-  

Em 1ª sessão após suspensão do mandato, André Fernandes fala em “gabinete do ódio” contra ele

O deputado André Fernandes (Republicanos) voltou às sessões na Assembleia, após ser suspenso do mandato. Ele se uniu ao discurso de Cavalcante contra o deputado Heitor Freire, do PSL, partido ao qual estava filiado. Fernandes, que foi apontado por ter ligações com grupos de notícias produzidos contra adversários políticos, também acusou ter um “gabinete do ódio” contra ele.

  -  

Suspensão de André Fernandes da Assembleia termina na próxima semana e ele retomará o mandato

A suspensão de 30 dias do deputado André Fernandes (Republicanos) da Assembleia Legislativa termina na próxima semana e ele poderá voltar às discussões e votações. O parlamentar foi processado por quebra de decoro por acusar um deputado de integrar facção criminosa. Resta saber se André continuará atendendo na calçada da Assembleia, ainda que não tenha sido proibido o acesso dele ao gabinete.

Foto: Fabiane Paula
  -  

Suspenso, André Fernandes atende do lado de fora da Assembleia mesmo tendo acesso ao gabinete

Após ser suspenso do mandato por 30 dias, o deputado André Fernandes (Republicanos) está atendendo do lado de fora da Assembleia. Ele colocou uma mesa Av. Desembargador Moreira, segundo a assessoria, para receber a população. Mesmo suspenso, André pode acessar normalmente o gabinete e despachar de lá, só não tem direito a salário e VDP.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

TJCE nega liminar que tentava impedir suspensão de André Fernandes da Assembleia

O desembargador Inácio Cortez, do Tribunal de Justiça do Ceará, negou, hoje (20), um recurso de agravo de instrumento apresentado pelo deputado André Fernandes (Republicanos), que buscava anular a sessão para a suspensão do seu mandato por quebra de decoro. É a segunda medida do parlamentar sobre o assunto negada na Justiça.

Foto: José Leomar
  -  

Apenas dois dos 46 deputados não compareceram à sessão que suspendeu mandato de André Fernandes

Apenas dois dos 46 deputados estaduais cearenses não participaram da votação que suspendeu o mandato do deputado André Fernandes por 30 dias: Danniel Oliveira (MDB) e Aderlânia Noronha (SD). Por meio da plataforma digital de votação, participaram Nelinho (PSDB), Érika Amorim (PSD) e Salmito Filho (PDT). O presidente da Casa, José Sarto, pela função, também não votou.

Foto: Fabiane de Paula
  -  

“Eu não irei me calar, eu vou pro enfrentamento”, diz Fernandes ao subir o tom após suspensão

“Se acham que eu vou me calar porque eu estou sem mandato, esperem pra ver. O deputado André Fernandes vem com tudo”

Disse André Fernandes, alterado, em discurso após o resultado pela suspensão, acusando “os Ferreira Gomes” de agirem contra ele, após piada no dia da diplomação. O dep. Fernando Hugo tentou acalmá-lo, interrompendo a palavra, sem sucesso.

Foto: José Leomar
  -  

Assembleia não é casa da mãe Joana, diz presidente após punição a André Fernandes

“Parlamento não é lugar para troca de ofensas pessoais”

Presidente da Assembleia, José Sarto (PDT), ao dizer que a Assembleia Legislativa não é “casa da mãe Joana” para que parlamentares fiquem aos gritos ofendendo uns aos outros.

Foto: Assembleia Legislativa
  -  

André Fernandes reforça pedido de desculpas e diz que votará contra em caso de novos processos na Casa

“Permanece meu pedido de desculpas. Se eu for suspenso e ficar sem meu mandato, quero sair daqui com você (Nezinho) sabendo que me arrependo de assim ter feito”

Disse André Fernandes, afirmando ainda, aos deputados Osmar Baquit, Leonardo Araújo e Bruno Gonçalves, que, se houver processo semelhante contra eles, votará contra, pela inviolabilidade da fala do parlamentar.

 

Foto: José Leomar
  -  

Suspensão de 30 dias a André Fernandes já tem votos suficientes para ser aprovada

Os deputados da Assembleia Legislativa do Ceará já tem votos suficientes para a suspensão do mandato do deputado André Fernandes (Rep) por 30 dias, por quebra de decoro parlamentar.

Foto: José Leomar
  -  

Mesmo próximo à votação, deputados se recusam a revelar voto no caso André Fernandes

Próximo à hora da votação, o placar do processo que pode punir o deputado André Fernandes (Rep) está indefinido na AL-CE. A maioria dos parlamentares não revelou o voto, alguns desistiram de se pronunciar para defender algum ponto de vista. Alguns estão de olho nos casos que estão por vir no Conselho de Ética da Casa.

Foto: Fabiane de Paula