-  

Camilo Santana conversa com ex-presidente Lula sobre ações na pandemia e vacinação

O governador Camilo Santana (PT) se reuniu, nesta segunda-feira (31), com o ex-presidente Lula (PT). Na pauta, “enfrentamento à pandemia nos estados e a urgência da necessidade de ampliar a vacinação e o auxílio emergencial“, segundo publicação do ex-presidente. Lula também se reuniu com outros governadores petistas, como Rui Costa, Fátima Bezerra e Wellington Dias.

  -  

Ex-prefeito Ilário Marques vai coordenar a campanha de Lula em 2022 no Ceará

O ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques (PT), vai coordenar no Ceará a campanha do ex-presidente Lula para 2022. O petista sinaliza que poderá disputar de novo a Presidência da República. Ilário foi indicado para a função pelo diretório estadual do PT nesta semana e vai liderar o grupo de trabalho e acompanhamento das eleições do partido no Estado.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Tasso comenta encontro de FHC com Lula: “a principal missão é parar o clima de ódio”

“Acredito que a principal missão seja parar o clima de ódio. Nós nunca vivemos um momento com o País tão dividido. O diálogo, a aceitação da divergência, o entendimento que o adversário político não é o inimigo e que o diálogo deve ser permanente são fundamentais”.

Senador Tasso Jereissati (PSDB), sobre o encontro entre Fernando Henrique Cardoso e Lula.

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
  -  

Ciro acusa Lula de ser “responsável pela tragédia do desastrado Bolsonaro”

Após críticas de Lula (PT), Ciro Gomes (PDT) respondeu o petista. O pedetista acusou o petista de não querer debater projetos. “Você é o responsável pela tragédia do desastrado Bolsonaro“, acusou Ciro. “Quero brigar contra a corrupção, a desindustrialização que você promoveu, a desigualdade que manteve, os juros que seu governo pagou”, acrescentou.

Foto: José Leomar
  -  

Lula e Ciro trocam farpas nas redes sociais; “Não farei jogo rasteiro”, diz o petista

O ex-presidente Lula (PT) comentou, nesta quarta (19), criticas feitas pelo ex-ministro Ciro Gomes (PDT). “Eu adoraria dizer que o Ciro é um amigo. Mas infelizmente ele não quer. Mas eu aprendi uma teoria com a minha mãe Dona Lindu: quando um não quer, dois não brigam. Não farei jogo rasteiro”, disse.

  -  

Deputado cearense foi convocado pelo ex-presidente e acompanha Lula durante articulações em Brasília

Integrante da executiva nacional do PT, o deputado José Guimarães (PT) é presença constante nas reuniões do ex-presidente Lula (PT), em Brasília, nesta semana. Ele disse que o ex-presidente está discutindo três assuntos: “auxílio emergência de R$ 600, vacinação e geração de emprego”. “Claro que sempre o tema ‘2022’ surge, já que Lula é o nome da esquerda”, disse.

  -  

Lula e Eunício se encontram em Brasília para discutir alianças regionais nas eleições de 2022

O ex-presidente Lula (PT) participou de encontro, nesta terça (4), com o ex-senador Eunício Oliveira (MDB). “Falamos sobre as alianças regionais nas eleições de 2022, além de outros temas importantes, como nossa preocupação em comum com os mais pobres, o combate à Covid-19, o desemprego e a questão da fome que assola milhares no Brasil”, disse o emedebista.

  -  

Vereador de Fortaleza quer conceder homenagem a advogado de Lula por defesa na Lava Jato

O ver. de Fortaleza Ronivaldo Maia (PT) apresentou requerimento na CMFor para conceder a Medalha do Mérito Jurídico Municipal José de Albuquerque Rocha, ao advogado Cristiano Zanin. A justificativa é de que Zanin fez “grandioso trabalho na defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva” na Operação Lava Jato. O pedido está na pauta desta quarta (28).

Foto: José Leomar
  -  

Ciro descarta aliança com o PT e afirma que, entre Haddad e Bolsonaro, viajaria novamente a Paris

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disse que não se arrepende de ter ido a Paris no segundo turno do pleito de 2018. Em entrevista ao O Globo, ele disse que viajaria de novo e, desta vez, com “muito mais convicção”. “Em 2018, fiz com grande angústia”, lembrou. Para Ciro, aquela eleição estava ganha por Jair Bolsonaro. “Lula mentiu para o povo dizendo que era candidato”, criticou.

Foto: Ricardo_Stuckert
  -  

Lula e Camilo conversam por telefone: “Um exemplo vivo de que toda luta por Justiça vale a pena”, diz o cearense

Horas após o Supremo Tribunal Federal (STF) anular as condenações contra Lula (PT) na Operação Lava Jato, o governador Camilo Santana (PT) e o ex-presidente conversaram por telefone nesta quinta-feira (15). “Um exemplo vivo de que toda luta por Justiça vale a pena. Sempre”, escreveu o cearense, nas redes sociais.

