-  

Busca de espaços estratégicos por oposição e aliados agita a Câmara Municipal de Fortaleza

As negociações entre oposição e base aliada na Câmara já acontecem. Se não foram contemplados, devem lançar o ver. Julierme Sena para a disputa. A expectativa também é alta entre os vereadores para as conversas sobre acomodação de parlamentares com Sarto. Nomes como Iraguassu Filho (PDT), Didi Mangueira (PDT) e Ésio Feitosa (PSB), devem ser contemplados.

Foto: Isanelle Nascimento
  -  

Terceiro na suplência do PDT na Câmara, Didi Mangueira tem expectativas de assumir vaga na próxima legislatura

Terceiro na suplência do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza, o vereador Didi Mangueira está na expectativa de voltar ao mandato na próxima legislatura. Sem revelar detalhes, ele diz apenas que há possibilidades. Nos bastidores, parlamentares acreditam que haverá movimentações na bancada pedetista para que Didi Mangueira não fique de fora da Câmara.

Foto: José Leomar
  -  

Vereador cobra inclusão de transportes alternativos em projeto sobre prazo de vistorias

Emanuel Acrizio (PRP) reclamou da condução “a toque de caixa” da mensagem que prorroga para o próximo ano o prazo para vistorias de táxis, veículos de aplicativos e transportes escolares, e protestou por não ter sido atendido com inclusão de emenda sobre transporte alternativo. Presidente da CCJ, Didi Mangueira (PDT) se disse injustiçado, e argumentou que o colega perdeu o prazo.

  -  

Guilherme Sampaio quer ser relator do Fundo Municipal Imobiliário

Em conversa informal no plenário, o vereador Guilherme Sampaio (PT) pediu ao presidente da Comissão de Constituição, Didi Mangueira (PDT), para ser o relator do projeto que trata do Fundo Municipal Imobiliário. O petista disse ser importante estabelecer critérios para a venda de bens públicos pela Prefeitura. Didi Mangueira não respondeu ao pedido.