-  

Reforma da Câmara Municipal de Caucaia vai custar R$ 319,3 mil

A Câmara de Caucaia vai abrir licitação em 5/fev para receber propostas para ampla reforma, com custo de R$ 319.343,62.  O edital prevê serviços de revestimentos, urbanismo e acessibilidade. Desde o final de 2019, a Câmara vive briga política com a Prefeitura por atrasos de pagamento e articulações para abertura de CPI contra o pref. Naumi Amorim (PSD).

Foto: Helene Santos
  -  

Briga política: Justiça bloqueia contas da Prefeitura de Caucaia até pagamento à Câmara Municipal

A briga política entre a Prefeitura de Caucaia e a Câmara municipal tem novo capítulo. O juiz José Coutinho Filho, da 1ª Vara Cível do município, determinou bloqueio das contas da Prefeitura até que o prefeito Naumi Amorim (PSD) pague parte do duodécimo devido ao Legislativo. O valor está atrasado há ano de atraso. O bloqueio é até a quitação.

Foto: Arquivo Sistema Verdes Mares
  -  

Bate-boca e convocação de representantes da Prefeitura marcam reunião de CPI em Caucaia

Representantes do gabinete do prefeito e das secretarias de Educação e Saúde devem ser oficiados nesta semana a comparecer à CPI que investiga supostas irregularidades em licitações. Após o pedido, a sessão foi encerrada com bate-boca entre o governista Enéas Góes (PTC) e o líder da oposição, Mickauê (PL), recém-reintegrado à Comissão por via judicial.

  -  

CPI em Caucaia tem primeira reunião após saída de vereadores governistas

A CPI da Câmara Municipal de Caucaia que investiga decretos de emergência do prefeito Naumi Amorim (PSD) volta a se reunir nesta segunda-feira (18). É a primeira reunião depois da saída de dois vereadores governistas, por decisão judicial. A mudança tende a enfraquecer Amorim, já que o vereador Mickauê (PL), líder da oposição, volta a compor a Comissão.

Foto: Helene Santos
  -  

‘Estamos trabalhando para ter um posicionamento até dezembro’, diz Natécia Campos sobre CPI em Caucaia

Ainda presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos (PMB) quer garantir que o parecer da CPI que investiga decretos de emergência do prefeito Naumi Amorim (PSD) saia até dezembro, apesar de, segundo ela, vereadores da base governista tentarem “atrapalhar” o andamento dos trabalhos. “Estamos trabalhando para ter um posicionamento até dezembro”, diz.

  -  

Articulação da Prefeitura muda perfil dos membros e enfraquece CPI em Caucaia

A articulação do prefeito Naumi Amorim (PSD) tem surtido efeito em Caucaia. Em meio à crise com o Legislativo, o Executivo conseguiu eleger um aliado à presidente da Câmara, e agora reverteu a situação desfavorável na CPI instalada contra o governo dele. Mudança nos membros deu maioria ao prefeito, o que muda o perfil dos trabalhos.

  -  

Reunião da CPI em Caucaia é encerrada após troca de empurrões entre vereadores

A 1ª reunião da CPI que apura denúncias contra o prefeito Naumi Amorim (PSD) foi encerrada com Jorge Luís (PROS), o relator, e Enéas Goes (PTC), aliado do prefeito que em janeiro assume a presidência da Casa, quase se agredindo fisicamente. O clima esquentou quando Enéas chamou Jorge de “mercenário”, em meio a discussão sobre a composição da CPI.

Foto: Flávio Rovere
  -  

Reviravolta: aliado do prefeito vence eleição na Câmara de Caucaia

Em votação que terminou com diferença de um voto, 12 a 11, a atual presidente da Câmara Municipal de Caucaia, Natécia Campos (PMB), perdeu o posto para Eneas Goes (PTC), que é aliado do prefeito Naumi Amorim (PSD), que retomou o controle do Legislativo. A Casa está em pé de guerra com o prefeito e abriu uma CPI contra a gestão.

  -  

Justiça nega liminar do prefeito Naumi para barrar CPI que vai apurar supostas irregularidades em Caucaia

O juiz Jose Coutinho Tomaz Filho, da 2ª Vara de Caucaia, negou, nesta quarta (18), pedido de liminar do prefeito Naumi Amorim (PSD), para barrar a CPI instaurada na Câmara Municipal, para apurar supostas irregularidades em licitações da gestão. Naumi alegava que não existia um fato e prazo “certo” para início e fim da investigação.

Foto: José Leomar
  -  

Em sessão tumultuada, Câmara de Caucaia define integrantes de CPI contra o prefeito

Em sessão marcada acusações de perseguição a servidores, a Câmara Municipal de Caucaia definiu os 7 integrantes da CPI que vai apurar irregularidades em dispensas de licitações da prefeitura. Com 4 opositores e 3 aliados do prefeito, a Comissão se reúne, pela primeira vez, amanhã (18), para definir presidente e relator.