-  

Segundo Baquit, tentativas de barrar CPI na Assembleia Legislativa são ‘em vão’

“Se o objetivo foi político, acabou sendo em vão. Já temos mais de um terço das assinaturas para instalar a CPI”

Osmar Baquit (PDT), sobre a ação do procurador geral da República, Augusto Aras, que questiona no STF uma norma da Constituição Estadual sobre a quantidade de votos para a instalação de CPIs na Assembleia Legislativa do Estado.

  -  

Delegado Cavalcante nega existência de ‘gabinete do ódio’ e diz ser favorável a CPI na Assembleia

“Estou torcendo que essa CPI venha a funcionar, muitas coisas irão ser esclarecidas”

Delegado Cavalcante (PSL) sobre o pedido protocolado pelo colega Acrísio Sena para investigar a existência de um grupo especializado em espalhar notícias falsas no Ceará, uma possível ramificação do chamado “gabinete do ódio”, que Cavaltante diz nunca ter existido.

  -  

Evandro Leitão quer fiscalização sobre movimentações milionárias de associações

O deputado Evandro Leitão (PDT) repercutiu na Assembleia reportagem veiculada pelo Diário do Nordeste, hoje (18), sobre a movimentação milionária de R$ 65,9 milhões nas associações de militares no Ceará em contribuições. No discurso, ele defendeu que a Assembleia fiscalize as entidades por meio de uma CPI.

  -  

Após falsos médicos, vereadores de Baturité aprovam abertura de CPI da saúde

A Câmara Municipal de Baturité aprovou por unanimidade a abertura de uma CPI para investigar a gestão municipal da saúde. A decisão do parlamento ocorre depois do afastamento de médicos falsos atuando em uma UPA do município. Logo após a denúncia, a secretária de saúde deixou o cargo. Presente na sessão, o prefeito Assis Arruda vinculou a CPI à disputa eleitoral.

  -  

Relator da CPI contra Naumi Amorim pede licença de 120 dias; oposição aponta manobra política

Relator da CPI contra o prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD), o vereador Jorge Luís (Pros) apresentou pedido de licença, de 120 dias, à Câmara Municipal. A medida é apontada por integrantes da CPI como manobra política para esvaziar a Comissão, que ainda não concluiu a investigação após quatro meses. A licença só deve ser validada no dia 2 de fevereiro.

  -  

‘Não chegou e nem vai chegar a lugar nenhum’, diz Naumi Amorim sobre CPI na Câmara de Caucaia

“A CPI até hoje não chegou e nem vai chegar a lugar nenhum, porque não tem nada que me incrimine. Foi um decreto que fiz para contratar médicos e enfermeiros, porque a cidade estava precisando.  Eu quero é que eles apurem para que seja tudo esclarecido”

Naumi Amorim (PSD), prefeito de Caucaia, sobre CPI aberta na Câmara do município para investigá-lo.

Foto: José Leomar
  -  

Bate-boca e convocação de representantes da Prefeitura marcam reunião de CPI em Caucaia

Representantes do gabinete do prefeito e das secretarias de Educação e Saúde devem ser oficiados nesta semana a comparecer à CPI que investiga supostas irregularidades em licitações. Após o pedido, a sessão foi encerrada com bate-boca entre o governista Enéas Góes (PTC) e o líder da oposição, Mickauê (PL), recém-reintegrado à Comissão por via judicial.

  -  

CPI em Caucaia tem primeira reunião após saída de vereadores governistas

A CPI da Câmara Municipal de Caucaia que investiga decretos de emergência do prefeito Naumi Amorim (PSD) volta a se reunir nesta segunda-feira (18). É a primeira reunião depois da saída de dois vereadores governistas, por decisão judicial. A mudança tende a enfraquecer Amorim, já que o vereador Mickauê (PL), líder da oposição, volta a compor a Comissão.

Foto: Helene Santos
  -  

Vereadores da base de Naumi Amorim são afastados de CPI que investiga o prefeito de Caucaia

Os vereadores Fábio Herlândio (SD) e Priscila Menezes (Patriota) foram afastados da CPI, instalada na Câmara de Caucaia, para investigar o prefeito Naumi Amorim (PSD). O gestor perde dois aliados que acompanhavam a investigação. Decisão do TJCE derrubou mandado de segurança ajuizado pelos dois para que fizessem parte da CPI. Com a decisão, o vereador Mickauê (PL), líder da oposição, volta a compor a Comissão.

Foto: Helene Santos
  -  

‘Estamos trabalhando para ter um posicionamento até dezembro’, diz Natécia Campos sobre CPI em Caucaia

Ainda presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos (PMB) quer garantir que o parecer da CPI que investiga decretos de emergência do prefeito Naumi Amorim (PSD) saia até dezembro, apesar de, segundo ela, vereadores da base governista tentarem “atrapalhar” o andamento dos trabalhos. “Estamos trabalhando para ter um posicionamento até dezembro”, diz.

