-  

Com ex-marqueteiro do PT, Ciro reforça as redes e equipara governos de Dilma Rousseff e Jair Bolsonaro

Em publicação nesta quarta, no twitter, o pré-candidato à presidente, Ciro Gomes (PDT), equiparou os governos de Dilma e Bolsonaro na criação de empregos. “Precisa dizer mais?”, critica, em vídeo. O PDT, partido do ex-ministro, contratou recentemente o ex-marqueteiro do PT, João Santana, para promover a comunicação da candidatura para 2022.

  -  

Tasso diz que trabalharia em chapa com Ciro caso ele não fosse tão “agressivo” com o PSDB

Possível candidato à Presidência, Tasso Jereissati (PSDB) disse estar aberto a alternativas a Lula ou Jair Bolsonaro. Sobre uma chapa com Ciro Gomes (PDT), ele ponderou. “Ciro tem sido agressivo com o PSBD, o que não traz uma posição confortável. Se não fosse isso, repito, estou disposto a tudo que leve a uma centralização”, disse em entrevista hoje (3).

Foto: José Leomar
  -  

Ao defender Reforma Tributária, Ciro Gomes afirma que País vive “pior hora” e que o debate é “inadiável”

Pré-candidato à presidência, Ciro Gomes (PDT) afirmou que o Brasil vive “pior hora, sob o ponto de vista fiscal”. Por isso, defendeu como “inadiável” a Reforma Tributária. A fala ocorreu durante debate da CDL Fortaleza nesta quinta (29). Ele afirmou ainda que os projetos em tramitação no Congresso não dão conta de todos os aspectos necessários à reforma.

Foto: Reprodução
  -  

Ciro poderia abrir mão de sua candidatura em 2022 por ‘projeto comum’, diz Cid Gomes à revista

O senador Cid Gomes (PDT) disse, em declaração à revista Veja, que o seu irmão, Ciro Gomes (PDT), poderia “abrir mão de sua candidatura em nome de um projeto comum”. Segundo a publicação desta sexta (23), Cid pondera que “se entrar no diálogo impondo a candidatura, não irá funcionar”. Ciro dialoga com nomes de centro para firmar o próprio nome para 2022.

  -  

Ex-marqueteiro do PT, João Santana se alia a Ciro Gomes

Com histórico de campanhas com Lula (PT) e Dilma Rousseff (PT), o ex-marqueteiro do PT João Santana se juntou a Ciro Gomes (PDT) para integrar a comunicação do PDT. O anúncio foi feito nesta quinta (22). Santana foi preso em 2016 como parte da Operação Lava Jato. Ele fez acordo de delação premiada e cumpriu prisão domiciliar. Agora, está em regime aberto.

  -  

Emocionado após vacinação, Ciro Gomes agradece equipes de saúde e cientistas por vacina

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) foi vacinado hoje (3) contra a Covid-19, no bairro Pirambu, em Fortaleza. Aos 63 anos, o ex-governador, emocionado após a vacinação, agradeceu às equipes de saúde e aos cientistas que desenvolveram a vacina e disse que vai lutar por vacina para todos e por um auxílio emergencial de R$ 600 para as pessoas mais vulneráveis.

Foto: Reprodução
  -  

PDT nacional rebate informação de que Ciro Gomes poderia não ser candidato em 2022

Após informação veiculada pelo Valor Econômico de que o PDT estaria reconsiderando a candidatura de Ciro Gomes à presidência em 2022, uma nota do partido, publicada nesta sexta-feira (2), rebate a informação. “A candidatura é decisão tomada, queremos conquistar aliados para nosso projeto nacional de desenvolvimento que é personalizado pelo Ciro”.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

“É um ato de desespero de quem vê sua imagem se deteriorar”, diz Ciro sobre inquérito após críticas a Bolsonaro

“Particularmente não ligo para esse ato contra mim, mas considero grave a tentativa de Bolsonaro de intimidar opositores e adversários. Entendo que é um ato de desespero de quem vê sua imagem se deteriorar todos os dias pela gestão criminosa do Brasil na pandemia”

Ciro Gomes, sobre abertura de inquérito na PF, após criticar Bolsonaro em entrevista

Foto: Foto: José Leomar
  -  

‘Defendo que a gente não mude uma vírgula’, diz Cid sobre estratégia do PDT para 2022 com Lula elegível

“Ainda não conversei com o Ciro, com o Lupi, mas defendo que a gente não mude um milímetro, uma vírgula do que estamos tocando, ou seja, um projeto que não seja o Bolsonaro, nem o estilo PT de governar”.

Senador Cid Gomes (PDT), em declaração ao site O Antagonista, sobre a anulação das condenações do ex-presidente Lula na Lava Jato, pelo ministro do STF Edson Fachin, que torna o petista elegível.

Foto: Natinho Rodrigues
  -  

Análise: disputa Lula x Ciro pode deixar cenário delicado politicamente para Camilo Santana

A anulação das sentenças no âmbito da Justiça de Curitiba que envolviam o ex-presidente Lula já aponta possíveis efeitos nas eleições gerais de 2022. O atrito com Ciro Gomes (PDT), forte crítico do PT, pode deixar o governador Camilo Santana (PT) em situação política delicada no tabuleiro eleitoral. Leia análise no Diário do Nordeste.

Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
  -  

‘Por que não bota o Camilo Santana? O Wellington Dias?’, questiona Ciro em crítica a Lula sobre candidatura do PT

“Por que não bota o Camilo Santana? Por que não bota o Wellington Dias? Não, tem que ser alguém para repetir fenômeno Dilma, que ele bota sem nenhuma experiência política para ficar mandando, e agora quer repetir o mesmo erro”.

Ciro Gomes (PDT), ex-governador e ex-ministro, em crítica ao ex-presidente Lula (PT) durante entrevista ao portal Uol. Ele chamou Fernando Haddad de “Fernando Henrique menos um que o Lula quer impor ao povo brasileiro”.

Foto: Reprodução
  -  

‘Vamos tentar construir uma candidatura para 2022’, diz Camilo ao defender aliança entre PT-PDT

Em entrevista ao Diário do Nordeste, na edição deste domingo (20), o governador Camilo Santana disse que 2022 exigirá “responsabilidade” dos líderes do campo progressista. Ele, que promoveu reaproximação entre Ciro e Lula em setembro, defendeu que é preciso pensar em candidatura contra Bolsonaro. “Se não for possível no 1º turno, que seja no 2º turno”, diz sobre aliança PT-PDT.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

Em Fortaleza, Rodrigo Maia almoça com Camilo Santana e Ciro Gomes

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), está em Fortaleza. O parlamentar, que está em campanha para tentar se manter na Presidência da Câmara, tem almoço com o governador Camilo Santana (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). Na última campanha ao cargo, Maia também esteve no Ceará para buscar votos da bancada.

  -  

‘Nunca dei palpite na administração do Roberto Cláudio, nunca botei o bedelho na administração Camilo’, diz Ciro

“O que o povo do Ceará não gosta e que nossos adversários não leram direitinho é de poderoso, de arrogante, de gente que dá as cartas. E eu faço justamente o inverso. Nunca dei palpite na administração do Roberto Cláudio, nunca botei o bedelho na administração Camilo”

Ciro Gomes durante coletiva neste domingo (15), ao defender o grupo político o qual lidera no Ceará.

Foto: Camila Lima
  -  

Ciro Gomes justifica ausência na campanha de Sarto: “meu ciclo político está se encerrando no Ceará”

“Meu ciclo político no Ceará está se encerrando. Não que dizer que estou desertando das minhas lutas, mas não tenho nenhuma proposta de candidatura aqui. Minha tarefa, hoje, é encaminhar o Ceará para novas lideranças”

Ciro Gomes em coletiva, neste domingo (15), após ser questionado sobre o fato de não estar participando diretamente da campanha de Sarto (PDT).

Foto: Camila Lima
  -  

Lula diz que teve “conversa civilizada” com Ciro, mas deixa 2022 em aberto

O ex-presidente Lula (PT) comentou, em entrevista, hoje (15), em São Bernardo do Campo, o encontro que teve com Ciro Gomes (PDT) no início de setembro. Segundo o petista, “foi uma conversa civilizada” em que foi falado sobre respeito mútuo entre os partidos. A ideia, defende ele, é que “um candidato progressista” possa vencer em 2022.

Foto: Reprodução Instagran
  -  

PontoPoder Análise: Eleição de Fortaleza ganha espaço no debate nacional

A eleição em Fortaleza, polarizada entre três candidaturas, segundo o Ibope, está no centro do debate nacional. Sarto (PDT) é ligado a Ciro, Capitão Wagner (Pros) tem a simpatia de Bolsonaro e Luizianne Lins (PT) a de Lula. Vencer em uma grande Capital eleva os territórios de influência política para os que estão de olho em 2022. Leia aqui a análise de Inácio Aguiar.

  -  

‘Eles estão trabalhando e aparecendo’, diz Sarto sobre presença de Cid e Ciro Gomes na campanha eleitoral

“Estão trabalhando e aparecendo. Cid, um dia desse, estava em um bandeiraço e uma carreata com a gente. O Ciro estava se recuperando do Covid até três dias atrás, quando o exame dele negativou e só podia sair obedecendo o protocolo de saúde”

Sarto Nogueira para o Ponto Poder, nesta quarta (4), sobre a presença de Cid e Ciro Gomes na propaganda eleitoral.

Foto: Thiago Gadelha
  -  

PontoPoder Análise: Fortaleza no debate nacional

O encontro entre Ciro Gomes (PDT) e Lula (PT), por intermédio de Camilo Santana (PT), no começo de setembro, por óbvio, não foi apenas para que cada um expusesse as mágoas. Tampouco se alongou para tratar de parceria para 2022. O assunto girou em torno da oposição ao presidente Jair Bolsonaro e isso, evidentemente, passa pela eleição de 2020. Leia mais.

Foto: Ricardo_Stuckert
  -  

Assista em tempo real ao PontoPoder Eleições

O programa PontoPoder Eleições traz nesta quinta-feira (29) reportagem sobre os gastos dos candidatos à Prefeitura de Fortaleza nas campanhas nas redes sociais, e repercussão do encontro entre Lula e Ciro Gomes. A atração, que vai ao ar às 21h55, na TV Diário, também entrevista o candidato à Prefeitura de Juazeiro do Norte, Nelinho Freitas (PSDB).