-  

Mais de 200 lideranças sociais manifestam apoio ao governador Camilo Santana após ameaças

Nesta quarta(31), mais de 200 organizações sociais divulgaram uma carta em apoio ao governador Camilo Santana (PT), ameaçado de morte devido às medidas contra a pandemia. “O momento exige unificação de esforços, solidariedade e respeito à vida como o bem mais precioso que existe. É exatamente isso que motiva essa manifestação de apoio”, diz a nota.

Foto: José Leomar
  -  

Ameaça de morte a Camilo é “fruto do que se escuta de alguns líderes nacionais”, diz Osmar Baquit

Em sessão desta terça (30), deputados estaduais prestaram apoio a Camilo Santana em repúdio às ameaças recebidas pelo governador. Osmar Baquit (PDT) foi um dos que mostraram solidariedade, e nacionalizou o debate. “O criminoso que fez isso é fruto, muitas vezes, do que de escuta de alguns líderes nacionais que não têm nenhum apego à vida”, disse.

  -  

Deputados apresentam moção de solidariedade a Camilo Santana após ameaça de morte

Os deputados estaduais Acrísio Sena (PT) e Júlio César Filho (Cidadania), líder do governo na Assembleia Legislativa do Ceará, assinaram moção de solidariedade ao governador Camilo Santana pelas ameaças sofridas. “Esse tipo de ameaça põe em risco a integridade física e moral de toda uma sociedade”, disse Evandro Leitão (PDT), presidente da AL-CE.

  -  

“Vou continuar agindo da mesma forma”, diz Camilo Santana após ameaça de morte

“Vou continuar agindo da mesma forma, estou com a consciência em paz, tudo é para proteger a vida. Prefiro falhar no excesso do que na omissão; continuarei firme nas medidas necessárias”.

Governador Camilo Santana (PT), em live na noite desta segunda-feira (29), sobre ameaça de morte recebida em meio à pandemia, em investigação pela Polícia Civil.

Foto: Fabiane de Paula