Após adiamento por atraso de voo, vereadores da Capital vão a Brasília tratar da inspeção predial

Após adiar encontro com a bancada federal cearense na semana passada, a Comissão de Acompanhamento de Inspeção Predial da Câmara de Fortaleza vai amanhã (3) a Brasília. Dessa vez, o voo será às 6h, para garantir presença na reunião das 18h. Os vereadores tentam viabilizar um crédito bancário para condomínios antigos fazerem reparos estruturais.

Foto: Divulgação/Senac

Em meio a incertezas quanto a cortes, representantes do Sistema S discutem ações com parlamentares cearenses

Gestores do Sistema S – Senai, Sesc, Sesi, Senac, Senar, Sescop e Sest – no Ceará vão se reunir com membros da bancada federal cearense na próxima segunda-feira (18) para apresentar “ações e impactos sociais” da entidade a parlamentares. O movimento acontece em meio a incertezas quanto a cortes no Sistema S pelo Governo Bolsonaro.

Após divergência, AJ destina boa parte das emendas ao Estado e discutirá alocação com o governador

O deputado federal AJ Albuquerque (PP) decidiu colocar R$ 2 milhões de sua quota nas emendas de bancada, metade pro Dnocs, outra parte para Funasa, além de R$100 mil para Embrapa. O restante das emendas dele irá para o Estado. “Vou definir com o governador onde irei colocar”, disse, ao mostrar que ficou superada a divergência no assunto.

Bancada federal do Ceará leva tragédia do desabamento de prédio ao plenário da Câmara

Em Brasília, deputados federais do Ceará repercutiram no plenário da Câmara, o desabamento do prédio residencial em Fortaleza. André Figueiredo (PDT) foi o primeiro a discursar. “Queria manifestar a minha solidariedade a todos que estão envolvidos na tragédia em Fortaleza, nossas orações e que tudo ocorra bem”, disse.

Obra milionária parada na BR-222 será alvo de reunião entre deputados, vereadores e comunidades em Tianguá

A Comissão Externas de Obras Inacabadas da Câmara dos Deputados estará em Tianguá, na Ibiapaba, na quinta (17). A ideia é ouvir os vereadores e a comunidade sobre a construção de um viaduto na BR-222, cuja obra está parada há muito tempo. Foram consumidos R$ 41,3 milhões. O deputado cearense Júnior Mano (PL) é membro da comissão.

Emendas: líder da bancada diz que acordo está perto e que deputados querem mais diálogo com o governo

Coordenador da Bancada Cearense no Congresso, o deputado Domingos Neto (PSD) diz que está próximo um acordo para a destinação dos recursos das emendas de bancada. A reunião com o governador na terça (15) é para aparar as arestas. A ideia do governo é sensibilizar para a necessidade de recursos para construção do hospital universitário.

Foto: Natinho Rodrigues

Governador vai a Brasília tentar acalmar os ânimos e resolver impasse sobre emendas

Na próxima terça (15), o governador Camilo Santana (PT) vai, pessoalmente, à reunião da bancada cearense em Brasília desatar os nós das emendas de bancada, que têm gerado divergências. O impasse é se o valor de R$ 248 milhões será reteado entre os 25 parlamentares ou se dividido a metade com o Estado, tese do governador. Há insatisfação na base.

Deputados cearenses recebem cargos federais no Ceará: Superintendência da Agricultura e Iphan

O Planalto liberou mais indicações da bancada cearense pró-Bolsonaro em cargos federais no Ceará. No último dia 23, Roberto Pessoa (PSDB) emplacou Francisco Milton Holanda na Superintendência Federal de Agricultura. No último dia 3, Junior Mano (PL) emplacou Beatriz Magalhães no Iphan de Icó. Vaidon Oliveira (Pros) recebeu um cargo na Agricultura.

Governador reúne deputados federais para tratar do projeto de reestruturação da Saúde

O governador Camilo Santana (PT) e o secretário de Saúde, Dr. Cabeto, está reunido, neste momento, em Brasília, com um grupo de 12 deputados federais e dois senadores cearenses em busca de apoio ao projeto de reestruturação da Saúde Pública no Estado. A matéria está em discussão na Assembleia. O presidente da Casa, José Sarto, também participa.

Foto: José Leomar

Mauro Filho pode voltar a Brasília para a reforma tributária; notícia agita os bastidores

Secretário de Planejamento, Mauro Filho se licenciou do mandato de deputado federal para assumir uma das principais pastas do governo Camilo, com a missão de apertar as contas. Mauro nem tirou o broche de deputado, mas já pode voltar a Brasília. Ele é um dos nomes do PDT para discutir a reforma tributária. “Ainda vou conversar com o governador”, diz.