-  

Diante da pandemia, vereador propõe maior parcelamento de imposto para autônomos em Fortaleza

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de Fortaleza deu aval, nesta quinta-feira (15), à proposta do vereador Danilo Lopes (Podemos), que altera o Código Tributário do Município, autorizando o maior parcelamento do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN). Se aprovada em plenário, autônomos poderão ter mais tempo para executar a contribuição na Capital.

  -  

Vereador vai à Justiça para tentar liberar academias em Fortaleza ainda nesta semana

O vereador Danilo Lopes (Podemos) ajuizará um pedido de liminar para que atividades físicas ao ar livre e academias sejam reconhecidas como essenciais em decreto municipal de Fortaleza. O parlamentar argumenta que já existe uma lei nesse sentido e que a ação na Justiça pedirá a regulamentação do texto. O atual decreto estadual ainda não libera as atividades.

Foto: Camila Lima
  -  

Vereadores de Fortaleza cobram maior cobertura de vacinação para profissionais da saúde

Vereadores cobraram maior cobertura vacinal para profissionais da saúde em Fortaleza. Danilo Lopes (Podemos) apontou que o Plano Nacional prevê avanço de fase apenas com 100% dos trabalhadores da saúde vacinados. Já Enfermeira Ana Paula (PDT) afirmou que “apenas 25% dos profissionais ativos (de enfermagem) foram vacinados”.

 

Foto: José Leomar
  -  

Vereador articula grupo técnico na Câmara Municipal para discutir retomada das academias

O vereador de Fortaleza, Danilo Lopes (Podemos), autor do projeto que tornou as academias atividade essencial na Capital, articula a criação de um grupo técnico na Câmara Municipal para discutir o retorno dos estabelecimentos na pandemia. O prefeito José Sarto (PDT) estipulou prazo de 30 dias para regulamentar a lei e criar as regras de funcionamento.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Vereador propõe grupo técnico para definir protocolo de retorno das atividades esportivas em Fortaleza

O vereador Danilo Lopes (Podemos), autor do projeto que inclui atividades esportivas entre as essenciais, propôs a criação de um grupo técnico para discutir o retorno das modalidades em Fortaleza. A expectativa é de que o prefeito José Sarto (PDT) sancione esse projeto e o que inclui igrejas amanhã (11). Serão ainda 30 dias para regulamentação.

  -  

‘É uma falta de respeito com o vereador’, diz Danilo Lopes sobre projeto engavetado na Câmara

“Faz uma semana que foi votado, aprovado por unanimidade a redação final e não foi enviado ainda para o prefeito para veto ou sanção. (…) É uma falta de respeito com o vereador”

Vereador Danilo Lopes (Podemos) sobre projeto que reconhece a prática de atividades físicas em estabelecimentos privados como essencial. A matéria não saiu da Câmara.

  -  

Câmara aprova projeto que reconhece atividade física em estabelecimentos privados como essencial

A Câmara Municipal de Fortaleza aprovou, nesta quarta-feira (24), a redação final do projeto de lei do vereador Danilo Lopes (Podemos) que reconhece a prática de atividade física em espaços públicos e estabelecimentos privados da Capital como essencial. Demanda de segmentos, a matéria ainda precisa da sanção do prefeito José Sarto (PDT).

Foto: Camila Lima
  -  

Cláudia Gomes é eleita presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Fortaleza

A vereadora Cláudia Gomes (DEM) foi eleita, novamente, presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Fortaleza. Na semana passada, ela chegou a ser definida como chefe do colegiado, mas a deliberação foi anulada pelo presidente da Casa, devido à troca de membros com a Comissão de Direitos Humanos. O vereador Danilo Lopes (Podemos) é o vice.

Foto: José Leomar
  -  

Senador cearense Eduardo Girão é o segundo maior doador de campanha do Brasil

Eduardo Girão (Podemos) é, atualmente, o segundo maior doador de campanha do País. Dos R$ 600 mil dados por ele, R$ 500 mil foram para Capitão Wagner (Pros). Emília Pessoa (PSDB), de Caucaia, R$ 40 mil. Para vereador, Sgt. Reginauro (Pros), Plauto de Lima (Podemos) e Danilo Lopes (Podemos) receberam R$ 30 mil, R$ 20 mil e R$ 10 mil, respectivamente.

Foto: Fabiane de Paula