Foto: Helene Santos

Projeto de incentivo aos transportes é aprovado na Câmara com divergências em relação aos aplicativos

A CMFor aprovou projeto que estende para 2021 o prazo de vistorias para táxis, mototáxis, automóveis de aplicativos e transportes escolares, aumenta para oito anos a idade máxima dos veículos para novos registros, estabelece multas e previsão de processos administrativos para as empresas. Este último ponto foi alvo de divergências entre vereadores.

Vereador cobra inclusão de transportes alternativos em projeto sobre prazo de vistorias

Emanuel Acrizio (PRP) reclamou da condução “a toque de caixa” da mensagem que prorroga para o próximo ano o prazo para vistorias de táxis, veículos de aplicativos e transportes escolares, e protestou por não ter sido atendido com inclusão de emenda sobre transporte alternativo. Presidente da CCJ, Didi Mangueira (PDT) se disse injustiçado, e argumentou que o colega perdeu o prazo.

Vereadores de Fortaleza votam amanhã emendas a projeto sobre aplicativos de transportes

Depois de aprovar o aumento das idades máximas (de 5 para 8 anos) de veículos para registros de táxis e transportes escolares, a Comissão Conjunta da Câmara Municipal de Fortaleza que analisa a proposta pauta na reunião desta quarta-feira (29) três emendas sobre aplicativos de transporte, que tratam da idade máxima (8 anos), de multas para as empresas e defesa dos trabalhadores em procedimentos administrativos.

Foto: CMFOR

Câmara de Fortaleza aprova projeto de indicação que eleva de 5 para 8 anos tempo de uso de carros de motoristas de aplicativos

A Câmara de Fortaleza aprovou hoje projeto de indicação do vereador Dr. Eron (PDT), que eleva de cinco para oito anos o tempo de uso de carros utilizados por motoristas por aplicativos, como Uber e 99POP. A matéria busca permitir que carros mais antigos sejam utilizados nesse tipo de transporte em Fortaleza. A sugestão pode ser acatada ou não pelo Executivo.