Pré-candidatos à Prefeitura de Caucaia se movimentam na Assembleia

A oposição à gestão do prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD), apareceu no apagar das luzes, literalmente, da sessão desta terça-feira (11) na Assembleia Legislativa. À esquerda, o ex-vereador Silvio Nascimento (Patriota), e à direita o ex-vereador Deuzinho Filho (PSC). Os dois são pré-candidatos a prefeito do segundo maior colégio eleitoral do Estado.

Foto: Divulgação

Deuzinho troca de partido pela 3ª vez e se filia ao PSC de olho na Eleição em Caucaia

De olho na disputa pela Prefeitura de Caucaia, o ex-vereador Deuzinho Filho muda de partido pela terceira vez. Depois do Pros e do MDB, agora, ele está no PSC. A mudança ocorreu após o comando municipal do MDB ser entregue à ex-prefeita Inês Arruda e uma das prováveis candidatas à Eleição. Caucaia tem até agora oito nomes cotados para a disputa.

Foto: Reprodução

Ex-candidato a deputado federal, Deuzinho Filho deixa partido de Capitão Wagner para disputar eleições de 2020

O ex-candidato a deputado federal Deuzinho Filho deixou o partido de Capitão Wagner, PROS, e se filiou ao MDB para disputar um cargo eletivo no pleito de 2020. Ele já assumiu a presidência da sigla em Caucaia para concorre à prefeitura em 2020 como oposição. Agora, é esperar para saber se ele continuará tendo o apoio de Wagner como em outros pleitos.

Substituído por Vitor Valim no Pros, Deuzinho busca novo partido para disputar Prefeitura em Caucaia

A mudança no comando do Pros de Caucaia para o deputado Vitor Valim desagradou Deuzinho Filho, ex-presidente da sigla no município. Isso porque ele também quer disputar a Prefeitura lá em 2020 e achava que seria pelo Pros. Deuzinho quer conversar com Capitão Wagner, mas já vai procurar novo partido. É aquela lei: dois corpos não ocupam o mesmo espaço.

Pros: Deuzinho quer disputar com Valim pré-candidatura à Prefeitura de Caucaia

O presidente do Pros em Caucaia, Deuzinho Filho, disse ao Ponto Poder que ainda não foi informado sobre mudanças no comando do partido lá. Ele disse que respeita decisão do Capitão Wagner, presidente estadual da sigla, mas que é pré-candidato a prefeito de Caucaia, “independente de questões partidárias”.