-  

Suplente na Câmara dos Deputados, Gorete Pereira pode ter expectativas frustradas mais uma vez

Na expectativa para assumir o mandato de deputada federal desde o início de 2019, Gorete Pereira (PL) renovou as esperanças com o anúncio de licença de Luizianne Lins. Entretanto, para que Gorete assuma, a ausência da petista tem que ser de, pelo menos, 120 dias. Por ora, entretanto, a licença será de 60 dias. A confirmação será próxima semana.

Foto: José Maria Melo
  -  

Luizianne Lins vai se licenciar do mandato de deputada até dezembro; não há convocação de suplente

Candidata do PT à Prefeitura de Fortaleza, Luizianne Lins confirmou, neste sábado, que irá se licenciar do mandato de deputada federal para se dedicar à campanha em Fortaleza. A licença não-remunerada será até o início de dezembro, ou seja, por 60 dias. Nestes casos, não há convocação de suplente, o que só ocorre em ausências superior a 120 dias.

Foto: José Leomar
  -  

Empresário “Gordim Araújo” assume a vaga do deputado Bruno Gonçalves na AL

Mais um suplente assume a cadeira de deputado na Assembleia, nesta quarta (14). Com a licença do deputado, Bruno Gonçalves (Patriota), que se afasta por 120 dias para tratar de “assunto particular”, no seu lugar, entra “Gordim Araújo” (Patriota). Ele é empresário do setor imobiliário, representa Itapipoca e Amontada e obteve mais de 22 mil votos na região. Já se licenciaram Soldado Noelio (Pros), Bruno Pedrosa (PP), Leonardo Araujo (MDB) e, recentemente, Agenor Neto (MDB).

  -  

Deputado Agenor Neto tira licença para cuidar do pai

O deputado estadual Agenor Neto (MDB) vai ficar 120 dias afastado do mandato na Assembleia, sem remuneração. Segundo ele, se dedicará a acompanhar tratamento de saúde do pai, o ex-deputado José Ilo Dantas. Assume a vaga, a partir desta quarta (14), o ex-prefeito de Tejuçuoca Edilardo Eufrásio (MDB). Ele é o 6° suplente a assumir em 7 meses de legislatura.