-  

Projeto de incentivo aos transportes é aprovado na Câmara com divergências em relação aos aplicativos

A CMFor aprovou projeto que estende para 2021 o prazo de vistorias para táxis, mototáxis, automóveis de aplicativos e transportes escolares, aumenta para oito anos a idade máxima dos veículos para novos registros, estabelece multas e previsão de processos administrativos para as empresas. Este último ponto foi alvo de divergências entre vereadores.

Foto: Helene Santos
  -  

Vereador cobra inclusão de transportes alternativos em projeto sobre prazo de vistorias

Emanuel Acrizio (PRP) reclamou da condução “a toque de caixa” da mensagem que prorroga para o próximo ano o prazo para vistorias de táxis, veículos de aplicativos e transportes escolares, e protestou por não ter sido atendido com inclusão de emenda sobre transporte alternativo. Presidente da CCJ, Didi Mangueira (PDT) se disse injustiçado, e argumentou que o colega perdeu o prazo.

  -  

Vereadores de Fortaleza votam amanhã emendas a projeto sobre aplicativos de transportes

Depois de aprovar o aumento das idades máximas (de 5 para 8 anos) de veículos para registros de táxis e transportes escolares, a Comissão Conjunta da Câmara Municipal de Fortaleza que analisa a proposta pauta na reunião desta quarta-feira (29) três emendas sobre aplicativos de transporte, que tratam da idade máxima (8 anos), de multas para as empresas e defesa dos trabalhadores em procedimentos administrativos.

  -  

Câmara de Fortaleza aprova projeto de indicação que eleva de 5 para 8 anos tempo de uso de carros de motoristas de aplicativos

A Câmara de Fortaleza aprovou hoje projeto de indicação do vereador Dr. Eron (PDT), que eleva de cinco para oito anos o tempo de uso de carros utilizados por motoristas por aplicativos, como Uber e 99POP. A matéria busca permitir que carros mais antigos sejam utilizados nesse tipo de transporte em Fortaleza. A sugestão pode ser acatada ou não pelo Executivo.

Foto: CMFOR