-  

Direção nacional do PCdoB faz repasse de R$ 50 mil para candidatura de Anízio Melo em Fortaleza

A candidatura a Prefeitura de Fortaleza do PCdoB recebeu repasse de R$ 50 mil do diretório nacional do partido. A quantia representa mais de 86% do total de receita que o candidato Anízio Melo (PCdoB) tem para gastos com a campanha eleitoral. Além desse recurso, ele recebeu doações de pessoas físicas. Os dados estão disponíveis no Divulgacand 2020.

Foto: Letícia Lima
  -  

Diretório nacional da UP doa R$ 3,6 mil para campanha de Paula Colares à Prefeitura de Fortaleza

A candidata a Prefeitura de Fortaleza, Paula Colares (UP), recebeu repasses no valor de R$ 3 mil do diretório nacional da legenda, Unidade Popular. Apesar do valor representar 55% dos recursos totais da campanha de Colares, a candidata foi a que recebeu menos recursos dentre os concorrentes ao Paço Municipal.

Foto: Camila Lima
  -  

Candidatura de Sarto à Prefeitura de Fortaleza recebeu R$ 4 milhões da direção nacional do PDT

O candidato a Prefeitura do PDT, Sarto Nogueira recebeu repasse de R$ 4 milhões da direção nacional do partido. Os dados estão disponíveis no Divulgacand 2020. Os recursos representam 91% da receita para gastos de campanha da candidatura pedetista à Prefeitura de Fortaleza. O pedetista lidera o ranking de receitas em Fortaleza.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Campanha de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza recebe outro repasse de R$ 450 mil do PT

A candidatura de Luizianne Lins à Prefeitura de Fortaleza recebeu o segundo repasse da direção do Partido dos Trabalhadores. O valor de R$ 450 mil foi o mesmo depositado na primeira vez. A ex-prefeita já soma R$ 900 mil para promover a campanha na Capital. O recurso recebido para usar na disputa municipal é 100% da direção partidária.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Candidatura de Samuel Braga à Prefeitura de Fortaleza recebe repasse de R$ 350 mil do Patriota

A candidatura de Samuel Braga à Prefeitura de Fortaleza recebeu repasse do Patriota, partido dele, o valor de R$ 350 mil para as despesas da campanha eleitoral. A verba é da direção nacional do partido. Os valores, no entanto, não têm relação ainda com o Fundo Eleitoral. O candidato ainda não declarou despesa.

Foto: Helene Santos