-  

Capitão Wagner diz que vai criar 20 escolas cívico-militares em Fortaleza

O candidato à Prefeitura de Fortaleza, Capitão Wagner (Pros), disse que vai criar 20 novas escolas cívico-militares em Fortaleza. A afirmação foi feita na noite desta terça-feira (24), em entrevista à TV Verdes Mares. Ele acrescentou que esse modelo de ensino é “reconhecido e aprovado por 80% da população”. 

Foto: Kid Junior
  -  

Capitão Wagner propõe construir 20 escolas cívico-militares em Fortaleza

O candidato à Prefeitura de Fortaleza Capitão Wagner (Pros) fez uma caminhada no bairro Castelo Encantado, nesta terça (27). Ele propôs levar uma escola cívico-militar pra região. Wagner quer construir 20 escolas do tipo na Capital. “São escolas que tem uma aceitação muito grande pela organização, disciplina e bons resultados”, justificou.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Ministro da Educação chama bancada cearense para discutir Escolas Cívico-Militares

Deputados alinhados ao Governo Bolsonaro da bancada cearense foram chamados pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, para uma reunião na manhã de hoje (5). Na pauta: a implantação das escolas-cívico militares. O Ceará foi o único estado do Nordeste a aderir ao programa do Governo Federal.

  -  

“Desconhecimento ou má fé”, diz Camilo sobre críticas à adesão do Ceará às escolas cívico-militares

O governador Camilo Santana rebateu críticas após a adesão do Estado ao projeto das escolas cívico-militares do governo federal. Segundo Camilo, não se trata de adesão a um “modelo de educação”, mas sim a recursos para construção de duas unidades de ensino. Quem propaga a informação, diz ele, “ou desconhece a educação do Estado ou age de má fé”.

Foto: José Leomar
  -  

Após confusão sobre adesão do Estado a programa do MEC, deputado apaga postagem

O dep. André Fernandes apagou post no Instagram que veiculava a informação falsa de que Camilo Santana não aderiu às escolas cívico-militares do MEC. O ofício do Estado foi enviado na quarta (25). O prazo de adesão acabou dia 27. André disse que consultou o Ministério na sexta de manhã, mas o ofício chegou à tarde. O MEC divulgará lista oficial amanhã.

 

 

Foto: Camila Lima