-  

Mesmo licenciado por 120 dias, Danniel Oliveira cumpre compromissos do MDB e do novo Regimento na Assembleia

A licença tirada em dezembro não tem afastado Danniel Oliveira da AL-CE. Ele recebeu, hoje, em seu gabinete, o secretário do Esporte Rogério Pinheiro, junto com lideranças do MDB, pré-candidatos do interior e também membros da equipe técnica que o auxilia no relatório sobre o novo Regimento Interno, previsto para ser apresentado no retorno da licença.

  -  

Danniel Oliveira tira licença da Assembleia; Davi de Raimundão assume a vaga

Os deputados acabam de aprovar a licença de 120 dias do deputado Danniel Oliveira (MDB). No seu lugar, fica o suplente Davi de Raimundão, filho do ex-prefeito de Juazeiro do Norte Raimundão. Davi já estava exercendo a suplência no lugar de Leonardo Araújo, que reassumiu o mandato.

  -  

MDB quer aumentar candidaturas femininas a prefeituras, inclusive em Lavras da Mangabeira

“Alguns partidos colocam os 30% femininos como obrigação. Estamos tentando fortalecer, através da conscientização, com encontros só de mulheres ainda esse ano, para lançarmos o máximo de candidaturas de mulheres, principalmente ao Executivo

Deputado Danniel Oliveira, sobre estratégia do MDB para Eleição 2020. A busca é também para a Prefeitura de Lavras, sua terra natal.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Deputados reclamam de assédio do PSD a prefeitos e falam de suposta “venda” de emendas

Após reportagem no Diario do Nordeste da última terça (29) sobre o avanço do PSD no Estado, deputados do MDB, SD e do PDT reclamaram hoje (31) do “assédio” aos prefeitos aliados. Audic Mota (PSB), adversário de Domingos Filho, puxou o assunto. Ele e Danniel Oliveira (MDB) acusaram a suposta “venda” de emendas, em troca de filiação.

  -  

Rodízio no MDB: Danniel Oliveira quer tirar licença na Assembleia para suplente assumir

O deputado estadual Danniel Oliveira (MDB) quer tirar licença da Assembleia ainda neste ano. Pela ordem dos suplentes da coligação, Gelson Ferraz assume a vaga, mas segundo Danniel, ele vai abdicar e dar vez a Rafael Branco. Oliveira diz que a troca temporária é acordo partidário. Leonardo Araújo e Agenor Neto, ambos do MDB, já pediram licença.

Foto: Fabiane de Paula