Justiça Federal condena ex-superintendente do DNIT por fraude em licitações no Ceará

A Justiça Federal condenou o ex-superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) no Ceará, Joaquim Guedes, e outras três pessoas acusadas por fraudar licitações de obras na rodovia BR-222 entre 2009 e 2010. Ele recebeu pena de 14 anos de prisão, além de pagamento de multa de R$ 347.979,06, em ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF).

Justiça Federal condena prefeito de Apuiarés por improbidade administrativa

Roberto Sávio Gomes da Silva é acusado em ação do MPF-CE de desviar recursos do Ministério do Turismo para a realização do “Apuiarés Junino”, em 2012. Na decisão, o juiz determina a devolução de R$ 100 mil, pagamento de multa de R$ 25 mil e perda dos direitos políticos por cinco anos. Cabe recurso à decisão. A defesa diz ainda não ter sido notificada.