Foto: Reprodução Instagran
  -  

Vereador Inspetor Alberto recebe multa de R$ 5 mil por atirar em foto de Lula

Um ano e meio após publicar em vídeo nas redes sociais atirando com arma de fogo contra uma imagem do ex-presidente Lula (PT), o vereador de Fortaleza Inspetor Alberto (Pros) foi condenado a pagar R$ 5 mil ao petista, em decisão da Justiça de São Paulo. Ao Diário do Nordeste, ele afirmou não ter sido notificado da ação e disse desconfiar de que se trate de “fake news”

Foto: Reprodução
  -  

“Abriu-se uma avenida para o centro (político)” com elegibilidade de Lula, diz Tasso

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) disse considerar, em entrevista à CNN Brasil, que a volta dos direitos políticos de Lula “abriu uma avenida para o centro (político)” por causa da polarização simbolizada pelo petista e por Jair Bolsonaro. “Que possamos construir uma candidatura ao redor de um programa nem de direita nem de esquerda”, defendeu.

  -  

Lula faz agradecimento a governadores e cita Camilo Santana por “brigar” para garantir vacina contra Covid-19

“Eu quero agradecer aos governadores: Rui Costa, Wellington Dias, Camilo Santana, Flávio Dino, Fátima Bezerra e a todos os governadores do Nordeste que estão brigando, e (governadores) do País inteiro, para dar vacina. Está havendo uma luta diatômica contra um Governo incompetente”.

Ex-presidente Lula (PT), nesta quarta-feira (10), após anulação de suas condenações na Lava Jato pelo ministro do STF Edson Fachin.

Foto: Reprodução Instagran
  -  

‘Defendo que a gente não mude uma vírgula’, diz Cid sobre estratégia do PDT para 2022 com Lula elegível

“Ainda não conversei com o Ciro, com o Lupi, mas defendo que a gente não mude um milímetro, uma vírgula do que estamos tocando, ou seja, um projeto que não seja o Bolsonaro, nem o estilo PT de governar”.

Senador Cid Gomes (PDT), em declaração ao site O Antagonista, sobre a anulação das condenações do ex-presidente Lula na Lava Jato, pelo ministro do STF Edson Fachin, que torna o petista elegível.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Análise: disputa Lula x Ciro pode deixar cenário delicado politicamente para Camilo Santana

A anulação das sentenças no âmbito da Justiça de Curitiba que envolviam o ex-presidente Lula já aponta possíveis efeitos nas eleições gerais de 2022. O atrito com Ciro Gomes (PDT), forte crítico do PT, pode deixar o governador Camilo Santana (PT) em situação política delicada no tabuleiro eleitoral. Leia análise no Diário do Nordeste.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
  -  

Senador Eduardo Girão diz ser “estranha” decisão do ministro Edson Fachin favorável ao ex-presidente Lula

O senador Eduardo Girão (Pode) fez críticas à decisão do ministro Edson Fachin favorável ao ex-presidente Lula. “Estranha deliberação especialmente vinda de um ministro que sempre se manifestou contra a corrupção, embora ele estivesse amargando derrotas sucessivas na 2ª turma do STF, cuja maioria dos ministros teimava em desfazer seu trabalho”, disse.

Foto: Agência Senado
  -  

Deputado federal cearense compara situação de Lula com a de Daniel Silveira

A decisão do ministro Edson Fachin de anular as condenações do ex-presidente Lula foi criticada pelo deputado Dr. Jaziel (PL). “Que vergonha”, disse. Jaziel comparou a situação do petista com a do deputado preso por ameaças ao STF. “Daniel Silveira continua preso e o agora Lula, o maior bandido da historia desse país, está, além de solto, elegível”.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

“O STF começa a estabelecer limites para os desvios”, diz presidente do PT Fortaleza

Presidente do PT em Fortaleza, o vereador Guilherme Sampaio disse ser um “sinal de justiça” a anulação das condenações contra o ex-presidente Lula pelo STF. “É importante não só para Lula, para o PT e para os simpatizantes, mas para a democracia. O STF começa a estabelecer limites para os desvios”, afirmou. 

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Capitão Wagner diz que decisão a favor de Lula “desacredita a Justiça e abre precedência para a impunidade”

A decisão do Fachin desacredita a Justiça brasileira e abre precedência perigosa para a impunidade de políticos corruptos do Brasil. E anular todas as condenações de Lula relacionadas à Lava Jato é uma desmoralização para um País que teve bilhões saqueados dos cofres públicos.

Deputado federal Capitão Wagner (Pros) sobre decisão que favoreceu ex-presidente Lula.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Para Renato Roseno, decisão de Fachin “revela os capítulos do golpe que levou Bolsonaro ao poder”

O deputado estadual Renato Roseno (Psol) avaliou a decisão que anulou condenações do ex-presidente Lula (PT): “Faz justiça tardiamente. Mas, ao menos, ajuda a revelar os capítulos do golpe que levou Bolsonaro, o pior presidente da história do Brasil, ao poder”, criticou.

Foto: Thiago Gadelha