  -  

Articulação da Prefeitura muda perfil dos membros e enfraquece CPI em Caucaia

A articulação do prefeito Naumi Amorim (PSD) tem surtido efeito em Caucaia. Em meio à crise com o Legislativo, o Executivo conseguiu eleger um aliado à presidente da Câmara, e agora reverteu a situação desfavorável na CPI instalada contra o governo dele. Mudança nos membros deu maioria ao prefeito, o que muda o perfil dos trabalhos.

  -  

Presidente da Assembleia vai analisar fundamentação do pedido de CPI dos diplomas falsos

O deputado Elmano é criterioso, quando vem dele eu dou o crédito, porque ele é uma pessoa que pesquisa, vai atrás da informação. Vou ler a argumentação.

José Sarto (PDT), presidente da Assembleia, ao responder sobre o pedido de instalação de CPI para investigar diplomas universitários falsos. O projeto está com a Procuradoria da Casa.

Foto: José Leomar
  -  

Elmano quer punição “exemplar” de faculdades no Ceará em CPI para apurar diplomas falsos

Não é brincadeira você passar quatro anos estudando, ter festa de diplomação e descobrir que o certificado não tem validade. Essas pessoas estão fazendo estelionato em praça pública. É gente que merece punição”.

Elmano de Freitas (PT), ao defender CPI para investigar diplomas falsos em faculdades no Ceará. Ele vai se reunir, hoje (8), com o presidente José Sarto (PDT).

  -  

Deputados assinam pedido de CPI na Assembleia para apurar diplomas falsos em faculdades

Um grupo de 15 deputados estaduais assinou o pedido de instalação de uma CPI na Assembleia Legislativa para investigar irregularidades em diplomas de faculdades do Ceará. A proposta é do deputado Elmano de Freitas (PT). Ele está reunindo casos denunciados no seu gabinete, em vários municípios cearenses, e vai se pronunciar, nesta terça (7).

Foto: José Leomar
  -  

Reunião da CPI em Caucaia é encerrada após troca de empurrões entre vereadores

A 1ª reunião da CPI que apura denúncias contra o prefeito Naumi Amorim (PSD) foi encerrada com Jorge Luís (PROS), o relator, e Enéas Goes (PTC), aliado do prefeito que em janeiro assume a presidência da Casa, quase se agredindo fisicamente. O clima esquentou quando Enéas chamou Jorge de “mercenário”, em meio a discussão sobre a composição da CPI.

Foto: Flávio Rovere
  -  

Justiça nega, mais uma vez, recurso de Naumi Amorim para suspender CPI

O TJCE negou, nesta quarta-feira (25), mais um vez, recurso do prefeito de Caucaia, Naumi Amorim (PSD), para suspender CPI da Câmara Municipal, que investiga decreto de “Calamidade Administrativa” interposto pelo prefeito no início do mandato. No despacho, o desembargador Abelardo Benevides diz não poder acatar o pedido antes de ouvir a Câmara, a qual pede esclarecimentos.

  -  

Veja os membros da CPI que vai investigar atos do prefeito Naumi Amorim

Sete vereadores compõem a CPI, instaurada na Câmara Municipal de Caucaia, para investigar supostas irregularidades do prefeito Naumi Amorim (PSD). São eles: Emília Pessoa, a presidente; Jorge Luís, o relator; Germana Sales; Eneas Góis; Evandro Maracujá; Mickauê e Dimas Matias. Oposição é maioria na comissão e tem a presidência e a relatoria.

  -  

Justiça nega liminar do prefeito Naumi para barrar CPI que vai apurar supostas irregularidades em Caucaia

O juiz Jose Coutinho Tomaz Filho, da 2ª Vara de Caucaia, negou, nesta quarta (18), pedido de liminar do prefeito Naumi Amorim (PSD), para barrar a CPI instaurada na Câmara Municipal, para apurar supostas irregularidades em licitações da gestão. Naumi alegava que não existia um fato e prazo “certo” para início e fim da investigação.

Foto: José Leomar
  -  

Em sessão tumultuada, Câmara de Caucaia define integrantes de CPI contra o prefeito

Em sessão marcada acusações de perseguição a servidores, a Câmara Municipal de Caucaia definiu os 7 integrantes da CPI que vai apurar irregularidades em dispensas de licitações da prefeitura. Com 4 opositores e 3 aliados do prefeito, a Comissão se reúne, pela primeira vez, amanhã (18), para definir presidente e relator.

  -  

Câmara Municipal de Caucaia abre CPI para investigar decreto do prefeito

Oito vereadores assinaram e a presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos (PMB), instalou no Legislativo do 2º maior município do Estado, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar um decreto de “Calamidade Administrativa” do prefeito Naumi Amorim (PSD). Caucaia está mergulhada em crise política.