-  

Filiado ao PP, deputado Apóstolo Luiz Henrique anuncia apoio a candidatura de Capitão Wagner

O deputado estadual Apóstolo Luiz Henrique (PP) anunciou apoio à candidatura de Capitão Wagner (Pros) para a Prefeitura de Fortaleza. O PP, partido de Luiz Henrique, integra a coligação de Sarto Nogueira (PDT). O parlamentar, segundo sua assessoria, comunicou a decisão ao partido, que compreendeu a posição. Apóstolo é líder de uma igreja na Capital.

Foto: José Leomar
  -  

Bancada evangélica na Assembleia diverge da base governista na eleição em Fortaleza

A bancada evangélica da Assembleia diverge da base governista sobre o rumo na disputa em Fortaleza. Dra. Silvana (PL) já declarou apoio a Capitão Wagner (Pros) e Apóstolo Luiz Henrique (PP) ainda não sabe se apoiará o candidato indicado pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT). A tendência é Wagner reunir apoiadores ligados a Bolsonaro e o conservadorismo.

Foto: José Leomar
  -  

Assembleia Legislativa proíbe fogueiras juninas durante pandemia no Ceará

Os deputados da Assembleia Legislativa aprovaram hoje (25) projeto de lei do deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP) que suspende fogueiras juninas durante epidemias e pandemias por doenças respiratórias. O líder do Governo, Júlio César Filho (Cidadania), disse que buscaria sanção à proposta ainda hoje para que ela entre em vigor.

  -  

Apóstolo Luiz Henrique cobra reunião com governador para discutir abertura de igrejas durante quarentena

O deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP) disse, durante sessão virtual da Assembleia Legislativa, que o prefeito Roberto Cláudio (PDT) vai se reunir hoje (23) com lideranças evangélicas sobre abertura de igrejas na quarentena. O deputado cobrou uma reunião com o governador Camilo Santana (PT) para discutir isso.

  -  

Presos que leem a Bíblia terão redução de pena no sistema prisional do Estado; governador sanciona projeto

Os presos do sistema carcerário estadual poderão ter redução de pena caso leiam a Bíblia Sagrada. O governador Camilo Santana (PT) sancionou projeto de lei de autoria do deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP) que concede a medida. O parlamentar destacou que a “palavra de Deus” foi responsável por libertá-lo do “mundo das das drogas”.

Foto: José Leomar
  -  

Dra. Silvana e Apóstolo Luiz Henrique “correm” para votar contra projeto da Festa de Iemanjá

Chamou atenção na sessão de hoje (31), da Assembleia, o fato de os deputados Dra. Silvana (PL) e Apóstolo Luiz Henrique (PP) terem corrido, no meio da sessão, pra registarem voto contrário ao projeto de lei do deputado Elmano de Freitas (PT), para incluir a Festa de Iemanjá no calendário de eventos do Estado. A proposta foi aprovada.

  -  

Bancada evangélica: Governador sanciona lei de Apóstolo e cria a Semana da Pureza das Crianças

Agora é lei um projeto aprovado na Assembleia Legislativa, do deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP), que cria a Semana da Pureza das Crianças do Estado. O governador Camilo Santana (PT) sancionou a proposta, na última sexta (11). O projeto prevê eventos sociais na semana do dia 12 de outubro sobre a importância da preservação da pureza das crianças.

Foto: Divulgação
  -  

Roberto Cláudio planeja a criação de uma Coordenadoria da Liberdade Religiosa

A Prefeitura de Fortaleza articula a criação de uma Coordenaria da Liberdade Religiosa. Em meio ao acirramento de questões ligadas à religiosidade, a ideia, segundo a gestão, é executar políticas que promovam a tolerância. O prefeito Roberto Cláudio (PDT) até consultou aliados da bancada da Bíblia sobre a ideia, como o deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP).

Foto: Thiago Gadelha
  -  

Elmano e Apóstolo Luiz Henrique batem boca na Assembleia

Os deputados Elmano de Freitas (PT) e Apóstolo Luiz Henrique (PP) bateram boca no meio da votação de projeto do petista para incluir a Parada pela Diversidade Sexual no calendário de eventos do Estado. O pastor disse que defendia a Bíblia e tratava o colega com carinho. Elmano respondeu: “Não quero seu carinho não”.

  -  

“Imundície é o preconceito contra gay”, rebate Elmano a crítica de pastor sobre projeto da Parada LGBT

“Imundície é o que o senhor defende nessa Assembleia, é o preconceito contra gay. Respeite a população LGBT. Deus é seu, mas é meu. É um milhão de pessoas amando na Beira-Mar”

Elmano de Freitas (PT), ao rebater Apóstolo Luiz Henrique (PP) sobre as críticas ao seu projeto.

Foto: José Leomar
  -  

Apóstolo chama de “imundície” atos de participantes em Parada LGBT contra a religião

“Nunca vou votar que ofenda a meu Deus. A igreja preza pela família, pelos valores. A Bíblia é a regra única é infalível de fé e de prática. Ainda sair verba do governo para essa imundície?”

Apóstolo Luiz Henrique (PP), ao criticar projeto de lei de autoria do deputado Elmano de Freitas (PT), que inclui a Parada pela Diversidade Sexual no calendário oficial de eventos do Estado.

  -  

O Apóstolo e a Bíblia no Poder Legislativo

O deputado estadual Apóstolo Luiz Henrique (PP) é autor de um projeto de indicação que inclui a Bíblia e outros livros religiosos nas leituras para remissão de pena no sistema penitenciário do Ceará. Ele também costuma fazer referências bíblicas em seus discursos na Assembleia Legislativa. Até nas mãos do deputado há referências ao Livro Sagrado.

Foto: José Leomar
  -  

Deputado Apóstolo quer criar a Semana da Pureza da Criança no Ceará

Chama atenção um projeto de lei que começou a tramitar, na sexta-feira (23), na Assembleia Legislativa: o deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP) quer criar a Semana da Pureza da Criança no Estado. A ideia dele, que compõe a bancada religiosa, é fazer eventos para conscientizar a população sobre a “pureza”. Luiz Henrique frisa que a Constituição assegura a proteção da criança.

Foto: José Leomar
  -  

Deputados criticam STF por criminalização da homofobia

Discriminar alguém pela sua orientação sexual é crime, reconheceu o STF em junho. Já para a deputada Dra. Silvana (PL), o que o Supremo tenta é “constranger a nossa fé”. Na tribuna da Assembleia, ela defendeu Projeto de Lei do marido e deputado federal Jaziel Pereira (PL) que tenta anular a decisão. O Apóstolo Luiz Henrique (PP) concordou.