Bastian/Câmara dos Deputados