-  

Augusta Brito chama de “misoginia” ataque de deputado do PSL à jornalista e pede nota de repúdio da Assembleia

“A gente não pode se calar diante de tanta misoginia, de tanto machismo que existe, atacando as nossas jornalistas que merecem nosso respeito e consideração. Já quero pedir uma nota de repúdio à Procuradoria desta Casa em relação a este deputado”.

Augusta Brito, deputada estadual do PCdoB, sobre ataque do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL) à jornalista da Folha de São Paulo.

Foto: Junior Pio