Assistentes de Educação Infantil fazem manifestação na Câmara Municipal de Fortaleza

Assistentes de Educação Infantil da Prefeitura de Fortaleza lotaram o auditório da Câmara, pedindo equiparação do valor do vale-alimentação ao dos professores. Os presidentes das comissões de Constituição, Didi Mangueira (PDT), e de Educação, Evaldo Lima (PCdoB), receberam os representantes. Ainda esta semana haverá reunião com secretários da Prefeitura.

Foto: Isanelle Nascimento

Roberto Cláudio critica ministro da educação e lamenta disseminação de notícias falsas

O prefeito Roberto Cláudio criticou, por meio de suas redes sociais, o ministro da Educação, Abrahan Weintraub, por quer replicado um vídeo, também nas redes, sobre kits distribuidos a estudantes da rede municipal. O prefeito declarou que os materiais foram adquiridos com recursos do município – não da União – e lamentou a disseminação de notícias falsas.

Foto: Camila Lima

Governo do Ceará avalia reajuste salarial de professores da rede estadual

O Governo deve enviar ao Legislativo, nos próximos dias, a proposta de reajuste dos professores estaduais Ontem, representantes da categoria se reuniram com o secretário da Casa Civil, Élcio Batista. Eles pedem reajuste de 15%. O Governo se comprometeu a reajustar conforme o piso nacional, em 12,8%, mas ainda avalia a possibilidade de aumentar a correção.

Foto: Divulgação

Prisco Bezerra preside sessão em 1° dia como senador

No primeiro dia como senador efetivo, Prisco Bezerra (PDT), que ocupa temporariamente a vaga de Cid Gomes (PDT), foi surpreendido com convite do senador Confúcio Moura (PMDB) para presidir a sessão. Antes da condução dos trabalhos, Prisco fez o primeiro pronunciamento escolhendo como tema a educação. Ele destacou o resultado do Ceará como exemplo.

Apenas dois cearenses participam de reunião com ministro da Educação sobre escolas cívico-militares

Dos 25 parlamentares da bancada cearense, os deputados Domingos Neto (PSD) e Aj Albuquerque (PP) foram os únicos  que participaram, nesta terça (5), da reunião com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, para tratar sobre as escolas cívico-militares no Estado do Ceará, o único do Nordeste. O projeto será implantado nos municípios de Sobral, Maracanaú e Caucaia.

Foto: José Leomar

Em meio a polêmicas, projeto sobre liberdade de cátedra deve ser votado na Câmara nesta quinta (31)

O projeto de lei de autoria do vereador Evaldo Lima (PCdoB), que dispõe sobre liberdade de cátedra para professores, está na pauta desta quinta-feira (31) da Câmara Municipal de Fortaleza. Após gerar reações da bancada religiosa, vereadores, nos bastidores, acreditam que a matéria tende a ser rejeitada, inclusive com abstenções.

Câmara dos Deputados debate boas experiências do Ensino Médio no Ceará

A Frente Parlamentar Mista da Educação promoveu esta manhã (2), a pedido do deputado Idilvan Alencar (PDT), uma audiência para debater o Ensino Médio no Ceará que tem sido referência na aplicação da educação integral. A vice-governadora do Ceará, Maria Izolda, representou o Estado, acompanhada de duas diretoras de escolas da rede pública.

MEC libera mais de R$47 milhões para ensino superior no Ceará

O Ministério da Educação (MEC) liberou os recursos para as universidades e institutos do Ceará que estavam bloqueados em razão da Lei de Responsabilidade Fiscal.  Serão R$21,3 milhões para UFC, R$5,6 milhões para UNILAB,  R$3,9 milhões para UFCA e R$16,7 milhões ao IFCE. Os valores são para despesas de custeio das instituições.

Foto: Camila Lima

Após confusão sobre adesão do Estado a programa do MEC, deputado apaga postagem

O dep. André Fernandes apagou post no Instagram que veiculava a informação falsa de que Camilo Santana não aderiu às escolas cívico-militares do MEC. O ofício do Estado foi enviado na quarta (25). O prazo de adesão acabou dia 27. André disse que consultou o Ministério na sexta de manhã, mas o ofício chegou à tarde. O MEC divulgará lista oficial amanhã.

 

 

Foto: Divulgação

Queiroz Filho faz mobilização em defesa do Fundeb

Presidente da Comissão de Educação na Assembleia, o dep. Queiroz Filho (PDT) tem articulado, com o Fórum Estadual de Educação, movimento em defesa do Fundeb, cuja validade é até dezembro de 2020. Ele tem defendido também a criação de uma frente parlamentar nacional em prol do fundo.